É provável que você tenha ouvido falar, mas será que realmente sabe o que é previsão de faturamento e como realizar esse atividade dentro do seu negócio?

A projeção de fluxo de caixa, que analisa quanto de dinheiro pode entrar e sair da empresa durante um período determinado de tempo, geralmente um ano, faz parte do processo de como fazer previsão de faturamento.

Pequenas, médias e grandes empresas devem realizar a previsão de faturamento para:

Kit: Indicadores de desempenho

O guia completo para medir os indicadores de desempenho da sua equipe de vendas


  • organizarem suas finanças;
  • evitar riscos financeiros;
  • realizarem o pagamento de suas despesas em dia;
  • criar reservas;
  • garantir capital de giro suficiente para a manutenção do negócio;
  • realizar investimentos que farão o negócio prosperar ainda mais.

Está sem tempo para ler o conteúdo? Gostaria de poder acompanhá-lo enquanto dirige, caminha ou realiza outra atividade? Então não perca tempo e ouça este artigo na íntegra. Basta clicar no play! Agradecemos o seu feedback nos comentários 🙂

Você sabia que menos de 11% das empresas fazem qualquer tipo de previsibilidade financeira?

Muitos são os riscos de seguir esse tipo de comportamento empresarial. Pensando em ajudar você a evitá-los, criamos um artigo completo que esclarece questões como:

  • o que é previsão de faturamento;
  • como fazer previsão de faturamento;
  • dicas gerais sobre o que lembrar ao fazer a projeção de faturamento para o seu negócio.

O que é previsão de faturamento?

Segundo o site do Sebrae, faturamento é “a soma dos valores arrecadados por uma empresa pela realização de sua atividade comercial. Seja vendendo bens ou prestando serviços a terceiros”.

Com isso em mente, a previsão de faturamento, como o próprio nome sugere, é um estudo que busca prever qual a quantia de dinheiro que uma empresa irá receber ao longo de um período pré-determinado por meio de suas vendas.

Essa previsão não é feita por meio de bola de cristal ou jogo de cartas. Trata-se da análise de diferentes fatores relacionados à organização, tais como:

  • histórico de vendas de anos anteriores;
  • capital de investimento;
  • retorno sobre investimento esperado para cada aplicação feita pela negócio;
  • análise de fluxo de caixa, e por aí vai!

A previsão de faturamento também é necessária para financiar futuras expansões e capital de giro.

Essa análise ajuda a empresa a fazer uma gestão financeira estratégica que condiza com sua realidade.

Isso é fundamentalmente importante a atenção da equipe que irá realizar a execução da projeção de faturamento. Não apenas para empresa não superestimar sua capacidade de faturamento, como também para ela não subestimar o mesmo atributo.

Empresas que subestimam sua capacidade de gerar recursos podem:

  • solicitar empréstimos desnecessários;
  • reduzir a injeção de capital em ações de crescimento;
  • cortar despesas que na verdade seriam investimento.

Tudo isso é tão prejudicial ao negócio quanto a incapacidade de arcar com despesas do dia a dia.

Periodicidade para a projeção de faturamento: mensal, semestral e anual. Dividindo assim é mais fácil realizar a gestão e organizar desvios.

Como fazer previsão de faturamento? Entenda o passo a passo

A área financeira de uma empresa é, sem dúvidas, uma das mais relevantes para qualquer tipo de negócio. Sem capital uma empresa não consegue arcar com seus custos operacionais, não é capaz de comprar produtos para estoque e manter as atividades básicas do dia a dia.

Então, antes de tomar qualquer decisão sobre investimentos, custos e reservas é preciso realizar uma previsão de faturamento para entender quanto capital irá entrar em seu caixa. Posteriormente, esse valor será comparado ao capital que você precisa para cobrir suas despesas, também previstas. Esses valores serão então comparados. 

Entretanto, antes de passarmos para o passo a passo de como fazer previsão de faturamento é importante que você esteja ciente de que dificilmente você acertará em 100% seu plano. Alguns especialistas consideram um bom resultado uma variação de 5% geral.

Com tudo isso em mente, agora sim um passo a passo de como fazer projeção de faturamento e fluxo de caixa. 

1. Visualize a empresa e seus objetivos para o período 

Para começo de conversa você vai precisar de dados financeiros para fazer sua previsão de faturamento. 

Caso sua empresa tenha gestores em diferentes áreas é importante conversar com cada um sobre o que é previsão de faturamento e sua importância. 

Gestores de marketing precisam apresentar suas metas de ROI, por exemplo. Esse tipo de informação impacta diretamente no caixa da empresa. Afinal com ações de marketing mais efetivas o volume de entradas nos caixas tende a aumentar.

