Empresas que almejam o crescimento precisam saber onde, quando e como chegar até o seu público-alvo.

Nesse sentido, é de extrema importância identificar quais canais são os mais adequados para levar a sua mensagem a potenciais clientes, gerar mais leads e aumentar as vendas.

O Guia da Prospecção

Como gerar leads qualificados e prontos para comprar

Mas, em meio a tantas possibilidades, como saber em quais canais vale mais a pena investir? Bom, é exatamente essa a proposta do bullseye framework.

Quer saber mais? Então continue a leitura deste conteúdo para saber o que é essa metodologia e as vantagens de utilizá-la na sua estratégia de leads.

Confira também nas próximas linhas um passo a passo de como gerar mais leads com bullseye framework e acelerar o desenvolvimento da sua empresa, além destes 19 canais propostos para captar leads para o seu negócio:

  1. Acordos e parcerias
  2. Assessoria de imprensa
  3. Palestras
  4. Trade shows
  5. Eventos próprios
  6. Jogadas publicitárias
  7. Publicidade offline
  8. Publicidade online
  9. Programa de afiliados
  10. Engenharia de produtos e serviços
  11. Plataformas existentes
  12. Marketing de Conteúdo
  13. Blog corporativo
  14. SEO
  15. E-mail marketing
  16. SEM
  17. Marketing viral
  18. Comunidade
  19. Vendas

Veja também: Captação de leads: o que é e como por em prática em sua empresa agora mesmo!

O que é o bullseye framework?

Em livre tradução, bullseye significa “olho do touro”. Essa expressão seria equivalente ao nosso “acertar na mosca”.

Ou seja, o bullseye framework é um método de growth hacking (estratégia para aceleração do crescimento), que tem como objetivo garantir maior assertividade na escolha dos melhores canais para as estratégias de marketing e vendas.

O bullseye framework ganhou popularidade após ser discutido no livro Traction, de Gabriel Weinberg e Justin Mares.

Confira a capa das edição inglesa:

Bullseye framework

Na obra, os autores mostram como essa metodologia pode ajudar a empresa a escolher os canais mais adequados para ganhar tração, que é quando o negócio já conta com clientes suficientes para começar a ganhar escalabilidade.

A princípio, o bullseye framework era mais direcionado para startups e empresas de pequeno porte com grande vontade de escalar. No entanto, qualquer modelo de negócio pode implementar essa metodologia na estratégia de leads; afinal, toda empresa deve saber qual o melhor canal para chegar até o seu público e atrair mais clientes.

Confira em nosso blog: 8 técnicas de como captar novos clientes: supere esse desafio!

Como o bullseye framework funciona na prática?

Como vimos no tópico anterior, o bullseye framework é uma metodologia que ajuda as empresas (principalmente as de pequeno porte e as startups) a identificarem em quais canais vale mais a pena investir para atrair novos clientes.

Mas como o bullseye funciona na prática?

A metodologia apresenta 19 opções de canais aos quais uma empresa pode recorrer para levar sua mensagem até o seu público-alvo e atrair mais clientes.

Esses canais são divididos em 3 camadas, de acordo com o potencial que cada um deles representa para o seu negócio.

As camadas são colocadas em formato de “alvo”.

Na camada mais externa, estão os 10 canais menos relevantes. Já na camada do meio, deve-se colocar os 6 que apresentam um pouco mais de chance de serem utilizados pelo público que a empresa quer atingir.

Por fim, na camada mais interna, no bullseye, são colocados os 3 canais mais promissores para se chegar até o público-alvo e atrair mais clientes.

Confira abaixo quais são os 19 canais propostos pelo bullseye framework e que podem ser usados na sua estratégia de leads:

1. Acordos e parcerias

Neste canal, a empresa firma acordos e parcerias com outras empresas, para que ambas possam promover suas soluções e atrair novos clientes.

Esse canal é muito útil quando, por exemplo, a empresa X oferece produtos complementares aos oferecidos pela empresa Y.

