Quanto você vendeu hoje na filial tal? Quais foram os melhores vendedores? Que produto vendeu mais em cada filial? E no geral, qual vendeu mais em todas?

Tem algum produto encalhado no estoque? Em comparação com o mês passado, qual o aumento percentual de vendas este mês?

Bônus: teste grátis nossa plataforma de CRM

O Agendor é uma plataforma de CRM e gestão comercial que funciona como um painel de controle e assistente pessoal para equipes de vendas B2B. Cadastre-se abaixo e ganhe um teste cortesia de 14 dias, com todos os recursos!

Se você começou a fazer contas, foi buscar papel e lápis, ou está tentando entender os dados de uma planilha confusa (e possivelmente desatualizada), é porque não conta com um dashboard de vendas em seu negócio.

Neste post, você vai entender o que é dashboard de vendas, como conseguir um e como fazer excelentes análises de vendas com eles.

O que é dashboard de vendas, afinal?

Dashboard é uma expressão em inglês que significa painel de controle.

Dashboard de vendas é um recurso tecnológico usado para mostra de forma ágil e visualmente intuitiva uma série de informações sobre o andamento de suas vendas.

Informações como aquelas que citamos no início deste artigo. Só que estão ali, automaticamente atualizadas e representadas em gráficos de fácil visualização e entendimento.

Você não precisa fazer contas, nem acessar planilhas complexas. E isso facilita muito o controle das vendas, assim como sua análise, para facilitar a sua tomada de decisão na hora de pensar em estratégias para vender mais.

E se você quer saber como aumentar vendas em tempos de crise ou de fartura – não importa, precisa estar muito bem informado sobre tudo que ocorre em sua empresa!

Quer contar com um dashboard de análise de vendas em seu negócio?

Veja algumas formas de conseguir isso, conferindo 3 exemplos de dashboards de vendas.

3 exemplos de dashboard de vendas

Existem diversos softwares para gestão. Há mesmo quem use planilhas compartilhadas online para criar seus dashboards de vendas, os chamados, ironicamente, de “Excel Resource Planning (ERP)”.

Independentemente de usar planilhas, um CRM ou um ERP de verdade, cada uma dessas soluções para um dashboard de vendas tem suas vantagens e desvantagens.

Vamos entender isso?

1. Planilhas compartilhadas online

Talvez a única grande vantagem desse exemplo de dashboard de vendas seja o fato dele ser gratuito.

Ele pode funcionar muito bem para empresas que estão começando, principalmente startups que contam com profissionais que sabem usar recursos escassos de maneira criativa.

Mas não se iluda: quando sua empresa começar a crescer, as atualizações das planilhas começaram a ficar complicadas. Além disso, um pequeno erro em uma fórmula de uma célula pode comprometer todos os dados da empresa.

Sem falar que planilhas têm uma capacidade computacional limitada. Em algum momento elas vão começar a ficar extremamente lentas e até travar!

2. Um bom CRM

Se você quer acompanhar o desempenho de suas vendas, trabalhar o relacionamento com clientes e gerenciar a equipe, um bom sistema CRM online fornecerá um dashboard de vendas bastante eficientes.

Normalmente, esses softwares oferecem informações sobre o desempenho das vendas, o histórico do relacionamento com os clientes, têm uma versão do app no celular e contam com o chamado pipeline de vendas.

Nesse dashboard de vendas, é possível acompanhar de forma bastante visual e intuitiva todos os negócios em andamento na empresa, os valores envolvidos e o potencial de fechamento de uma venda, entre outras informações importantes para a gestão de vendas.

3. Um software ERP

Se seu negócio é voltado para o público final consumidor, um software ERP é uma excelente alternativa para criar seu dashboard de vendas.

Isso porque ele faz a integração das informações de diversas áreas do negócio, como frente de caixa, indicadores de estoque, financeiro, compras e muitas outras.

Dessa forma, você terá as informações que precisa sobre o andamento de sua operação com um todo, em tempo real.

Isso quer dizer que aquelas perguntas que te fizemos lá em cima serão respondidas automaticamente, e poderão constar de seu dashboard de vendas para serem consultadas rapidamente.

Assim, a análise e controle de vendas se torna bastante ágil, inclusive com informações sobre a necessidade de repor estoques ou alterar margens de lucro em alguns produtos.

Para deixar a sua empresa ainda mais poderosa, você pode até mesmo integrar seu ERP com seu CRM, criando um sistema de informação ainda mais completo e eficiente.

Como dissemos, cada uma dessas escolhas dependerá do porte, da área de atuação, da verba disponível para investimento e do seu plano de negócios.

Por isso, analise cada um desses pontos, as vantagens e desvantagens apresentadas e escolha a melhor forma de contar com um dashboard de vendas em sua empresa.

* Este post foi escrito por Marcos Nannetti, Diretor de Operações da Nérus, empresa especializada em softwares de gestão de varejo.