É preciso que, nesta etapa, você considere tudo o que pode afetar o faturamento seja para mais ou para menos. Por exemplo:

  • sua empresa pretende ampliar o investimento em marketing?
  • existem planos de abrir um novo canal de vendas?
  • faz parte dos objetivos da empresa contratar mais vendedores?

Esses são exemplos de elementos que podem ampliar o faturamento da empresa, por isso devem constar no mapeamento para construção da projeção de faturamento.

Por exemplo, quantos clientes novos você pretende conquistar ao inserir mais um membro na equipe de vendas? Qual a faturamento isso vai gerar.

Muitos gestores se apegam apenas ao histórico de vendas, mas lembre-se que a previsão de faturamento é mais sobre o futuro do que sobre o passado. 

Atenção: além dos investimentos internos, considere a situação econômica atual, a entrada de novas empresas no seu nicho, novas funcionalidades e outros elementos externos que podem impactar seus resultados.

2. Tenha em mãos o histórico de faturamento

Parece contraditório visto o que acabamos de falar, mas não é. O histórico de faturamento não deve ser a única, mas deve ser uma das ferramentas para a criação de uma projeção de faturamento ideal. Só assim, itens como a sazonalidade de vendas, por exemplo, podem ser considerados.

3. Considere os objetivos financeiros da empresa

Uma das formas de realizar a projeção de faturamento é usar como base quanto você espera ganhar a cada mês.

Uma empresa que deseja alcançar um faturamento de R$100 mil por mês pode e deve usar esse valor para auxiliar na previsão de faturamento. É importante entretanto que o desejo de faturar R$ 100 mil mensais esteja condizente com:

  • histórico da empresa – dificilmente uma empresa que faturava no ano anterior R$ 20 mil mensais vai saltar para um faturamento de R$ 100 mil, a não ser que haja um investidor por trás;
  • nicho de mercado;
  • previsão de vendas;
  • capacidade de investimento em marketing e canais de venda;
  • capacidade de atender a um volume de vendas tão expressivo etc.

3. Considere o fluxo de caixa

Receita é um sinônimo para faturamento, enquanto fluxo de caixa é uma ferramenta de controle financeiro, que considera receita e despesas.

O fluxo de caixa é um indicador de liquidez da empresa. Ele mede se o volume de capital que está entrando ou saindo da empresa em um período resulta em um saldo positivo ou negativo. Ou seja, se tem mais dinheiro entrando do que saindo ou o contrário.

Fazer a previsão de fluxo de caixa é um dos passos para fazer a previsão de faturamento completa e que realmente servirá para o dia a dia da empresa. Afinal, ter um faturamento altíssimo não quer dizer que sua empresa está saudável, afinal, ela também pode ter custos elevados demais.

Inclua custos fixos e variáveis. Busque definir qual o gasto extra você terá com um maior faturamento, por exemplo, sua empresa precisará de mais atendentes se a loja começar a ficar muito cheia? Você terá mais gastos com fornecedores? 

Entre os custos variáveis estão:

A projeção de fluxo de caixa em conjunto com a previsão de faturamento oferece uma visão muito mais estratégica do negócio e a capacidade de crescimento que ele apresenta.

Por isso concentre-se para garantir que está se lembrando de todos os custos do negócio. Custos operacionais como papelaria e equipe de limpeza também devem ser considerados.

Garanta que a atualização do fluxo de caixa na coluna de entradas financeiras também seja realizada de maneira meticulosa.

Todo o dinheiro que entrar na organização deve estar presente neste documento, seja:

  • aporte financeiro dos sócios;
  • empréstimos;
  • capital de investidores;
  • dinheiro na conta bancária e mais.

previsão de faturamento

4. Outras previsões necessárias

Como você está vendo durante esta artigo, a previsão de faturamento isolada não é uma resposta suficiente para nenhuma empresa, isso porque toda empresa tem dois lados que andam juntos: receitas e despesas. Por isso, além da previsão de faturamento, realize também:

5. Monitore os resultados

Assim como qualquer outro planejamento que você realize para sua empresa, você não deve fazer projeção de faturamento e colocá-la no fundo da gaveta. 

Sua plano deve estar sempre em mãos e deve ser constantemente revisto. A primeira razão para isso é acompanhar se o que você projetou foi realmente realizado. Mas esse não é o único motivo.

Despesas inesperadas acontecem em qualquer empresa, assim como vendas acima do esperado. Entre os elementos “surpresa” que podem mudar o resultado de sua projeção de faturamento estão:

Ao atualizar suas previsões, você poderá ver quando sua empresa pode precisar de algum dinheiro extra e tomar providências para obtê-lo antes de ficar desesperado. Isso garante que sua empresa sobreviva a longo prazo.

