Estar presente no mundo digital é essencial para sobreviver em um mercado de tamanha competitividade!

O marketing digital é o conjunto de ações de comunicação que uma empresa pode realizar através da internet para divulgar seus produtos, fortalecer sua marca e expandir sua carteira de clientes.

Em um momento como o atual, em que realidade e mundo virtual se confundem cada vez mais (por força do fenômeno da mobilidade, da transformação digital e das mídias sociais), as mais bem-sucedidas estratégias de vendas são as que usam técnicas de marketing digital.

O fluxo de informação na web alcança tráfegos exponenciais.

Isso significa que, mesmo com pouco investimento, é possível alcançar seu público-alvo em uma velocidade e escala incomparáveis em relação aos métodos tradicionais de captação de clientes.

A internet se tornou o 3º veículo de maior alcance no Brasil, atrás apenas da TV e muito próxima do rádio.

Estar presente no mundo digital é, portanto, essencial para sobreviver em um mercado de tamanha competitividade.

E foi pensando nisso que decidimos apresentar a você, nas próximas linhas, 5 formas imbatíveis de usar o marketing digital para vendas.

4 formas de melhorar seus resultados de vendas com marketing digital

4 formas de melhorar seus resultados de vendas com marketing digital

Como usar o marketing digital para vendas

1- Transmita credibilidade e posicione-se bem nos motores de busca

Criação de conteúdo relevante e constante é essencial para engajar seus clientes já existentes, atrair novos consumidores, além de desenvolver uma percepção positiva de sua marca, o que, fatalmente, será convertido para melhorar seus resultados de vendas.

O trabalho especializado com conteúdo rico é um dos mais importantes no marketing digital, mas deve, preferencialmente, ser executado por empresas especialistas em conteúdo.

Elas saberão diagnosticar com precisão o público-alvo do seu negócio e como atrai-lo por meio das estratégias digitais, como SEO e links patrocinados.

Descubra o marketing de conteúdo

Os consumidores estão cada vez mais conscientes do seu papel de protagonistas nos processos de tomada de decisão de compras.

Uma revolução possível com a internet e o motivo pelo qual as empresas vêm investindo cada vez mais na construção de uma presença de marketing digital para vendas.

Ainda que a importância desse trabalho de ganho de visibilidade através da produção e divulgação de conteúdos relevantes seja óbvia para as equipes de marketing, ela nem sempre é tão clara para a equipe de vendas.

Marketing e vendas precisam alinhar essa perspectiva.

Mostraremos a seguir como o marketing de conteúdo, braço direito do marketing digital para vendas, pode ajudar seus times de marketing e vendas a ter mais sucesso!

Veja aqui cinco razões pelas quais sua equipe de vendas deve abraçar o marketing de conteúdo:

marketing digital para vendas

5 razões pelas quais vendas deve abraçar o marketing de conteúdo

1- Mais possibilidades de vendas

O marketing de conteúdo é uma verdadeira arma na hora de atrair e cativar clientes em potencial para uma empresa.

Isso porque estando abastecido de materiais de qualidade, o site e o blog da sua empresa tendem a ter um bom posicionamento frente aos mecanismos de busca como o Google, por exemplo.

Esse posicionamento possibilita a geração orgânica (totalmente grátis e espontânea) de novos leads, o que representa um aumento real nas possibilidades de vendas para seu time.

2- Menos tempo gasto com atendimento e redução do custo de aquisição de clientes (CAC)

Outro benefício que o marketing de conteúdo traz à equipe de vendas é a possibilidade de redução do custo de aquisição de clientes graças a um atendimento mais prático e rápido.

Como isso é possível?

Lembre-se de que uma das principais funções do conteúdo é educar e conduzir clientes em potencial por todas as fases do funil de vendas (atração, conversão, nutrição de leads e compra).

Isso poupará sua equipe de vendas do trabalho de ter que provar o valor do produto e da empresa ao prospect.

Na prática, o cliente em potencial chega ao vendedor com suas principais dúvidas — tanto sobre o produto quanto sobre a empresa — já sanadas.

E é justamente por isso que há uma redução no tempo gasto com o atendimento.

Uma coisa é certa: conteúdo de qualidade gera leads mais preparados para se tornarem clientes.

Isso significa redução no tempo gasto com atendimento e, claro, um aumento na produtividade gerado pelo marketing digital para vendas.

3- Time de vendedores mais capacitado

Assim como ocorre com seus leads, o conteúdo de qualidade ensina, evangeliza, educa e treina o time vendas para falar a “língua da empresa”.

