Já escutou falar sobre a sigla MRR, mas não sabe o que é? Ela é uma métrica que pode ajudar na quantificação do seu faturamento mensal, auxiliando a identificar possíveis problemas e pontos de otimização.

Uma vez que ela é um KPI (Key Performance Indicator) que pode ser importante para a administração e elaboração de estratégias de empresas, principalmente em SaaS, iremos tirar todas suas dúvidas sobre o assunto neste texto.

Nos próximos parágrafos, você entenderá o que é MRR e como calculá-lo, conhecerá diferentes tipos desse indicador e muito mais. Confira!

O que é MRR?

MRR é a sigla para Monthly Recurring Revenue, que pode ser traduzido para português como Receita Recorrente Mensal. É uma métrica que ajuda a visualizar o faturamento mensal de um negócio e que, geralmente, costuma ser usada por empresas SaaS (Software as a Service).

Este KPI possibilita identificar o impacto de novas assinaturas, renovações e cancelamentos, além de ajudar a entender qual é o faturamento mensal da empresa.

Aliás, falamos que costuma ser um indicador usado por empresas SaaS porque elas possuem diferentes planos de assinaturas, que, geralmente, são cobrados mês a mês.

Dessa forma, são negócios que possuem uma receita específica todo mês decorrente das assinaturas. 

Por exemplo, imaginemos que você possui um streaming com 200 usuários e a assinatura dele é de R$ 50,00 por mês. Logo, o seu MRR é de dez mil reais.

Esta situação foi apenas um exemplo. Mais adiante neste conteúdo explicaremos com detalhes como calcular o MRR, que é algo simples,  mas  que possui variações e pontos de atenção.

Quer conseguir vender mais para aumentar o MRR da sua empresa? Confira oito dicas para vender mais de maneira eficaz:

dicas para vender mais de maneira eficaz

Veja também: As principais métricas SaaS que você precisa ficar de olho!

Quais são os tipos de MRR?

O MRR é uma métrica flexível, ou seja, pode ser adaptada para visualizar e entender diferentes contextos do seu faturamento e número de assinaturas. 

Por isso, existem cinco tipos de MRR, além do clássico que já apresentamos. Conheça-os a seguir:

  • New MRR (NMRR): é a receita mensal gerada por clientes novos;
  • Expansion MRR: é o faturamento mensal decorrente de atualizações de clientes atuais para planos mais caros, algo que é conhecido como upsell;
  • Reactivation MRR: receita mensal de clientes que cancelaram o plano e agora estão voltando;
  • Contraction MRR: faturamento mensal perdido em decorrência de downgrades, que é quando o cliente troca o seu plano por outro mais barato;
  • Churn MRR: receita mensal perdida por conta de cancelamentos de assinaturas.

É bom conhecer essas variações do MRR porque elas podem lhe ajudar a ter uma visão mais ampla do que ocorre com o seu negócio, facilitando a identificação de possíveis otimizações.

Confira também: 9 métricas de vendas que você deve mensurar para medir seu desempenho

Como calcular o MRR?

Como dissemos, o cálculo do MRR é bem simples, basta utilizar a seguinte fórmula:

valor mensal do plano ou assinatura × número de clientes = MRR

A questão é que esse cálculo vale apenas para produtos ou serviços que possuem apenas um plano. 

É preciso adaptar um pouco a fórmula para empresas que possuem mais de um tipo de assinatura:

(valor plano 1 × nº assinantes plano 1) + (valor plano 2 × nº assinantes plano 2) = MRR

Os dois casos são bem fáceis, não é mesmo?

Para calcular os outros tipos de MRR é preciso fazer contas um pouco mais diferentes. Confira a seguir.

Observação: todas as fórmulas precisam ser adaptadas de acordo com a quantidade de planos que você possui, como mostramos acima.

New MRR (NMRR)

número de novos assinantes × valor do plano = NMRR

Expansion MRR

O Expansion MRR é um pouco mais complexo, porque é necessário calcular a diferença de valor entre o plano que o cliente tinha e o plano novo que ele escolheu. Então, o cálculo fica assim:

nº de clientes que fizeram upgrade × (valor plano 2 - valor plano 1) = Expansion MRR

A complexidade do cálculo vai depender da quantidade de assinaturas que você possui, porque a quantidade de possibilidades de upgrades é proporcional ao número de planos diferentes que existem.

Ou seja, se uma empresa contar com muitos tipos de assinaturas, ela terá que fazer muitos cálculos para descobrir o Expansion MRR.

Reactivation MRR

nº de clientes que voltaram a assinar × valor do plano = Reactivation MRR

Contraction MRR

Assim como o Expansion MRR, o Contraction MRR é mais complexo, porque para calculá-lo também é preciso fazer a diferença de valor entre os planos. 

Só muda que aqui o caso é diferente, pois o cliente mudou para uma assinatura mais barata, o que significa que a empresa teve prejuízo.

nº de downgrades × (valor plano 1 - valor plano 2) = Contraction MRR

Churn MRR

nº de assinaturas canceladas × valor do plano = Churn MRR

O que significa a sigla ARR?

ARR é a sigla para Annual Recurring Revenue, que pode ser traduzida como Receita Recorrente Anual. Basicamente, ela serve para ter uma estimativa do faturamento anual da sua empresa.

Essa é outra sigla que você pode encontrar por aí, mas por agora já entender o que é MRR, fica muito mais fácil para compreendê-la também.

O cálculo do ARR é bem simples, basta multiplicar o MRR em doze vezes. Contudo, essa métrica é uma estimativa, porque muitas variáveis ocorrem durante o ano, como cancelamentos e novas assinaturas.

Ou seja, é praticamente impossível ela refletir com exatidão a sua receita anual recorrente. A menos que você mantenha o mesmo número de clientes o ano todo, o que também não é algo bom, pois significa que o seu negócio está estagnado.

Leia também: Veja a automação de força de vendas trazendo resultados

Fazer uma boa gestão da sua força de vendas é fundamental para conseguir evoluir os resultados da sua empresa e não ficar estagnado. Veja seis segredos para ter uma ótima gestão da força de vendas:

segredos para a gestão da força de vendas

MRR é um indicador para ser acompanhado rotineiramente

Bom, como você viu, o MRR é um indicador de vendas que reflete o sucesso de negócios com modelo de vendas recorrentes e que varia constantemente. Pela entrada de novos clientes e cancelamentos, esse KPI se modifica e, da mesma forma, impacta toda a operação.

Por isso, é essencial que empresas com esse perfil mantenham foco em monitorar constantemente seu MRR. Com a avaliação da saúde desse indicador será possível definir as melhores estratégias para o crescimento!

Aprimore ainda mais sua gestão comercial: Baixe gratuitamente nosso Guia Indicadores de Vendas e Marketing!