Você já parou para pensar em quantas vendas está perdendo? Aqui está como resolver esse problema

Independente se a sua empresa é nova, ou nem tanto, todos nós só temos a perder se criamos um plano de vendas egoísta.

Muitas empresas funcionam com a tardia reflexão de que, agora que criamos o produto X, vamos descobrir como vender isso para potenciais compradores. Essa estratégia é um tanto quanto arriscada e, pode acabar gerando efeitos contrários.

OBS: Preparamos uma apresentação com as principais dicas desse artigo. Confira a apresentação clicando na imagem abaixo

Guia: como elaborar e implementar o processo de vendas

Elaborando e tirando o processo de vendas do papel para colocá-lo em prática


Confira o artigo na íntegra abaixo:

Desde que você inicia sua nova empresa com zero em vendas, você tem para onde ir, ou seja, o seu destino é ir para cima.

Pode parecer repetitivo, mas é muito importante não sair vendendo no improviso. É muito importante não sair pra rua sem saber o que fazer, ou sem saber com quem falar. Ou, principalmente, sem saber o que falar.

Por isso, nós implementamos planos para tornar o nosso modelo de vendas mais eficiente, mais confiável e mais adequado para o crescimento.

Sua empresa também vai se sobressair com um modelo de vendas previsível e forte. Muitas novas empresas enfrentam os mesmos problemas de vendas ou oportunidades perdidas. Focar nesses 3 tipos básicos de vendas pode ter um impacto substancial e rápido sobre o seu negócio.

Como ganhar as vendas que você anda perdendo

Como ganhar as vendas que você anda perdendo

#1. Conversão de tráfego existente

Investimos muito esforço para conquistar os visitantes em nossa empresa, para aprender mais sobre o que fazemos, sobre o que pensamos e como nosso produto pode tornar a vida das pessoas melhor. Mas, não se impressione com números mirabolantes.

Sabe aquele pequeno ditado, de que mais vale um pássaro na mão do que 2 voando? É mais ou menos isso. Mais vale uma taxa de conversão razoável para um site com um tráfego mediano, do que uma taxa ridícula de milhões de visualizações.

O seu site pode ser um gerador de leads para você. Não foque no seu número de visitas. Foque nos visitantes que convertem no seu site.

Repense os seus call to action e faça com que o seu público converta, preenchendo formulários de contato, inscrevendo-se para receber seus e-mails e seguindo você nas mídias sociais.

Você deve gastar algum dinheiro em estratégias para levar as pessoas até seu site, serviços, produtos e canais sociais.

Então, porque não repensar em seu site e entender como ele pode ser um gerador de leads para a equipe de vendas. Dessa maneira, o seu investimento online precisa reverter em geração de oportunidades de negócios.

#2. Reordenar os clientes existentes

Cerca de 1/4 de nossos clientes podem estar comentando sobre nosso produto na internet, seja na forma de comentários, recomendações ou em alguma conversa. Muitas vezes você nem sabe disso.

Mas, não estamos pensando apenas no que seus clientes estão falando. Uma coisa muito importante é saber o que os clientes estão dizendo sobre você.

Se você já tratou bem seus clientes, e seu produto ou serviço é bom, então a sua base de clientes existente é uma mina de ouro.

Os clientes existentes já entendem o valor do seu produto e da qualidade de seu serviço. Eles podem precisar um pouco de um lembrete para pedir outra vez.

Melhor ainda, a repetição de pedidos geralmente são maiores que o pedido inicial. Você já gastou dinheiro para adquirir esse cliente, então repetir as vendas tem um pequeno custo extra.

É como diz aquele famoso ditado sobre vendas, que é 100% verdade: o custo de um cliente novo é 10 vezes maior do que o de vender mais para o mesmo cliente.

Não se esqueça de cultivar seus clientes atuais.

Não se esqueça de cultivar seus clientes atuais.

3. Referências de clientes

Pense sobre essa afirmativa: o melhor argumento de vendas que você pode ter é receber a indicação de novos clientes de seus atuais clientes.

Estudo após estudo demonstra que a forma mais importante para conseguir um novo cliente é a partir da recomendação de um cliente existente.

Há confiança inerente e um relacionamento no encaminhamento de um amigo que mesmo o melhor vendedor ou um site não pode substituir.

Nós não estávamos pedindo aos nossos principais clientes quaisquer referências, nem nós oferecemos um incentivo para fazerem isso. Como resultado, perdemos muitas vendas.

Uma boa estratégia de referência começa com um produto sólido e um grande serviço ao cliente. Se você tem isso no fechamento, em seguida, é hora de pedir para seus clientes para encaminharem para outros clientes.

Você precisa fazer o processo de referência ser fácil e autêntico. Você deve oferecer um incentivo tanto para o seu cliente atual e o potencial cliente.

Um benefício monetário como um desconto ou produto grátis pode parecer proibitivamente caro, mas pode funcionar muito bem. Uma vez que um cliente que recomenda é mais leal e tem um valor de vida útil maior, então você vai ganhar de volta o seu investimento.

Faça das indicações de clientes um modelo de geração de oportunidades de vendas para aumentar a sua participação no mercado, sem precisar abusar da prospecção para abrir todas as portas para a sua empresa.

Não se esqueça de cultivar seus clientes atuais.

Não se esqueça de cultivar seus clientes atuais.

Integre seus esforços analógicos e digitais

Você precisa pensar em seu site como um vendedor. Precisa entender que ele é um vendedor que abre portas digitais, e entrega a bola para sua equipe de vendas.

Depois disso, o vendedor é responsável pelo relacionamento, pela qualificação, por ajudar no retorno sobre o investimento e, principalmente para criar uma rede de indicações dentro dos principais clientes da sua empresa, abrindo novas portas.

Fazer uma abordagem mais profunda de seu modelo de vendas não só vai levar a maiores receitas e crescimento. Levará a uma maior previsibilidade, melhor compreensão do que seus clientes realmente precisam e um negócio mais sustentável.

Implemente essas ideias em seu processo de vendas e una o útil ao agradável em sua rotina de vendas.