Leia mais: Parceiros de vendas: como escolher e manter parcerias de sucesso

2. Assessoria de imprensa

Este é um canal para divulgar em diferentes veículos de imprensa informações que envolvam as atividades da empresa e que sejam relevantes para a população em geral  para determinados segmentos de público.

3. Palestras

Por meio de palestras, é possível apresentar as soluções que a sua empresa oferece e divulgar os valores da marca.

Veja  também: 8 nomes de sucesso quando o tema é palestra motivacional de vendas

4. Trade shows

Os trade shows, ou feiras profissionais, são eventos em que diferentes empresas se reúnem para expor seus produtos e serviços. Essa é uma oportunidade para fazer networking e promover sua marca.

5. Eventos próprios

Os eventos próprios, como workshops, webinars e conferências, também são oportunidades para divulgar suas soluções e atrair novos clientes.

Leia também: Como fazer um evento de sucesso no ramo industrial

6. Jogadas publicitárias

As jogadas publicitárias são um tipo de canal em que o importante é aparecer na mídia, seja de maneira positiva ou negativa. A intenção é gerar um buzz sobre a sua marca.

Confira: 3 ações de vendas que deram certo no mercado B2B usando redes sociais

7. Publicidade offline

A publicidade tradicional também é um importante canal no bullseye framework. Aqui você paga veículos offline, como revistas impressas e outdoors, para divulgar sua marca.

Veja mais: Como fazer uma boa propaganda de um serviço B2B em 8 passos

8. Publicidade online

Já na publicidade online, a divulgação da sua marca é feita a partir de anúncios em sites, redes sociais e qualquer outro espaço no ambiente virtual.

Este post pode ajudar você: Saiba como aumentar as vendas pela internet com um blog corporativo

9. Programa de afiliados

O programa de afiliados consiste em oferecer recompensas para cada novo cliente que os seus clientes atuais ou parceiros da marca conseguirem trazer para a sua empresa.

10. Engenharia de produtos e serviços

O foco deste canal está na experiência do usuário e no desenvolvimento de produtos e recursos que melhorem a usabilidade.

11. Plataformas existentes

O uso de plataformas já consolidadas, como Facebook, YouTube e LinkedIn, podem ser grandes aliadas para chegar até as suas buyer personas.

12. Marketing de Conteúdo

Criar conteúdos relevantes para as suas personas de modo a educá-las sobre suas soluções. Assim, o marketing de conteúdo atrai leads, que estão em busca de temas interessantes e relevantes ao público, produzidos pela sua empresa.

Veja em nosso blog: Marketing de conteúdo: contratar agência ou montar uma equipe interna?

13. Blog corporativo

O blog é um canal para publicar seus conteúdos a fim de atrair potenciais clientes, nutrir os leads e conduzi-los até a base no funil de vendas.

DICA: Blogs de vendas para acompanhar e melhorar suas habilidades

14. SEO

Serve para otimizar as buscas por seus conteúdos e colocá-los entre os primeiros resultados nos principais sites de busca. Um exemplo de SEO é o uso de palavras-chave no conteúdo produzido e publicado no seu blog.

Mais dicas aqui: Como pesquisar palavras-chave: por que elas são essenciais para criar conteúdos que convertem

15 E-mail marketing

Neste canal, são enviados e-mails com conteúdos relevantes para nutrir e converter seus leads. Esses conteúdos dos e-mails marketing são definidos com ajuda de técnicas de SEO.

Leia também: 6 tipos de e-mail marketing para gerar mais resultados

Procurando um bom disparador de e-mail? Veja esta dica da Pluga:

16. SEM

Este canal se refere ao links patrocinados nos mecanismo de busca. O objetivo é garantir que o seu site ou blog apareça sempre entre os primeiros resultados quando o usuário digitar palavras-chaves específicas.

17. Marketing viral

A intenção deste canal é criar campanhas que viralizem e cheguem ao máximo de pessoas possível.

