É bem provável que você já tenha ouvido falar em Matriz SWOT. Mas em matriz SWOT cruzada? Conhece esse termo?

Está sem tempo para ler o conteúdo? Gostaria de poder acompanhá-lo enquanto dirige, caminha ou realiza outra atividade? Então não perca tempo e ouça este artigo na íntegra. Basta clicar no play! Agradecemos o seu feedback nos comentários. 🙂

O autoconhecimento é uma das chaves para o sucesso de qualquer modelo de negócio. E quanto mais uma empresa entende sobre seus pontos fortes e também as suas fraquezas, mais assertiva ela tende a ser ao definir estratégias de negócio que vão colocá-la em posição de destaque no mercado.

Além disso, saber identificar oportunidades e ameaças em potencial é também uma característica crucial para o desenvolvimento saudável da empresa.

Tendo isso em vista, elaboramos aqui um guia completo e definitivo sobre essa ferramenta de gestão que pode te ajudar a conhecer melhor o seu negócio considerando fatores internos e externos.

Nos parágrafos à frente, você vai descobrir o que é e como funciona a matriz SWOT cruzada.

Continue a leitura para conferir:

  • O que é análise de SWOT?
  • O que é a matriz SWOT cruzada?
  • Análise SWOT x SWOT cruzada: qual a diferença?
  • Quais os benefícios da análise SWOT cruzada?
  • Quando devo fazer a análise na matriz SWOT cruzada?
  • Matriz SWOT cruzada: Como se faz o cruzamento da análise SWOT?
  • SWOT cruzada: exemplo para se inspirar

Leia também: Matriz SWOT: como fazer a análise estratégica de sua empresa

O que é análise de SWOT?

A matriz SWOT é uma ferramenta de gestão que tem como objetivo ajudar os gestores a identificarem as Forças, as Fraquezas, as Oportunidades e as Ameaças do negócio (Strengths, Weakness, Opportunities e Threats).

Para isso, é feito um plano cartesiano e, em cada quadrante, são listados os aspectos citados anteriormente.

A análise SWOT permite ter uma melhor compreensão sobre os fatores internos e externos à organização e o impacto que eles exercem no desempenho do negócio.

Essa matriz é muito utilizada na elaboração de planejamentos estratégicos de empresas de diferentes tamanhos e segmentos de mercado. Com a análise SWOT, a empresa consegue consolidar seu autoconhecimento e os gestores têm a chance de tomar decisões mais lúcidas e assertivas.

Leia mais: Tudo que você tem de saber sobre análise SWOT de uma empresa

O que é a matriz SWOT cruzada?

A matriz SWOT cruzada, ou análise TOWS, pode ser considerada como uma evolução da matriz SWOT tradicional.

Isso porque, na análise TOWS, busca-se combinar os pontos positivos e negativos de modo a potencializar as forças da empresas, aproveitar ao máximo as oportunidades, neutralizar as ameaças e corrigir as fraquezas.

A análise SWOT cruzada serve para definir quais estratégias deverão ser colocadas em prática depois que já foram identificados os fatores internos e externos que exercem influência no desempenho da empresa.

Veja também: Definição de análise SWOT: como vender mais com uma matriz

Análise SWOT x SWOT cruzada: qual a diferença?

Tanto a análise SWOT quanto a análise SWOT cruzada são ferramentas aliadas da gestão de negócios.

Ambas contribuem para um maior autoconhecimento da empresa e favorecem a obtenção de insights valiosos sobre como se destacar da concorrência e se fortalecer no mercado.

No entanto, existe uma diferença a ser considerada entre as análises SWOT e TOWS. 

  • Enquanto a primeira é mais focada em fazer um diagnóstico da situação atual da empresa no que se refere ao impacto de fatores internos e externos, 
  • A segunda apresenta um apelo mais prático e serve para definir um plano de ação.

Ou seja, o que diferencia essas duas ferramentas é que a análise SWOT tem um foco maior no planejamento e a matriz SWOT cruzada é mais direcionada para a ação.

