Você sabe quais são as funcionalidades certas que um bom sistema para controle de vendas deve ter? Veja as nossa dicas

Ter um sistema de controle de vendas (como um CRM) na sua empresa é de suma importância. Porque os gestores de vendas têm tantas responsabilidades e atividades que, muitas vezes, se sentem sobrecarregados e sem direção.

Está sem tempo para ler o conteúdo? Gostaria de poder acompanhá-lo enquanto dirige, caminha ou realiza outra atividade? Então não perca tempo e ouça este artigo na íntegra. Basta clicar no play! Agradecemos o seu feedback nos comentários 🙂

Bônus: faça seu time alcançar a alta performance em vendas com nossa plataforma de CRM

O Agendor é uma plataforma de CRM e gestão comercial que funciona como um painel de controle e assistente pessoal para equipes de vendas B2B. Cadastre-se abaixo e ganhe um teste cortesia de 14 dias, com todos os recursos!

Relatórios genéricos e vagos podem dar uma ideia de crescimento, mas só podemos conhecer a fundo os resultados da empresa se tivermos em mãos um relatório confiável com números, performances e métricas exatas.

Neste post você conhecerá algumas funcionalidades fundamentais para um bom sistema de vendas e, além disso, como escolher o melhor para sua empresa.

Veja também: Sistema comercial: entenda o que é e como ele ajuda os negócios da empresa

A importância de contar com um bom sistema de controle de vendas

Sabemos que a forma mais eficiente para alcançar os resultados de vendas é ter uma ferramenta para o controle das vendas adequada.

Mas como escolher, entre tantos softwares para controle de vendas, o que mais se encaixa nas suas necessidades como gestor comercial?

  • O que mais vai ajudar o seu time a alcançar as metas?
  • O que mais combina com a sua visão empresarial?
  • O que tem um custo acessível?
  • O que é de fácil implementação e requer pouco?

É Simples! Nós fizemos todo o trabalho árduo para você. Confira esse pequeno guia de como escolher o programa para controle de vendas ideal para o seu negócio.

Um bom sistema de controle de vendas é aquele que deixa todos satisfeitos:

  • Você, o gestor de vendas: através dos relatórios emitidos que lhe dão uma visão verdadeira da realidade.
  • A sua equipe de vendas: através de uma orientação direcionada para números que melhorem sua produtividade e suas vendas.

Para isso selecionamos 4 funcionalidades primordiais que todo software de controle de vendas deve ter, confira!

Leia mais: Checklist: Como escolher um sistema de cadastro de clientes

As 4 funcionalidades principais de um sistema de controle de vendas

Um sistema de controle de vendas pode ter muito mais funcionalidades do que estas, no entanto, separamos as quatro fundamentais para que você possa ficar atento a elas na hora de escolher o sistema comercial perfeito para o seu negócio.

funcionalidades de um sistema de controle de vendas

1. Controle de clientes

Hoje em dia os clientes procuram muito mais que preços baixos na hora de escolher a empresa onde vão investir seu dinheiro. Um atendimento diferenciado, onde ele sinta que não é apenas mais um para a empresa, faz a diferença no momento da fidelização.

Um bom software de vendas centraliza o cadastro de clientes, permitindo, assim, o fácil acesso por toda a equipe. Dessa forma, o atendimento fica bem mais personalizado e rápido, deixando os clientes mais satisfeitos.

Outro ponto que muitos vendedores pecam é pensar que o processo de vendas acaba com o fechamento de um negócio. Na verdade, esse é só o início de um longo relacionamento.

Sua tarefa como gestor da área de vendas é encontrar uma maneira de lembrar seus vendedores de que não é bem assim!

O relacionamento com o cliente vai bem além do fechamento da venda, o cliente precisa ser convencido de que fez a melhor escolha e que a sua empresa é a melhor empresa para solucionar o seu problema.

Sem isso, esse pode se tornar um cliente de uma compra só!

