O email marketing é a comunicação por meio de emails que empresas enviam para sua base de contatos ou clientes. Com o uso de ferramentas deste tipo email marketing, é possível criar campanhas para divulgar conteúdos, estreitar relação com clientes e anunciar produtos, promoções e muito mais.

Algumas pessoas têm a ideia errada de que o email está morrendo. Mas, enquanto elas baseiam suas ações em achismos, outros buscam números para embasá-las.

Por exemplo, sabia que apesar dos aplicativos de mensagens, o email ainda é parte integral da rotina das pessoas?

Segundo dados da Statista, o número de usuários de serviços de emails em 2020 foi era de 4 bilhões e essa quantidade e número pode chegar a 4.6 bilhões em 2025.

Esses números ainda não te convenceram? Então saiba também que os consumidores que costumam comprar produtos e serviços por email gastam 138% a mais que aqueles que não recebem ofertas em suas caixas de entrada, de acordo com dados da Convince&Convert

Por isso, continua a leitura, pois neste artigo falaremos em detalhes sobre:

  • o que é email marketing;
  • como funciona email marketing;
  • importância do email marketing;
  • ferramentas de email marketing;
  • estratégias e dicas de email marketing;
  • KPIs de email marketing.

O que é email marketing?

Email marketing é uma estratégia que faz parte do marketing digital e que tem como objetivo enviar emails segmentados para leads, clientes e contatos em geral. É um canal de comunicação não somente para aumentar as vendas de produtos e serviços, mas também garantir um excelente relacionamento com clientes.

Quando você deseja crescer a sua marca e vender seus produtos ou serviços, esse meio ele o email marketing érepresenta uma das formas mais populares e eficientes dentro de campanhas e estratégias bem alinhadas com os objetivos da empresa.

Podemos citar como principais vantagens deste canal:

  • geração de leads;
  • reconhecimento de marca;
  • engajamento com consumidores;
  • relacionamento com clientes;
  • customer success;
  • geração de valor;
  • campanhas mais eficientes;
  • aumento das vendas.

A importância do email marketing

Afinal, por que usar e como funciona o email marketing? Qual a sua importância em estratégias e técnicas de vendas?

Atualmente, esse meio é uma poderosa ferramenta para construir uma base de contatos e leads com a finalidade de desenvolver uma audiência engajada com sua empresa.

O email marketing funciona em qualquer etapa do funil de vendas e serve para se relacionar com seus clientes, encantá-los e fidelizá-los.

Mas não podemos negar que aliado a tudo isso, o que precisamos ficar de olho mesmo em relação a esse canal é o seu potencial de conversão. Ou seja, utilizar email marketing vende, e vende muito bem.

O email marketing Ele é um dos meios canais com maior retorno sobre o investimento e está aí sua tamanha importância. No início de 2021, um estudo feito pela Barilliance mostrou que a taxa de abertura de emails teve uma média de 42,48% e um CTR de 8.41%.

Para efeitos de comparação, a média de engajamento no Instagram envolvendo todos os segmentos é de somente 0,89% (Rival IQ), enquanto a taxa de conversão fica entre 0.3% e 2.2% (Baazarvoice), dependendo do número de seguidores.

No entanto, para ter resultados expressivos, é necessário saberentender como fazer email marketing da forma correta. Confira algumas dicas de email marketing que separamos a seguir!

Como fazer email marketing?

1. Construa sua lista de emails

Caso você já tenha uma base de contatos de emails, o primeiro passo já está dado. Mas para quem está começando agora essaa sua estratégia de email marketing, é preciso trabalhar na captação de dados de novos contatos.

Entre as principais dicas para criar a sua própria base de email, a forma mais eficiente hoje em dia é por meio de técnicas de Inbound Marketing e oferecendo conteúdos relevantes e de valor, como: ebooks, newsletter, webinários, catálogos, entre outros.