E para que isso aconteça as equipes de marketing e vendas devem caminhar juntas.

Especialmente na hora de fazer um levantamento das principais questões, dúvidas e interesses do público da empresa.

4- Vendas mais fáceis

Como dissemos lá em cima, o marketing de conteúdo tem o poder de atrair e também de ensinar aos leads todas as características, funções e vantagens dos produtos ou serviços oferecidos por sua empresa.

É por isso que sempre é considerado ente as estratégias de marketing digital para vendas.

Esse contato prévio representa uma redução nas possíveis objeções que um cliente pode ter, sejam elas relacionadas à empresa ou ao produto ou serviço.

Para a equipe de vendas, isso significa prospects mais preparados para a compra e vendas mais fáceis!

5- Redução de trabalho no pós-venda

E como o relacionamento com o cliente não termina quando a compra é concluída, o marketing de conteúdo beneficiará seu time de vendedores contribuindo também com a redução do seu trabalho no pós-venda.

A produção e divulgação de conteúdos relevantes para os contatos que já se tornaram clientes da sua empresa é uma ótima maneira de evitar possíveis problemas após a aquisição do produto ou serviço.

E você, já investe em marketing de conteúdo?

Como ele beneficia seu time de vendas?

Ele está entre suas táticas de marketing digital para vendas?

Veja mais: O que é Inbound Marketing e Sales e como escalam vendas

2- Invista no e-mail marketing

Um e-mail marketing bem feito possui altas taxas de leitura, além de permitir que a empresa crie uma sintonia afetiva com seus clientes.

Os e-mails devem ser mensais ou quinzenais, a fim de não desgastar a imagem da empresa. Eles também devem ser leves, sem arquivos pesados para serem baixados e com conteúdo relevante.

Não se esqueça, ainda, de criar um canal opt-out (link para descadastramento), a fim de que os recebedores tenham a opção de sair da lista a qualquer momento.

Confira: Tire vantagem de sua base de dados para enviar e-mail marketing

3- Seja ativo nas redes sociais

Um estudo recente da consultoria Strategy Analytics mostrou que cerca de 2 bilhões de pessoas no mundo possuem conta em ao menos um canal de mídia social.

Para se ter uma ideia do poder de alcance desses meios de comunicação, só o Facebook possui cerca de 83 milhões de contas abertas no Brasil.

Esses números sugerem a amplitude de alcance de um bom trabalho junto às redes sociais.

Crie diversas contas em múltiplos canais e gerencie-as com frequência.

Estimule seus seguidores a viralizarem os conteúdos postados nas páginas de sua empresa.

Promoções e ações personalizadas são boas formas de conseguir esse nível de engajamento e aumentar suas vendas no médio prazo.

Veja também: Saiba como usar LinkedIn para vender e descubra um ótimo caminho para chegar a seus clientes

4- O remarketing mostra que uma venda não é perdida na primeira tentativa

Use esse recurso de marketing digital para vendas para reconquistar seus futuros e atuais clientes.

Entender o que é remarketing não é difícil.

Trata-se de comunicar, anunciar ou começar um novo contato com uma pessoa que demonstrou interesse em alguma de suas ofertas.

É como uma segunda chance para não perder um potencial cliente que ficou a um empurrãozinho de comprar.

Essa tática de marketing digital para vendas também pode ser usada para clientes que já converteram, principalmente para fazer upsells e cross-sells.

Agora que você tem em mente o conceito de remarketing, vamos detalhar onde ele pode ser aplicado.

Veja as vantagens desse recurso e por que ele é tão essencial.

marketing digital para vendas

Onde ele pode ser utilizado

O remarketing pode ser aplicado tanto no ambiente off-line quanto no online.

No segundo, costuma ser mais usado especialmente pela facilidade das ferramentas que automatizam esse trabalho.

No “mundo físico”, uma tática de remarketing comum seria o telefonema de algum vendedor para um visitante que deixou seu contato no cadastro de clientes.

É importante que esse potencial comprador tenha demonstrado anteriormente um interesse de compra.

Já no “mundo virtual”, as ações de remarketing são vistas em anúncios em sites, redes sociais, blogs e em e-mails marketing.

Para efetivar essa estratégia der marketing digital para vendas, as empresas usam plataformas especializadas na automação desse processo.

Por exemplo: Google Adwords e Bing Ads.

