Como uma pequena livraria de bairro foi salva com um tweet e burritos! Um case real sobre como a internet salvou um negócio local.

Artigo baseado no Pequena livraria sai da crise com ajuda da internet, porém com o vídeo do Twitter Stories e uma pitada de interpretações pessoais!

Tomada pela crise econômica de 2008, a livraria local de Portland, Broadway Books, se via na pior fase dos seus 17 anos de história. A dona do estabelecimento, Roberta Dyer, encarava o desafio de manter a livraria aberta com paixão, mesmo frente a desafios como o aparecimento das franquias e as lojas online.

Um choque de realidade

Sendo assim, no começo de 2009, vendo que a clientela só diminuia e mesmo aqueles que apareciam na loja, não aparentavam satisfação ao comprarem, decidiu que iria fechar as portas. Ao saber da notícia, o filho da empreendedora ficou tremendamente chocado, pois tinha visto a mãe tocar o negócio desde criança, quando tinha 12 anos de idade.

O choque foi tão grande, que Aaron -o filho de Roberta – não pensou duas vezes: resolveu pedir ajuda a amigos e parentes, enviando um simples tweet com o pedido: “Se você estiver em Portland, pode me fazer um favor? Compre um livro na Broadway Books. Não, espere, compre três e eu lhe pagarei um burrito”.

Logo em seguida, recebeu várias respostas otimistas. Seu tweet havia chegado a muita gente: ao total, a mensagem tinha sido retweetada 30 vezes. Mas não foi só isso, pois ele tinha começado a criar artigos em seu blog, contando a história da Broadway Books e falando sobre a importância da livraria local para a comunidade de Portland e para sua família.

Não consegui evitar de ficar emocionado com as expressões da senhora dona da livraria!

A ação tomou proporções virais quando links para o artigo foram enviados para emails coporativos, pelos próprios funcionários das empresas. Aaron ficou sabendo que as mensagens se espalharam pelos escritórios da Nike e Adidas em Portland, como também em uma agência de publicidade onde trabalhava um antigo cliente da Broadway Books. Ele ficou sabendo somente sobre essas pessoas, mas imagine quantas outras devem ter recebido esses emails!

Destaque imediato

Seu blog, em poucos dias (três dias), recebeu três vezes mais visitantes que nos dois últimos meses. A ação tinha gerado um grande destaque momentâneo, aumentando em pouco tempo as vendas da livraria. Apareceram pessoas diferentes dos clientes tradicionais que costumavam ter meia idade: eram jovens entre 20 e 30 anos, desenhistas de calçados na Nike e Adidas. Todos compraram no mínimo três livros.

Roberta não tinha grandes esperanças. Sabia que a neve iria chegar e com ela, as pessoas deixariam de visitar os estabelecimentos locais. Mas o fato ocorreu de forma totalmente diferente: as entregas da Amazon e de outras livrarias online tiveram complicações devido as dificuldades de logística ocasionadas pela neve. Os caminhões não conseguiam chegar aos seus destinos. Ou seja, as pessoas precisavam comprar os presentes e resolveram recorrer ao comércio local. “Por quê não comprar na Broadway Books?” – foi provavelmente, o pensamento de muitos.

Uma ação de relacionamento sincera

Ao final das contas, Aaron tinha criado uma ação de relacionamento incrível que atingiu grandes proporções, pois continha uma mensagem honesta. A mídia se interessou pela história emocionante sobre livros, blogs e burritos e resolveu divulgar as notícias, aproveitando o clima natalino.

Só faltava um item: ele precisava cumprir a promessa e pagar os burritos aos que comprassem os livros na livraria! Aaron combinou um local em Portland para o acerto do acordo com aqueles que haviam comprado acima de US$50 e tinham o compravante em mãos. Uma espécie de programa de recompensas feito de forma completamente emocional. No total, foram 80 burritos pagos pela família e mais 40 por conta dos próprios amigos da família, que apareceram também.

Para conhecer o twitter de Aaron: @EverydayDude. A livraria Broadway Books também tem um perfil: @bookbroads

Para mais histórias emocionantes sobre ações de relacionamento com clientes, acompanhe nosso Twitter: @agendor! Motivado a ajudar uma livraria local!