Veja mais: Marketing Viral: 4 exemplos e dicas de como fazer

18. Comunidade

É um canal para gerar maior engajamento com a sua base de clientes e fazer com que eles se tornem promotores da sua marca, divulgando-a voluntariamente para outras pessoas, além de trocarem experiências e aproximar tais clientes dos seus produtos e serviços.

DICA: Como criar uma comunidade de clientes satisfeitos

19. Vendas

Neste canal, as equipes de venda vão pessoalmente prospectar clientes e divulgar as soluções da empresa.

Passo a passo: como gerar mais leads com o bullseye framework

Confira agora quais etapas você deve seguir para montar uma estratégia de leads com o método bullseye framework.

Passo 1: Faça um brainstorming

O primeiro passo de como gerar mais leads com o bullseye framework consiste em reunir as suas equipes de marketing e vendas e fazer um brainstorming sobre o potencial de cada um dos 19 canais para chegar até sua buyer persona.

Busque explorar os pontos fortes e as limitações de cada canal, tendo em vista o perfil das suas personas e o orçamento que se tem disponível.

Passo 2: Ranqueie os canais

Após discutir com a sua equipe sobre os 19 canais, faça um ranking dos melhores até os menos adequados para a estratégia que você deseja adotar.

Passo 3: Preencha o bullseye framework

Nesta terceira etapa de como gerar mais leads, preencha o bullseye framework. Na camada mais externa, coloque os canais que você não pretende utilizar; na do meio, coloque os canais interessantes, que talvez possam ser utilizados; no centro, insira os 3 canais protagonistas da sua estratégia de leads.

Passo 4: Faça testes com os canais escolhidos

Pegue os 3 principais canais que você selecionou para ficar no centro do bullseye framework e faça testes com cada um deles. Não invista todos os seus recursos disponíveis em apenas um canal.

A etapa de testes é importante para que você saiba qual canal tem maior potencial para gerar resultados mais expressivos e, assim, receber uma atenção maior da sua equipe de marketing.

Os testes também são importantes para verificar se os canais que você achou que seriam bons estão, de fato, conseguindo fazer com que a sua mensagem chegue até as pessoas certas.

Caso isso não esteja acontecendo, você pode realizar testes com os canais que estão na camada do meio, respeitando o ranking que feito no Passo 2.

Passo 5 – Foque nos melhores canais

Agora que você já realizou os devidos testes, é hora de focar nos canais que apresentaram os melhores resultados.

Ao fazer isso, é possível direcionar seus esforços e recursos com maior assertividade e eficiência. De nada adianta, por exemplo, investir em anúncios no Facebook se a rede social preferida da sua buyer persona é o Instagram.

Com o foco nos 3 canais com melhor desempenho na etapa anterior, evita-se pulverizar as estratégias em vários canais, o que pode ser prejudicial para a divulgação da sua mensagem e para o alcance do público certo.

Conclusão

O uso de uma metodologia como a bullseye framework ajuda a direcionar melhor as suas estratégias para gerar novos clientes e ganhar escalabilidade.

Investir em canais adequados para chegar até o seu público-alvo faz toda a diferença nos seus resultados. Além de conseguir otimizar o uso de recursos disponíveis, o método de bullseye framework é também muito útil para a manutenção do relacionamento com os clientes atuais.

Este post também pode interessar a você: Como diminuir o ciclo de vendas de sua empresa

 Se você entende inglês com facilidade, vale a pena dar uma olhada neste vídeo do próprio Gabriel Weinberg, explicando o Bullseye framework em suas próprias palavras:

Ficou claro o que é o bullseye framework e como esse método funciona na prática? Então que tal implementá-lo na sua empresa?

Um software de CRM, com certeza vai beneficiá-lo nessa hora. Com ele, você pode conhecer melhor clientes e leads, segmentá-los e fazer um follow-up sem erros!

Para saber ainda melhor como captar clientes e acompanhar resultados, dê uma olhada nestes e-books gratuitos: