Fazer o planejamento estratégico do seu negócio e transformar isso em um plano de ações é a parte mais fácil da gestão empresarial.

Difícil mesmo é executar esse plano. Os mercados mudam rapidamente, assim como as motivações na tomada de decisão de compra. Isso obriga os gestores a fazerem mudanças de rumo constantemente.

Como diria Ram Charan:

“Setenta por cento das estratégias fracassam por ineficiência em sua execução […] raramente fracassam por falta de inteligência ou visão”

Nesse sentido, estar atento aos indicadores de desempenho de seu negócio – principalmente para quem trabalha com vendas – é fundamental para tomar as providências necessárias sempre que eles indicadores mostrarem que a execução não corresponde ao planejado.

Pensando nisso, foi criado o modelo de gestão à vista. Nele, um painel de gestão fica disponível para que todos os colaboradores visualizem os indicadores de desempenho do negócio em tempo real.

E esse feedback instantâneo pode ser extremamente engajador para a equipe. Aquele que estão batendo metas sentem-se mais seguros para seguir com seu trabalho. Quanto aos demais, têm condições de saber exatamente em que pontos do processo estão falhando para buscarem a melhoria necessária.

Neste posts, você vai ver como fazer um quadro de gestão à vista, o que colocar nele e como gerenciar esse modelo de gestão.

Veja também: Avaliação de desempenho e feedback: faça com naturalidade

Como fazer um quadro de gestão à vista passo a passo

Mais do que aprender como fazer um quadro de gestão à vista, é preciso saber o que fazer com ele e como usá-lo para melhorar o desempenho de sua equipe.

Um dos pontos fundamentais é definir o que colocar no quadro de gestão à vista, como você vai ver nos passos a seguir.

É importante ter em mente para quem quer a prender como fazer gestão à vista que os dados mostrados para todos, de forma pública em um painel de gestão, costumam ser gerais e relativos ao desempenho da empresa e da equipe como um todo.

O ideal é que dados de desempenho pessoal sejam acessíveis também em tempo real, mas de forma privada e pelo gestor, evidentemente.

O que se pode fazer é indicar aqueles que estão com os melhores desempenhos, os “top 3”, por exemplo, e a média geral de cada indicador.

Assim, cada colaborador poderá comprar seu desempenho com a médias dos colegas e com os melhores colocados no ranking.

1- Entenda como sua empresa entrega valor ao cliente

Não tem como fazer gestão à vista sem focar nos pontos mais relevantes para o sucesso de seu negócio.

Disponibilizar uma quantidade de indicadores muito grande não vai funcionar.

Se você quer saber como fazer um quadro de gestão à vista, comece descobrindo aquilo que realmente importa para sues clientes, aquelas atividades de seu negócio que fazem a diferença.

São elas as que precisam se acompanhadas de perto.

Este posts de nosso blog pode ajudar você: Conheça a equação que ensina como criar valor para o cliente

2- Defina que processos precisam ser medidos

Sabendo o que o cliente valoriza em seu produto ou serviço, ficará fácil definir os processos que precisam ser medidos mais atentamente.

Assim, se a velocidade de atendimento ao cliente é considerada um diferencial importante, esse processo deve ser acompanhado de perto.

No caso de equipes de vendas, pode-se descobrir que a consultoria que vendedor presta ou que a disponibilidade constante e boa vontade são percebidos como benefícios significativos. Portanto, essas etapas do processo precisam ser monitoradas.

3- Determine que KPIs vai usar

Como medir se seus vendedores estão prestando uma consultoria ao cliente, e não apenas tentam “empurrar” vendas?

Em alguns casos, talvez seja necessário fazer uma pesquisa digital online trimestral, por exemplo. Hoje, existem plataformas que permitem fazer isso de forma ágil, confiável e gratuita.

Já, para outros pontos, KPIs de vendas tradicionais podem ser suficientes.

Esta apresentação pode ajudar você a escolher o quer colocar no quadro de gestão à vista, para uma equipe de vendedores:

.

Confira também: Planilha de avaliação de desempenho de funcionários grátis!

5- Escolha uma interface para o painel de gestão à vista

Você pode usar planilhas do Excel ou do Google Sheets para fazer o controle dos indicadores, gerar gráficos de fácil visualização com esses programas e disponibilizar em grandes painéis.

Você também pode usar softwares para acompanhamento de metas criados especialmente para isso, que já tem um layout customizado.

Um funil de vendas não deixa de ser um modelo de gestão à vista que mostra como a vendas e negócios estão fluindo na empresa.

Se você está em dúvida de como montar um quadro de gestão à vista para vendedores, o funil de vendas apresentado em painel que possa ser acompanhado por todos é uma boa maneira de começar.

Veja este exemplo:

como fazer um quadro de gestão à vista

O importante é que além de dados sobre o fluxo de trabalho, como no quadro acima, também os indicadores de desempenho sejam disponibilizados de uma forma clara, bastante visual e que todos tenham cesso a eles em tempo real.

6- Acompanhe e faça ajustes

De nada adianta saber como fazer um quadro de gestão à vista se os resultados não forem acompanhados e analisados constantemente.

O objetivo da gestão à vista é exatamente este: entender as mudanças de cenário com agilidade, para tomar as mediadas necessárias e corrigir os rumos.

Se por um lado os próprios colaboradores podem fazer pequenos ajuste em seu comportamento diário no trabalho – garças à visualização em tempo real dos painéis de gestão à vista – uma ação coordenada e mais estruturada deve ser colocada em prática pelo gestor da área.

Agora que você já sabe como fazer gestão à vista, que tal dar uma olhada em algumas planilhas  e outros materiais GRATUITOS que podem inspirar você a descobrir o que colocar no quadro de gestão à vista?