Mas também é possível captar emails naturalmente quando consumidores solicitam orçamento ou já fizeram uma compra de seu produto ou serviço.

E vale a pena ressaltar: jamais compre lista de emails "prontas". Ao utilizar uma lista comprada, sua interação com potenciais consumidores fica totalmente prejudicada. Isso acontece por alguns motivos, dos quais podemos destacar dois principais:

  • Em uma lista comprada, as pessoas não concordaram em receber suas mensagens. Logo, você já começa a conversa como um intruso;
  • Listas compradas impedem que você crie uma relação próxima de seu potencial cliente e reduz a possibilidade de captar mais dados sobre ele.

Leia também: Como criar um mailing de seus clientes usando o Agendor e o MailChimp

2. Escolha uma plataforma de email marketing

Com uma base de contatos construída, o próximo passo para entender como funciona o email marketing é olharmos para as ferramentas que você pode utilizar.

As suas plataformas de email marketing são a estrutura que você vai utilizar para enviar emails aos contatos que obteve no passo anterior.

A escolha da melhor ferramenta de disparos de emails varia de acordo com as necessidades da empresa, mas em geral elas são essenciais para facilitar o processo de envio e gestão.

As opções mais básicas devem ser capazes de oferecer recursos para criar, personalizar e otimizar emails sem muita dificuldade.

Os recursos de cada plataforma devem ajudar a criar as melhores campanhas para atingir seus objetivos, além de permitir que você analise os dados mais importantes para sempre melhorar suas campanhas.

Mais abaixo selecionamos algumas das melhores plataformas e ferramentas para você utilizar nas estratégias de sua empresa.

3. Segmente e personalize suas mensagens

Quando enviar as suas mensagens, personalize o conteúdo de acordo com a lista que receberá o email.

Você pode segmentar demograficamente ou com base em outras informações pertinentes. Se, por exemplo, sua mensagem tem como foco os gestores, ela não precisa ser enviada para colaboradores.

Para isso, utilize buyer personas em suas estratégias e conte com ferramentas de automação — como o MailChimp e o RD Station — para transformar sua estratégia em uma máquina de vendas.

Veja como é simples integrar o Agendor ao RD Station: Aprendendo a integrar o RD Station com o Agendor

4. Mantenha a nutrição de seus leads

Os leads são os contatos comerciais adquiridos em uma estratégia de Inbound Marketing.

Nem sempre os potenciais clientes estão prontos para comprar seu produto, uma vez que o timing pode não ser perfeito (eles podem, por exemplo, estar em férias ou terem acabado de fazer um grande investimento na empresa).

Mesmo assim, jamais desista desses contatos. Utilize o email como uma poderosa ferramenta de nutrição de leads, segmente as mensagens e ajude seu potencial consumidor a reconhecer e resolver seus principais problemas.

Na hora de comprar ele certamente lembrará da sua marca!

Por isso é tão importante usar as dicas de email marketing junto do funil de vendas e a jornada do cliente.

funil de vendas benefícios

5. Faça análises e testes A/B

As análises e os testes A/B auxiliam na tomada de decisões para eleger quais campanhas, títulos, CTAs ou outras variantes funcionam melhor entre todas.

Por exemplo, você pode realizar um teste A/B entre campanhas de email marketing para saber quais tipos de conteúdos ou ofertas têm mais aberturas, cliques e conversões.

Muitas ferramentas de email marketing permitem que você faça simples testes A/B e consiga obter métricas que indiquem quais estão com desempenho melhor.

Portanto, que tal conhecer algumas dessas melhores plataformas?

Ferramentas de email marketing

1. MailChimp

O MailChimp é uma das plataformas de email marketing mais conhecidas, usada por milhões de empresas ao redor do mundo.

O plano gratuito desta ferramenta conta com recursos básicos e você pode criar uma base de contatos de 2.000 inscritos, com um limite de envios de 12.000 emails por mês

Também é possível criar estratégias de marketing dentro da plataforma, com landing pages, formulários de pop-up e envio de emails de follow-up por exemplo.

