Como escolher um CRM para Imobiliárias?

Um bom CRM deve contar com uma série de funcionalidades. Algumas delas especialmente úteis para quem trabalha no ramo imobiliário.

Neste post vamos te passar os 10 critérios principais que você deve avaliar ao analisar um CRM para vendas imobiliárias.

Você vai ver que essa ferramenta pode ser extremamente útil para gerenciar vendas de imóveis e coordenar sua equipe de corretores.

Leia também: 10 dicas de como ser um bom corretor de imóveis

Como escolher um CRM para imobiliária: 10 características que não podem faltar

1. SaaS

SaaS significa Software as a Service. Tratam-se de softwares comercializados como serviços pagos por assinatura mensal e acessados pela nuvem.

Qual as vantagens dos SaaS? Você não paga um licença cara para instalar seu CRM em cada uma de suas máquinas.

Você escolhe um plano para a quantidade de usuários que necessita, paga um valor mensal bem mais em conta, pode acessar o CRM de qualquer máquina ou dispositivo móvel, de onde estiver e, além disso, as atualizações do sistema são gratuitas e automáticas.

2. Funil de vendas

Funil de vendas é uma ferramenta visual e intuitiva que ajuda a entender todas as oportunidades de vendas em andamento em seu negócio.

Com ele você visualiza quantos negócios se encontram em cada uma das etapas de venda (contato inicial, apresentações do imóvel, envio de proposta, negociação etc.) os valores envolvidos, a probabilidade de sucesso e muitas outras.

Veja este exemplo:

funil-de-vendas-agendor

3. Personalização

Como você viu na imagem anterior, o funil de vendas não costuma seguir as etapas convencionais dos negócios imobiliários.

Por isso, um bom CRM para imobiliária precisa permitir a total personalização das etapas do funil de vendas.

Leia mais: Como criar um funil de vendas imobiliário para atrair, conquistar e fidelizar clientes

4. App no celular

Já foi o tempo em que andar por aí com um notebook era símbolo de status. Não que essas máquinas não sejam incríveis. E na hora de redigir um contrato ou fazer uma proposta de compra e venda em seu café preferido ou espaço de coworking predileto, não hesite em usar um.

Mas muito do que se fazia em um notebook há alguns anos atrás, hoje se faz até com mais facilidade em um smartphone. E essa é um regra que funciona também para um bom CRM.

Ter a possibilidade de usar seus recursos no celular, com certeza, é um diferencial que você deve procurar em um CRM para imobiliária.

Quer saber como funciona um app de vendas no celular que você pode usar como seu CRM para imobiliária? Então, confira este vídeo:

5- Calendário de atividades

Quem já trabalhou como corretor de imóveis sabe que tem atividades todos os dias. E não se trata apenas de levar clientes visitar imóveis ou negociar com proprietários.

Redigir contratos, enviar e receber documentos, responder e-mails, chamadas no WhatsApp e muito mais.

Por isso, contar com um calendário que já mostra todas as tarefas agendadas para os corretores em seu CRM para imobiliária pode fazer o trabalho da equipe muito mais fácil e ajudar a gerenciar suas vendas imobiliárias.

DICA: Como fazer um plano de ação para vendas de imóveis em 11 passos

6. Mapa de localização de clientes

– Onde fica aquele imóvel mesmo? Como eu chego até lá?

Que corretor de imóveis nunca passou por essa situação e acabou se atrasando para uma visita?

Assim, um CRM de imobiliária que contar com um mapa com os endereços dos clientes, certamente será de grande ajuda para os corretores. Por isso, procure essa funcionalidade no app que escolher.

7. Relatórios completos

Para gerenciar vendas imobiliárias, você precisa conhecer o desempenho da equipe. Dessa forma, pode consultar relatórios de volume de vendas, quantidade de vendas realizadas por corretor, visitas efetuadas, propostas enviadas, etc.

Assim, de posse desses dados, pode planejar ações e orientar a equipe com muito mais assertividade.

Veja mais: 7 KPI de vendas imobiliárias que você precisa ficar de olho

8- Segmentação de carteira de clientes

É normal que cada corretor tenha sua própria carteira de clientes dentro da imobiliária. Dessa forma, os clientes que captou por iniciativa própria, aqueles que trouxe consigo ao entrar na empresa, ou outros que lhe foram confiados em virtude de alguma segmentação (por região, tipo de imóvel etc.), ficam sob sua responsabilidade exclusiva.

É por isso que um CRM que defina níveis de acesso segmentado é importante para que cada corretor foque nas suas oportunidades de negócio.

Por outro lado, gerentes e outros gestores tema acesso a todas as carteiras, para poderem administra o negócio e gerenciar a vendas imobiliárias.

9. Histórico das negociações e vendas

Saber as preferências e hábitos de cada cliente e os detalhes de negócios fechados anteriormente é muito importante, mas guardar todos esse dados de cabeça é impossível.

Que tipo de garantia de locação este cliente prefere? Que taxa de corretagem costuma aceitar? O imóvel está em seu nome somente ou há outros proprietários?

Ficar fazendo esse tipo de pergunta constantemente ao cliente pode atrapalhar suas vendas e mostrar desorganização. Por isso, contar com um histórico completo de tudo já foi tratado com o cliente é outra funcionalidade que você deve procurar em um CRM para imobiliárias.

Existe a hora de vender e a hora de negociar. E nas vendas imobiliárias, isso é ainda mais relevante. Confira dicas neste vídeo de Guilherme Machado:

10. Lembrete de tarefas visa SMS e e-mail

Por fim, uma solução superprática que uma boa ferramenta para gerenciar vendas deve ter: lembretes de atividades via SMS e e-mail!

Assim, recebendo esses avisos com antecedência, nunca mais um corretor vai perder o fechamento de um negócio porque esqueceu de fazer a visita a um imóvel ou demorou para enviar a minuta de um contrato de locação.

Confira também: Como sua imobiliária pode vender melhor com o Agendor

Quer aprofundar seus conhecimentos sobre seu setor de atuação? Então, baixe nosso e-book gratuito: Guia estratégico de vendas para imobiliárias