Descubra os benefícios de utilizar informações para enviar campanhas que realmente convertem!

Quando falamos em dados para enviar e-mail marketing, vamos muito além da simples lista de contatos.

Informações demográficas (como idade e sexo) e comportamentais (como os dispositivos pelos quais seus contatos acessam o e-mail) são fundamentais para uma estratégia realmente efetiva.

Bônus: faça seu time alcançar a alta performance em vendas com nossa plataforma de CRM

O Agendor é uma plataforma de CRM e gestão comercial que funciona como um painel de controle e assistente pessoal para equipes de vendas B2B. Cadastre-se abaixo e ganhe um teste cortesia de 14 dias, com todos os recursos!

Esses dados permitem:

  • A segmentação de sua mensagem
  • O direcionamento das ações de marketing
  • A criação do conteúdo certo, no formato certo
  • A capacidade de otimizar cada ação.

Neste artigo, falaremos sobre a importância do e-mail marketing e sobre como utilizar os dados que você possui para gerar mais resultados. Continue a leitura!

Entenda a importância do e-mail marketing pelos seus números

Algumas pessoas podem afirmar que o e-mail está morrendo. Mas, enquanto alguns baseiam suas ações em achismos, outros buscam números para embasá-las. Por exemplo, você sabia que 92% dos adultos que utilizam a internet possuem e-mail? Ou que essa ferramenta possui a maior taxa de conversão, inclusive se comparada às redes sociais?

Enquanto esses dados comprovam a eficácia da ferramenta, outros deixam claro como ainda podemos explorá-la melhor. Por exemplo, apenas 39% dos varejos utilizam mensagens personalizadas via e-mail – isso, em uma realidade cuja personalização oferece 6 vezes mais resultados.

Tantos dados não servem para nada, se você não colocar a mão na massa! Por isso, preste atenção nas dicas abaixo e crie uma campanha vencedora!

Crie sua própria lista

Ao utilizar uma lista comprada, sua interação com potenciais consumidores fica totalmente prejudicada. Isso acontece por alguns motivos, dos quais podemos destacar dois principais:

  • Em uma lista comprada, as pessoas não concordaram em receber suas mensagens. Logo, você já começa a conversa como um intruso;
  • Listas compradas impedem que você crie uma relação próxima de seu potencial cliente e reduz a possibilidade de captar mais dados sobre eles.

Segmente suas mensagens

Na hora de enviar suas mensagens, personalize o conteúdo de acordo com a lista que receberá o e-mail. Você pode segmentar demograficamente ou com base em outras informações pertinentes. Se, por exemplo, sua mensagem tem como foco os gestores, ela não precisa ser enviada para colaboradores.

Para isso, utilize personas em sua estratégia e conte com ferramentas de automação — como o MailChimp e o RD Station — para transformar sua estratégia em uma máquina de vendas.

Veja como é simples integrar o Agendor ao RD Station: Aprendendo a integrar o RD Station com o Agendor

Mantenha a nutrição de seus leads

Leads são contatos comerciais adquiridos em uma estratégia de Inbound Marketing. Nem sempre os potenciais clientes estão prontos para comprar seu produto, uma vez que o timing pode não estar perfeito (eles podem, por exemplo, estar entrando de férias ou acabaram de fazer um grande investimento na empresa).

Mas, mesmo assim, jamais desista desses contatos. Utilize o e-mail como uma poderosa ferramenta de nutrição de leads, segmente as mensagens e ajude seu potencial consumidor a reconhecer e resolver seus principais problemas. Na hora de comprar ele certamente lembrará da sua marca!

Conheça mais sobre a jornada do cliente no post: Como usar a jornada do cliente para construir uma estratégia de vendas infalível

Quer receber mais informações exclusivas sobre o universo digital? Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades sobre e-mail marketing, Inbound Marketing e muito mais >> LinkedIn, Twitter, Facebook e Youtube.