O pós-venda é essencial, já que com ele existe a possibilidade de realizar um up-selling – vender mais funcionalidades do produto ou serviço ao cliente, ou um cross-selling – vender um produto ou serviço complementar a ele. Sem falar nas indicações que ele pode lhe fornecer, gerando novos clientes!

Só que para indicar sua empresa, seus produtos ou serviços, o cliente precisa estar muito satisfeito com ela, concorda?

Um bom sistema de controle de vendas enviará lembretes aos vendedores sobre os próximos passos a serem tomados no processo de vendas. E, assim, não esquecerão nenhum compromisso agendado com o cliente ou providência solicitada por ele.

sistema de controle de vendas

Quais são as características que um sistema para controle de vendas eficiente deve ter?

2. Comunicação interna entre a equipe

Não é suficiente ter apenas a pretensão de melhorar a comunicação interna em sua empresa, mas sim possuir funcionalidades que, de forma prática, ampliam a transmissão de informações entre seu time. Algumas delas são:

Agendar lembretes para sua equipe comercial

Marcou uma reunião? Estabeleceu uma deadline? O cliente pediu uma proposta? Alerte sua equipe de vendas através de uma ferramenta intuitiva. Um bom sistema de controle de vendas deve enviar lembretes para todos da equipe, via e-mail, notificação no celular e pelo próprio sistema.

sistema de controle de vendas

Visualizar tarefas e prazos em forma de calendário

Visualize as tarefas de todos, além do seu andamento, em forma de calendário – tudo fica bem mais simples e claro para todos. Entendemos muito melhor aquilo que conseguimos visualizar com clareza e objetividade!

sistema de controle de vendas

Centralizar a troca de e-mails entre os funcionários e os clientes

Todos nós já passamos por aquele momento em que necessitávamos de uma informação e ela estava perdida em algum e-mail, em alguma pasta, em alguma data.

Otimize o seu tempo e reúna todas as informações em um só lugar, em seu software para controle de vendas.

3. Fácil visualização de negócios em fechamento

Um sistema de controle de vendas ideal é aquele que analisa automaticamente as métricas, fornece os relatórios com detalhes e tem todas as informações centralizadas dos clientes em um só lugar.

sistema de controle de vendas

E, com isso, ele consegue identificar automaticamente onde estão as possibilidades mais picantes de fechamento de um negócio!

Isso auxilia e muito o trabalho do seu time de vendas, pois ele poderá investir seus esforços exatamente onde farão mais efeito e trarão os melhores resultados para a sus empresa.

4. Análise dos resultados dos negócios

Essa é uma das funcionalidades mais procuradas pelos gestores da área de vendas.

Porque com as métricas bem definidas e um processo devidamente estruturado, é possível avaliar as performances coletivas e individuais de cada vendedor, projetar e ler os números e, com isso, determinar melhorias, caso necessário.

Métricas de vendas não são somente sobre conversão de vendas.

Existem muitos outros indicadores de desempenho que precisam ser analisados em uma área comercial que deseja trabalhar com  eficiência.

Por isso, conheça outras métricas essenciais que podem ser medidas com a ajuda de uma ferramenta de vendas.

5 indicadores de desempenho de vendas

1- Taxas de conversão

A conversão de leads (pessoas que já demonstraram algum interesse em sua empresa e deixaram uma forma de contato) é essencial para a boa saúde do seu negócio.

O conhecimento das taxas de conversão ao longo do processo de vendas permite que você identifique onde estão as oportunidades de melhoria, além de fazer previsões de vendas mais corretas.

Saber exatamente quantos potenciais clientes foram transformados em clientes de fato é importante para saber onde e como centralizar esforços. Conheça seu funil de vendas!

Veja mais: Quais são as taxas de conversão de clientes mais comuns?

2- Valor médio da transação

Também chamado de ticket médio. Quanto, por média, cada cliente gasta na sua empresa em cada compra? Pode ser mais vantajoso concentrar esforços em aumentar esse valor do que em captar novos clientes! Você só saberá qual a melhor tática analisando esses números com cuidado.

Veja mais: O que é ticket médio e como entender isso vai melhorar suas vendas

3- CAC – Custo de aquisição do cliente

Será que o custo para trazer um cliente novo é maior que o lucro que este cliente traz?

