Neuromarketing, um daqueles termos que chama a atenção de todo mundo e desperta a curiosidade mesmo de quem não é do ramo.

Mas você sabe mesmo o que é neuromarketing?

Neste posts, vamos ser práticos e objetivos: depois de uma demonstração de como funciona o neuromarketing, vamos te passar 10 dicas práticas de uso, seja para neuromarketing digital, neuromarketing visual ou mesmo o neuromarketing auditivo.

Guia: como elaborar e implementar o processo de vendas

Elaborando e tirando o processo de vendas do papel para colocá-lo em prática

Está sem tempo para ler o conteúdo? Gostaria de poder acompanhá-lo enquanto dirige, caminha ou realiza outra atividade? Então não perca tempo e ouça este artigo na íntegra. Basta clicar no play! Agradecemos o seu feedback nos comentários 🙂

Veja também: Os sinais secretos revelados pela linguagem corporal

O que é neuromarketing?

Leia esta definição bastante completa e entenda definitivamente o que é neuromarketing:

Neuromarketing é um ramo do marketing que usa a tecnologia e a ciência para medir as respostas e as atividades cerebrais dos consumidores em função de estímulos visuais, sonoros e outros, relacionados a produtos e serviços, com o objetivo de melhorar esses produtos e serviços e de desenvolver uma comunicação mais eficiente e persuasiva com esses consumidores.

Ficou claro para você o que é neuromarketing?

Bem, então, veja, a seguir,  um exemplo de como funciona o neuromarketing, ele poderá ajudar ainda mais.

Saiba mais: Neurociência aplicada ao marketing: entrevista com o especialista Julian Frenk

Como funciona o neuromarketing?

Para entender o que é neuromarketing com uma demostração prática, confira este exemplo de neuromarketing visual, observando esta imagem:

Pois é! Temos a tendência de acreditar que o círculo da direita é menor, quando na verdade, os dois círculos centrais são idênticos!

Uma dos efeitos que o neuromarketing estuda é esse: a influência do contexto na comunicação.

Agora que você viu esse interessante exemplo, vamos ver como funciona o neuromarketing na prática!

10 dicas de como usar neuromarketing em seu negócio

Acreditamos que já está claro para você o que é neuromarketing. Por isso, está na hora de ver como funciona o neuromarketing na prática.

Vamos começar com uma lista de um importante conceito do neuromarketing, o de gatilhos mentais. Em seguida, você verá muitas outras dicas, aproveite!

1- Gatilho mental da escassez

O inesquecível: “Compre já!”.

Quando as pessoas percebem que algo é “por tempo limitado” ou que são as “últimas unidades”, sente uma necessidade urgente de se proteger da escassez, algo que, em nosso passado evolucionário, significava eminente perigo!

2- Gatilho mental da repetição

É o efeito daquele slogan ou música “chiclete”, que gruda em seu cérebro de tão repetida. Cuidado: isso pode ser depreciativo, em vendas consultivas B2B!

3- Gatilho mental da reciprocidade

Ideal para quem negocia ou faz visitas pessoais para clientes. O ser humano tem a predisposição a ser coerente em seus atos. Assim, se alguém faz algo bom para você, a tendência e de fazer o mesmo por ele.

Quem oferece um desconto, um bônus por quantidade comprada, ou dá excelentes conselhos comerciais e de gestão empresarial, receberá em troca, possivelmente, a fidelização do cliente.

4- Gatilho mental da curiosidade

– Você não tem ideia do que um de nossos clientes fez ara resolver esse mesmo problema! Pera aí que já estou chegando para conversarmos…

Percebeu como essa frase vai deixar seu cliente ansioso para conhecer a nova solução oferecida por sua empresa?

5- Gatilho mental da prova social

Um dos mais conhecidos usos é no neuromarketing digital, quando se mostra que famosos usam determinado produto ou serviço. Também pode ser usado em B2B.

Mostre para seus clientes que as grandes empresas ou profissionais que ele admira também usam a solução que você oferece, com ótimos resultados.

6- Gatilho mental da exclusividade

Muito efetivo no B2C, você pode usar a exclusividade incluindo seu cliente corporativo em uma lista VIP e mostrar para ele que isso lhe dá direito a participar de palestras e ventos que sua empresa patrocina, ou receber condições “exclusivas” de vendas.

7- Sorria

O vendedor sisudo e carrancudo não passa a seriedade que você talvez deseje transmitir. Um sorriso franco tem um feito bem melhor.

8- As pessoas olham para onde os outros olham

Esta dica de neuromarketing visual é muito usada em anúncios, quando se coloca uma pessoa olhando para eu produto ou serviço sendo executado.

Além de usar essa técnica em seus materiais de vendas, você pode fazer  mesmo em feiras e ventos, colocando vendedores olhando para seu estende, por exemplo.

9- Evite excesso de opções

Dar opções demais para seu cliente decidir, como muitas propostas de vendas alternativas, deixa-o inseguro e ansioso.

Ele sempre pode achar que a outra era melhor, afinal são muitas propostas… Ele pode acabar demorando muito para decidir ou se arrepender depois da decisão, achando que sempre haveria uma alternativa melhor.

Evite isso.

10- Ancoragem comparativa

Muita boa técnica para preços. Estabeleça no início da negociação um preço que seria “o de mercado”. Digamos R$ 100 (não vale mentir!).

A partir dessa ancoragem, seu cliente vai achar que qualquer preço inferior a esse é bom. Mas, se você apresentar 3 propostas para ele, desta foma abaixo, veja que interessante:

  • Solução X standard: R$ 100,00
  • Solução X plus, com “tal” benefício a mais: R$ 115,00
  • Solução Mega X super, com 5 benefícios a mais: R$ 265,00

A maioria das pessoas tenderá a optar pela solução 2, mesmo sabendo que o preço de mercado é menor, devido a grande desproporção da solução 3.

Conclusão: Objetivos do neuromarketing

O objetivo do neuromarketing é entender de que maneira o consumidor toma decisões.

Para isso, é preciso descobrir quais são seus desejos e os impulsos que os motivam a tomar essa decisão e quais as reações que se desencadeiam, depois disso. Será que eles terão novos desejos para satisfazer?

Confira esta figura que ilustra este ciclo:

o que é neuromarketing

Fonte: Neuro Business

Agora que você já sabe o que é neuromarketing, confira um e-book gratuita sobre um tema que você pode tornar ainda mais rico, se usar as técnicas citadas acima: Guia de Negociações de Sucesso