Você já ouviu falar em organizações exponenciais? Tem ideia sobre qual é o papel da liderança nas organizações exponenciais?

Um dos maiores desafios de empreender reside na busca incessante por um crescimento rápido e por retornos significativos sobre o investimento que foi feito para colocar a empresa de pé.

Kit: Indicadores de desempenho

O guia completo para medir os indicadores de desempenho da sua equipe de vendas


Nesse sentido, liderança e produtividade são conceitos que não devem se separar. E isso as organizações exponenciais já entenderam e, por isso (mas não somente por isso), vêm alcançando resultados que outras empresas demorariam muito mais tempo para alcançar.

Nas próximas linhas você vai entender melhor qual é o papel da liderança nas organizações exponenciais e por que o líder é uma figura tão fundamental para alavancar qualquer negócio.

O que são organizações exponenciais?

O termo organizações exponenciais é usado para se referir às empresas que apresentam resultados de crescimento muito maior que a média observada no mercado em que elas estão inseridas e em um intervalo de tempo muito curto.

Assim, crescer de maneira muito acelerada e sustentável é o principal fator que faz uma empresa ser considerada exponencial. Mas não é só isso.

Há outros dois aspectos que caracterizam esse tipo de organização. O primeiro deles é capacidade de inovar, de fazer diferente, conseguir identificar oportunidades no mercado antes dos concorrentes e transformar isso em uma solução completamente inovadora ou inédita.

O outro aspecto se refere à escalabilidade. Ou seja, empresas exponenciais são capazes de atender uma grande quantidade de clientes a custos baixos.

Exemplo de organização exponencial

Um bom exemplo de empresa exponencial é a Netflix. A plataforma de streaming inovou na maneira oferecer produtos de audiovisual. Se antes o cliente precisa comprar ou alugar um filme, por exemplo, hoje ele pode assinar a Netflix e ter acesso a um catálogo com vários títulos; tudo isso sem precisar sair de casa.

Hoje, a empresa conta com quase 160 milhões de assinantes em todo o mundo. Em 2019, a empresa gerou uma receita de US$ 5,25 bilhões, resultado 31,25% superior ao registrado no ano passado (US$ 4 bilhões).

Qual é o papel da liderança nas organizações exponenciais?

Como vimos no tópico anterior, organizações exponenciais são consideradas um tipo de empresa que acumula ganhos de forma crescente e acelerada.

Agora eu te pergunto: você acha mesmo que é possível fazer isso sem uma boa liderança? Afinal, qual é o papel da liderança nas organizações exponenciais?

Nesse tipo de empresa, a liderança baseia-se no pensamento disruptivo. Isso significa que o líder deve estar sempre pensando “fora da caixa”. Por isso, deve buscar romper com certos padrões já estabelecidos no mercado.

Para isso, é preciso evitar erros na gestão de pessoas, como, por exemplo, não estimular a criatividade entre seus liderados, nem a busca por soluções inovadoras.

Lembre-se que para isso funcionar, é necessário desenvolver uma cultura de não ter medo de errar durante o processo de inovação. E, caso isso ocorra, apoiar os envolvidos e não puni-los.

Assim, o líder em uma organização exponencial precisa adotar uma postura um pouco diferente da que é observada nas empresas “tradicionais”.

Inspire-se nesta frase e Bill gates:

papel da liderança nas organizações

Outras tarefas do líder na organização exponencial

Além de orientar os processos de mudança, inspirar e promover o engajamento das equipes com os objetivos estratégicos da empresa, o papel da liderança nas organizações exponenciais passa também:

  • pelo estímulo constante à criatividade;
  • pelo aprendizado contínuo;
  • pelo desenvolvimento pessoal e profissional de seus liderados.

O líder de uma organização exponencial deve estar sempre envolvido nas demandas dos diferentes setores da empresa, participando ativamente das atividades, o que acaba sendo um dos maiores desafios de empreender nesse tipo de empresa.

Como já mencionado neste artigo, liderança e produtividade estão fortemente atreladas em uma organização exponencial. O papel do líder é também garantir que seus liderados produzam mais utilizando o mínimo possível de recursos.

No contexto de crescimento exponencial, ter uma liderança e produtividade não é uma tarefa fácil. Nesse sentido, existem alguns pontos fortes de um empreendedor que quer liderar um negócio exponencial. E é sobre isso que falaremos no tópico a seguir.

Pontos fortes de um líder empreendedor em uma organização exponencial

Para liderar em uma organização exponencial, algumas características podem ajudar. É preciso saber arriscar na medida certa, com planejamento e baseando a tomada de decisão em fatos.

Por isso, confira algumas dessas características e veja se não está na hora de investir no desenvolvimento dessas habilidades.

Características do líder empreendedor

  • Humildade intelectual;
  • Coragem e confiança para buscar o novo;
  • Capacidade de otimizar o fluxo de ideias;
  • Capacidade de integrar diferentes ideias e valores;
  • Habilidade para equilibrar conceitos opostos;
  • Estar aberto a novas ideias e saber identificar o potencial de cada uma delas;
  • Transparência com a equipe;
  • Capacidade de gerenciar conflitos;
  • Conhecer o perfil dos colaboradores.

O líder que não possui essas características pode acabar tomando decisões equivocadas, além de não conseguir se conectar com seus liderados.

Ficou claro qual é o papel da liderança nas organizações exponenciais?

Lembre-se de que o líder que se atenta para o seu papel, procurando desenvolver as habilidades necessárias, estará mais bem preparado para lidar com os desafios de uma empresa exponencial.

* Este artigo foi escrito pela equipe da Setting Consultoria, especializada em ajudar empresas a estabelecerem o melhor caminho entre sua situação atual e seus objetivos futuros.