2. ActiveCampaign

Quer uma ferramenta completa? Então o ActiveCompaign é uma das melhores soluções, especialmente para pequenos negócios.

Ela oferece uma automação de campanhas descomplicada que permite criar modelos de emails para serem enviados automaticamente aos contatos e segmentos que você criar.

Entre outros recursos disponíveis, estão: templates com designs altamente personalizáveis, criação de fluxo de emails conectados entre si, automação com base em critérios específicos, relatórios detalhados automação, conversas, campanhas, contatos, ofertas.

3. LeadLovers

A Leadlovers é uma ferramenta de automação de email marketing brasileira e que foi recentemente adquirida pela empresa Suvini.

O seu principal objetivo é focar no relacionamento entre marca e cliente por meio de sequências de emails (que são ilimitadas, aliás!).

Mas além de ser um serviço para envio de emails, a Leadlovers se destaca como uma plataforma completa de automação de marketing para quem deseja vender cada vez mais.

Você encontra opções, como criação de páginas, chatbots, área de membros, importação de leads, relatórios completos e até salas para videoconferências.

4. GetResponse

Se você procura por uma ferramenta gratuita, o GetResponse pode ser a solução para você testar gratuitamente por 30 dias!

Trata-se de uma plataforma que conta com recursos simples para iniciantes, mas também não deixa a desejar em funcionalidades mais avançadas.

O serviço conta com um editor de templates simples de arrastar e soltar para ajudar a personalizar newsletters, landing pages, conteúdos e vários outros elementos.

5. ConvertKit

Para finalizar nossa lista de ferramentas para enviar email marketing, selecionamos o ConvertKit e suas diversas vantagens para lojas virtuais.

A interface desta plataforma de email marketing é simples e apresenta os principais e mais importantes recursos para a criação de suas campanhas. Ao mesmo tempo, ela conta com mais de 70 ferramentas e serviços online.

O ConvertKit permite enviar sequências de emails de boas-vindas para interagir com seus contatos, para follow-up com base em eventos, ações e condições, e inclusive emails de reengajamento para filtrar os consumidores inativos

Leia mais: Por que integrar seu CRM com automação de marketing?

Estratégias de email marketing

Por si só, o email marketing já é uma estratégia do próprio marketing digital.

Mas existem diferentes abordagens e tipos de email marketing que devem ser ajustados conforme os objetivos de cada companhia. Por isso, saber o que mandar no email marketing precisa ser planejado com atenção.

Você pode, por exemplo, usar estratégias para:

  • enviar newsletters;
  • apresentar ofertas promocionais ou sazonais;
  • dar as boas-vindas aos clientes;
  • parabenizar por datas especiais;
  • engajar com contatos inativos;
  • prospectar clientes por email;
  • solicitar feedback;
  • nutrir seus leads;
  • oferecer conteúdos relevantes e de valor.

Em geral, procure investir em estratégias eficientes e com grande potencial de otimização de todo seu planejamento de marketing.

Para e-commerces, por exemplo, temos algumas estratégias muito importantes, como as de promoção relâmpago, aviso sobre últimas unidades de certo produto, abandono de carrinhos, envio de descontos em datas especiais, reestoque de produtos e oportunidades de pré-vendas.

Fazer pesquisas com os consumidores de sua base de contatos também é considerado uma estratégia que não pode ser deixada de lado.

Com elas, você descobre exatamente o perfil dos seus consumidores, o que eles querem exatamente ou mesmo a se acertar com um possível cliente insatisfeito ou que teve problemas com a compra.

KPIs de email marketing

Por fim, como acompanhar o desempenho de suas estratégias de email marketing?

Ficar de olho nos indicadores de performance, ou seja, os KPIs é essencial para auxiliar na compreensão de como a sua audiência reage aos conteúdos e ofertas que você oferece

As métricas de email marketing permitem que você não dispare mensagens em massa sem acompanhar os indicadores de desempenho, o que é um desperdício de uma eficiente ferramenta de conversão!