A seguir, apresentamos 2 exemplos práticos de uma análise SWOT tradicional:

Confira em nosso blog: As 3 fases da estratégia de vendas e como aplicar na empresa

Quais os benefícios da análise SWOT cruzada?

A análise da matriz SWOT cruzada pode beneficiar a sua empresa de diferentes formas.

Quando você faz o cruzamento de dados na análise TOWS, é possível construir planos de ação mais eficazes para fortalecer as vantagens competitivas do seu modelo de negócio.

A matriz SWOT é importante para que você conheça quais são suas forças, fraquezas, oportunidades e ameaças. Mas sem fazer uma análise cruzada desses elementos, fica impossível implementar mudanças que vão transformar a empresa para melhor.

A matriz SWOT cruzada favorece as tomadas de decisão estratégicas e a definição de metas e objetivos mais realistas e alcançáveis.

A gestão de negócio se torna mais qualificada, pois passa a ser conduzida com base em dados e não apenas em meros achismos e intuição.

Nesse sentido, um dos trunfos de quem quer usar a matriz SWOT cruzada em sua empresa é contar com ferramentas e aplicativos que ajudem a coletar, analisar e compartilhar os dados do negócio.

Para quem trabalha com vendas, por exemplo, um software de CRM é fundamental.

Veja todos os benefícios que o CRM pode trazer para sua empresa:

DICA: Estratégia de crescimento de uma empresa: confira 7 dicas para o seu negócio

Quando devo fazer a análise na matriz SWOT cruzada?

Como bem salientamos até agora, o autoconhecimento é algo imprescindível para que uma empresa consiga explorar o seu potencial máximo e lidar melhor com elementos externos à organização.

Nesse sentido, um dos momentos em que a análise SWOT cruzada se faz necessária é quando o gestor percebe que a empresa não tem conseguido performar tão bem quanto se esperava e que os resultados obtidos estão bem aquém do que a empresa é capaz.

A matriz SWOT cruzada também é indicada quando se identifica a necessidade de traçar um plano de ação que seja mais condizente à realidade que a empresa enfrenta, seja em relação aos recursos disponíveis ou ao cenário atual do mercado.

Veja mais: Planejamento estratégico metas e objetivos: acerte na mosca!

Matriz SWOT cruzada: Como se faz o cruzamento da análise SWOT?

Agora que você já sabe o que é e para que serve a análise TOWS, é hora de descobrir como fazer essa análise.

O segredo está em entender que na matriz SWOT cruzada é feita uma análise de como as forças, as fraquezas, as oportunidades e as ameaças de uma empresa influenciam umas às outras.

Ao fazer o cruzamento desses fatores internos e externos, chega-se a um plano de ação personalizado e com estratégias mais executáveis.

Para que a análise SWOT cruzada seja bem sucedida, a primeira coisa que você deve fazer é identificar todas as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças da empresa.

Em seguida, há quatro cruzamentos que precisam ser feitos:

  1. Estratégia Ofensiva: Forças x Oportunidade;
  2. Estratégia Confrontativa: Forças x Ameaças;
  3. Estratégia de Reforço: Fraquezas x Oportunidades;
  4. Estratégia Defensiva – Fraquezas x Ameaças.

Confira, agora, como fazer a análise SWOT cruzada, seguindo esses 4 passos. 

1. Estratégia Ofensiva: Forças x Oportunidades

Nesta primeira análise cruzada, a intenção é definir como os pontos fortes da empresa podem ser utilizados para aproveitar melhor as oportunidades identificadas.

As ações de estratégia ofensiva devem buscar potencializar o que a empresa tem de melhor, aprimorando suas forças de modo a transformar as oportunidades em vantagens competitivas para o negócio.

2. Estratégia Confrontativa: Forças x Ameaças

O segundo cruzamento da matriz SWOT cruzada consiste em definir estratégias que vão utilizar as forças da empresa para combater as ameaças ao negócio.

Fatores externos que podem comprometer o desempenho da empresa devem ser confrontados com os seus pontos fortes, minimizando os riscos que essas ameaças externas representam para o seu modelo de negócio.