Continue realizando o acompanhamento de vendas e seus resultados para identificar se seus planos podem se manter no mesmo caminho ou devem mudar de direção.

previsao-de-faturamento

Benefícios da previsão de faturamento para sua empresa

Previsão de faturamento é um indicador de venda claro e direto, muito valioso para empresas de todos os portes e setores. Ao longo deste artigo vimos também como sua aliança à projeção de fluxo de caixa pode ser ainda mais benéfica ao negócio. Entretanto, mesmo após o passo a passo de como fazer projeção de faturamento alguns empreendedores, principalmente os menores, se perguntam se realmente vale a pena ter todo esse trabalho para a criação de uma previsão de receitas.

É claro que o trabalho vale a pena!

Como dissemos logo no início deste artigo, a área financeira é uma das mais delicadas em uma empresa e quanto mais informações você, como empreendedor, tiver em mãos, mais certeiras serão suas decisões. Isso, por si só, amplia o capital e reduz desperdícios.

Mas se “apenas” isso não basta para te convencer, a seguir, elencamos outras vantagens que negócios que realizam a previsão de faturamento e de fluxo de caixa têm acesso. Acompanhe!

Reduza gastos

Como dissemos acima, não adianta contar com um faturamento elevado se seus custos, variáveis ou fixos, estão consumindo toda a receita. 

Uma das etapas de como reduzir custos nas empresas é a análise do fluxo de caixa. Com ele você identifica quais são as principais razões do capital estar saindo da empresa. Ou seja, onde você está gastando mais.

Entender isso vai possibilitar uma análise estratégica de quais despesas podem ser reduzidas, evitando que você “corte” investimentos importantes para a manutenção do crescimento do negócio.

Nesse ponto é importante entender a diferença entre gastos e investimentos. 

Identifique as ameças financeiras com antecedência

Quando você sabe que vai chover você não pode impedir a chuva, mas pode usar uma sombrinha para evitar se molhar, correto?

Quando sua empresa faz o acompanhamento da previsão de faturamento e do fluxo de caixa fica muito mais fácil identificar quando a “chuva” vai chegar e assim providenciar a sombrinha ideal para a tempestade não te afetar. Entretanto, em negócios, algumas “chuvas” podem ser previstas e impedidas de chegar. Para isso é preciso que sua empresa lide com dados e saiba lê-los.

Perceber uma queda de vendas durante dois meses que costumam de um bom volume de negócios ou identificar a saída de mais de um cliente estratégico para seu negócio em um curto espaço de tempo, pode fazer você abrir os olhos para evitar uma chuva forte que balance muito seu negócio.

Resumindo a previsão de faturamento e o fluxo de caixa permitem que você identifique problemas antes que eles realmente aconteçam. Isso permite que você tenha tempo para tomar decisões e evitar uma crise.

Apoio ao crescimento e expansão da empresa

Ao contrário do que algumas pessoas pensam, a projeção de faturamento não deve ser feita apenas quando há problemas financeiros na empresa. Ao contrário ela é fundamental para a gestão do seu negócio em qualquer momento pelo qual ele esteja passando.

Uma empresa que deseja continuar crescendo deve ter um bom controle de seu planejamento financeiro para criar bases sólidas de crescimento sustentável.

Resumindo, isso quer dizer que antes de tomar decisões sobre investimentos a serem realizados é preciso fazer e consultar a previsão de receita e o fluxo de caixa, para entender se o momento ideal chegou.

Tudo isso fazer parte, não apenas da gestão financeira, mas também da gestão de risco de empresas responsáveis.

Entender os benefícios da previsão de faturamento vai ajudar você a ter a motivação necessária para colocar todas essas etapas em prática.

Realmente todo esse processo parece bastante difícil e complicado, mas ao começar a realizar o levantamento você vai ver como conhecer mais sobre seu negócio pode oferecer insights valiosos para a empresa.

Se você quer diminuir o trabalho, uma sugestão é contratar uma consultoria que seja especializada em gestão financeira empresarial. Assim você otimiza seu tempo e conta com um serviço de qualidade.

De qualquer forma, o monitoramento de resultados é uma atividade da qual o empreendedor deve se manter consciente, assim como das metas e objetivos da empresa. Se você ainda tem dúvidas sobre como definir os resultados que deseja alcançar com seu negócio, indicamos a leitura do artigo; Como estipular metas de vendas ambiciosas?”.

Sua empresa já faz a previsão de faturamento? Que resultados essa prática trouxe para você e sua equipe? Não deixe de compartilhar nos comentários!