Portanto, acompanhe esses principais indicadores para medir e analisar seus resultados e sucesso do email marketing:

Abertura de email

Esta primeira métrica mostra a relação da quantidade de emails enviados e quantos deles foram abertos pelos contatos.

É importante acompanhá-la para saber se o título/assunto do seu email despertou interesse suficiente do público e, assim, poder otimizar e testar alternativas.

Dica de email marketing extra: analise também as aberturas dos emails em dispositivos móveis, pois suas mensagens devem ser adaptadas para favorecer a leitura em celulares ou tablets também.

Taxa de cliques no email

Neste KPI de email marketing, o "Click Through Rate (CTR)" serve para medir e analisar a quantidade de cliques em links no conteúdo da mensagem. O cálculo é feito em relação ao total de emails enviados.

Esses links sempre dependem do seus objetivos, pois podem direcionar o consumidor para seu site, produtos específicos, landing pages, ofertas especiais, entre outros.

Conversão

Aqui temos um dos indicadores mais importante, pois é possível medir quantas pessoas tomaram uma ação específica que foi enviada na mensagem.

Em outras palavras, é o KPI que mede o total de emails enviados e quantas pessoas concluíram um call-to-action (CTA). Por exemplo, quantas compraram um produto em seu site de e-commerce!

Emails marcados como spam

Algo que pode prejudicar muito a eficiência de estratégia de marketing é quando os destinatários marcam suas mensagens como spam.

Atente-se para este KPI, pois isso acontece quando são enviados muitos disparos em massa ou ainda se a sua empresa não se identificar direito, o que atrapalha o próprio reconhecimento de marca e as intenções de se aproximar dos clientes.

Cancelamento de inscrição

Outra forma de saber se os seus conteúdos enviados por email são relevantes e interessantes para a sua lista de contatos (segmentada ou não) é a taxa de cancelamento de inscrição.

Afinal, por que alguém aceitaria continuar recebendo emails que não fazem mais diferença para a pessoa?

Porém, vale a pena mencionar que esse indicador pode ser útil tanto para rever seus conteúdos quanto para "limpar" sua lista de contatos que não comprariam algo de você.

O cálculo pode ser feito dividindo a quantidade de descadastramentos pelo total da base de contatos no início do período analisado. Depois, multiple o resultado por 100 para ter obter o percentual.

ROI: Retorno sobre o Investimento

Por último, o "clímax" dos KPIs de email marketing é o Retorno Sobre o Investimento. Em outras palavras, o indicador apresenta o quão rentável a sua campanha é.

Para calcular este KPI, obtenha o total investido em suas estratégias e o dinheiro obtido das vendas por esses emails.

Guia: Indicadores de Vendas e Marketing

Com todo o conhecimento que você aprendeu até aqui, ficou claro a importância do email marketing para estratégias de vendas, certo?

Mas, muito além de acompanhar o desempenho de seus emails, é fundamental se atentar aos indicadores de vendas também para obter melhores resultados com a integração de marketing e vendas de sua empresa.

Mas, neste caso, quais KPI de vendas e marketing você deve usar? Descubra neste GUIA de indicadores de desempenho em vendas e marketing:

  • Entenda a relevância das áreas de Vendas e Marketing nas organizações;
  • Conheça os principais indicadores de vendas e marketing macro (finais) e micro (intermediários);
  • Fique por dentro dos principais tipos de KPI de vendas e marketing, outbound e inbound;
  • Confira outras indicações de materiais relacionados aos indicadores de desempenho em vendas e marketing;
  • Dicas para pôr tudo em prática, parar de fazer o mesmo e reformular suas atividades para atingir resultados.

Clique aqui para baixar nosso Guia Gratuito de Indicadores de Vendas e Marketing