Por questões administrativas, divulgação, marketing, entre outros, este valor pode estar muito alto ou talvez muito baixo. Analise essa métrica periodicamente para direcionar seus esforços.

Para achar o custo de aquisição do cliente você deve somar todos os custos de vendas e marketing de um determinado período e dividir pelo número de clientes conquistados nesse mesmo período.

Veja mais: Custo de Aquisição de Clientes: porque é importante mantê-lo sob controle

4- Número de vendas por vendedor

Analisar quem na equipe de vendas está indo bem e quem precisa melhorar é essencial para atingir a meta de vendas de sua equipe.

Também é saudável que os próprios vendedores visualizem como estão indo, em comparação aos seus colegas!

5- LT V – Lifetime Value

Lifetine Value é conhecido em português como Valor do Tempo de Vida do Cliente.

Pode até parecer um conceito complexo, mas, na verdade, é mais simples de se entender do que você imagina.

Trata-se do valor monetário que um cliente deixa para a empresa ao ongo de todo o seu relacionamento com ela.

O LTV pode ser calculado de forma individual para clientes específicos, com o objetivo de compará-los, como também o LTV médio, para que a empresa tenha noção de quanto ganha, ao longo do tempo, ao adquirir um novo cliente.

Em empresas de renda recorrente, como SaaS (que vendem softwares como serviços por assinatura) o cálculo do LTV pode ser feito multiplicando o valor da assinatura mensal do serviço da empresa pelo número médio de meses que um cliente se mantem fiel a empresa.

Veja mais: O que é LTV: entenda essa métrica e sua importância para o negócio

6- Churn Rate ou taxa de desistência

Também muito importante para empresas SaaS e outras que contam com receitas recorrentes, como escolas e academias, a taxa de churn mede a porcentagem de clientes que desistiram da empresa em determinado período de tempo.

Para chegar a esse número, divida o número de clientes que cancelaram sua assinatura do serviço da empresa em dado período de tempo pelo número de clientes que a empresa contava no início desse período e multiplique por 100, assim, você achará uma porcentagem.

Veja mais: Churn Rate: sinal de alerta para a perda de clientes

Controlar as vendas e a equipe comercial é planejar e saber exatamente como executar esse planejamento.

Por isso, ajude a sua equipe de vendas adquirindo o melhor sistema de controle de vendas para seu negócio, formalizando e sistematizando todas as tarefas para o aperfeiçoamento eficaz de todos os processos de sua empresa.

Meça performances, resultados e números, tudo isso deixando seu cliente cada vez mais satisfeito.Conheça a CRM, o sistema de controle de vendas grátis do Agendor, e compare as funcionalidades que ele possui com as que sua empresa precisa.

Vale a pena conferir sta apresentação de slides:

Saiba mais: Como escolher seu sistema de vendas com 10 perguntas

Como ter acesso ao programa de cadastro de clientes e controle de vendas grátis do Agendor?

Para participar você precisa ser um vendedor individual ou empreendedor, ou ainda fazer parte de uma equipe que ainda não conta com um programa para controle de vendas grátis.

Você usa o sistema gratuitamente e o Agendor só pede que você indique empresas B2B com equipes que vão precisar de nosso software para controle de vendas.

Veja as funcionalidades que você terá acesso usando nosso programa de controle de vendas online grátis:

  • Acesso até 2 usuários
  • Limite de cadastros: 1.000 pessoas, 1.000 empresas e 150 negócios
  • 2 GB de armazenamento
  • Orientação por chat e e-mail
  • Fluxo inteligente de atividades
  • App para usar no celular

Quer saber ainda mais detalhes de como usar nosso programa para controle de vendas grátis?

Então, ACESSE ESTE LINK agora mesmo!

Assista também a este vídeo:

E se você quiser ter um sistema de controle de vendas baseado em planilhas à sua disposição agora mesmo, baixe este kit gratuito: 3 tipos de planilhas para colocar em ordem sua rotina comercial