Assim, os consumidores que visitaram um site ou abandonaram um carrinho de compras em um e-commerce podem ser novamente impactados e convencidos a mudar de ideia.

Benefícios do Remarketing
Anúncios destinados às pessoas certas

O remarketing é uma das estratégias de marketing digital para vendas mais assertivas que existem.

As plataformas trabalham com códigos que, ao serem inseridos em páginas específicas de um site, podem registrar dados de acesso, como o tempo de permanência na página e o IP do usuário.

Essas informações são usadas para os anúncios serem direcionados de modo mais inteligente.

Assim, você pode ofertar um produto que um visitante viu em seu site, enquanto ele acessa sua rede social, por exemplo.

Isso torna o remarketing a ferramenta capaz de levar a mensagem correta no melhor momento e para o público certo.

Recuperação de carrinhos abandonados

A desistência de compras no mercado virtual é um dos principais problemas enfrentados pelas empresas.

Um relatório da Ve Interactive revelou que, no primeiro trimestre de 2015, a média de carrinhos abandonados nos e-commerces brasileiros era de 83,73%.

marketing digital para vendas

No primeiro trimestre de 2015, a média de carrinhos abandonados nos e-commerces brasileiros era de 83,73%

As justificativas podem variar em função do valor do frete, da falta de descontos, das condições de pagamento, entre outros motivos.

Se você já sabe o que é o remarketing, tem ideia de que ele foi feito exatamente para não perder essas oportunidades de negócio.

Quer um exemplo?

Entre em seu e-mail ou em uma de suas redes sociais, provavelmente, você vai ver que lá existe algum anúncio ou e-mail marketing de uma loja virtual da qual, em algum momento, desistiu de comprar um produto.

Reaquecimento de intenções de compra

É um benefício que segue a linha do tópico anterior.

Esse ponto, em especial, é para destacar que o remarketing não é usado apenas para reforçar as chances de compra de um ‘quase cliente’.

Para ter uma ideia melhor, uma pesquisa da Forrester, com uma análise de esfera global, apontou que 96% dos visitantes que acessam um site pela primeira vez saem sem converter.

Muitas vezes, o usuário ainda está conhecendo o site, pesquisando os produtos, comparando os preços e ainda não possui o interesse imediato de compra.

Nesse caso, o remarketing pode ser usado para lembrar essa pessoa que sua loja ainda conta com os produtos dos quais ela uma vez procurou e possa ter esquecido.

Aumento nas vendas

Por fim, vale destacar a consequência natural de todo o processo de remarketing como estratégia de marketing digital para vendas.

Uma venda não concretizada em um determinado momento não significa que seja uma venda perdida.

É nessa ideia que o remarketing trabalha, fazendo as empresas gerarem mais receitas a partir de uma segunda chance para conquistar os mesmos clientes.

Para saber mais sobre remarketing, confira este vídeo curtinho e bastante esclarecedor: O que é remarketing.

5- Aposte em ferramentas eletrônicas de criação e controle de processos comerciais

Antes de agregar novos clientes, é necessário manter e engajar os que sua empresa já possui.

Por isso, manter um controle rígido sobre o histórico de seus clientes, a fim de acompanhar de perto as negociações existentes e ter acesso a relatórios e gráficos de vendas, é fator essencial.

Isso ajuda a conhecer bem seu nicho e, a partir daí, elaborar um plano de marketing digital para vendas voltado à captação de novos consumidores.

Os objetivos do marketing são:

  • Maximizar os objetivos da organização tendo em vista variáveis externas não-controláveis;
  • Desenvolver eficientes estratégias de mercado que potencializem a capacidade empresarial de captar novos clientes;
  • Consolidar os já existentes.

Nesse prisma, o marketing digital para vendas vem se consolidando como uma fonte obrigatória de amplificação do poderio corporativo.

Trata-se de um meio eficaz de comunicação de baixo custo (em comparação com o marketing tradicional, tais como rádio, TV, revistas e jornais), além de se propagar de forma global.

Em meio a um momento em que as realidades orgânica e digital se confundem cada vez mais no dia a dia das pessoas, se abster de utilizar a internet e o “mundo mobile” para alcançar seus potenciais consumidores e melhorar seus resultados de vendas não é nada recomendável!

Já está pronto para melhorar os seus resultados usando o marketing digital para vendas?

Por onde você pretende começar?

Se quiser mais dicas de como vender mais, seja com marketing digital para vendas ou outras formas, baixe nosso e-book gratuito: Guia: como ser mais produtivo e eficiente nas vendas