3. Estratégia de Reforço: Fraquezas x Oportunidades

Neste ponto da matriz SWOT cruzada, as oportunidades identificadas devem ser utilizadas para superar as fraquezas e limitações da empresa.

A intenção é buscar no ambiente externo possíveis formas de transpor suas fragilidades. Ou seja, deve-se buscar maneiras de fortalecer os pontos fracos do negócio.

4. Estratégia Defensiva – Fraquezas x Ameaças

Por fim, este é o contexto em que a sua empresa encontra-se mais fragilizada e precisa encontrar formas de se defender das ameaças.

Ao identificar ameaças externas que podem impactar diretamente os seus pontos fracos, você deve definir estratégias e ações que vão proteger a empresa de consequências negativas e fortalecer suas fragilidades.

Confiar também: 4 estratégias de marketing e design para destacar empresas

SWOT cruzada: exemplo para se inspirar

Para que você possa entender melhor como a análise SWOT cruzada é feita na prática, separamos aqui alguns exemplos que ilustram os quatro cruzamentos entre as forças, as fraquezas, as oportunidades e as ameaças de uma empresa.

Exemplo 1 – Estratégia Ofensiva: Forças x Oportunidades

Forças: A empresa é líder no mercado de artigos esportivos

Oportunidades: Realização da Copa América no Brasil

  • O que fazer: A empresa pode decidir ser uma das patrocinadoras do evento para ganhar maior exposição e lançar a sua nova linha de tênis.

Exemplo 2 – Estratégia Confrontativa: Forças x Ameaças

Forças: A empresa é a plataforma de streaming de conteúdo audiovisual com mais assinantes no mundo.

Ameaças: Estúdios tradicionais de cinema estão criando suas próprias plataformas de streaming.

  • O que fazer: A empresa pode investir na criação do seu próprio catálogo, com produções de filmes e séries originais e exclusivos.

Exemplo 3 – Estratégia de Reforço: Fraquezas x Oportunidades

Fraquezas: Empresa de e-commerce tem um serviço de entrega deficitário.

Oportunidades: Aquecimento no mercado de e-commerce devido à pandemia.

  • O que fazer: Investir na contratação de empresas terceirizadas para atender melhor a demanda de compras pela internet.

Exemplo 4 – Estratégia Defensiva – Fraquezas x Ameaças

Fraquezas: Empresa com um mix de produtos limitado.

Ameaças: Surgimento de novos players no mercado com capacidade de atender as demandas que essa empresa ainda não consegue.

  • O que fazer: Investir em nichos específicos e diversificar o mix de produtos.

Como a matriz SWOT cruzada pode impactar seu negócio?

E então, ficou claro para você como fazer análise SWOT cruzada? Inspire-se nos exemplos que trouxemos aqui e implemente essa ferramenta de gestão o quanto antes na sua empresa.

Com a matriz SWOT cruzada, você consegue apoiar as suas decisões de negócio em dados concretos. Isso é extremamente valioso para a manutenção da competitividade e longevidade do seu modelo de negócio.

Além de ter acesso a um panorama sobre a atual situação da empresa, a análise SWOT permite traçar um plano de ação realista para potencializar suas forças e neutralizar suas fraquezas e ameaças.

Saiba mais: 5 Ferramentas para o Planejamento Estratégico Comercial + 5 metodologias de apoio

A análise SWOT é uma das ferramentas mais usadas para fazer o planejamento estratégico de uma empresa. E, depois que a alta direção do negócio faz esse planejamento, cada área deve desdobrar essas diretrizes e fazer um planejamento estratégico para o seu setor. Você sabe como fazer um planejamento estratégico comercial?

Se você quer descobrir todos os segredos do planejamento comercial, confira as dicas de especialistas como Júlio Paulillo, CRO e co-fundador do Agendor; Marcelo Caetano, Sócio fundador do Grupo VendaMais, e Raul Candeloro, editor da Revista VendaMais, assistindo agora ao nosso webinar gratuito: Planejamento estratégico comercial