Você sabe quais atitudes podem ser consideradas inadequadas em uma apresentação comercial? Nós temos algumas dicas para ajudar a identificá-los e como não cometê-los

Conquistar um novo cliente não é uma tarefa fácil mesmo para um profissional que tem anos de experiência. Qualquer oportunidade de prospecção de uma nova conta é um desafio.

Kit de Planilhas de Vendas

3 planilhas para te ajudar a planejar a sua rotina comercial

O modo como você monta a sua apresentação, o discurso elaborado, a sua linguagem corporal, o tom de voz, o conhecimento do produto e/ou serviço e, claro, o nível de entendimento sobre esse possível cliente são cruciais para essa aquisição.

Se você deseja ter um controle maior na sua próxima apresentação comercial, reduzir possíveis erros que possam colocar em risco o seu próximo contrato e estar mais preparado para esse momento tão decisivo, vamos abordar algumas dicas que farão toda a diferença.

Confira!

5 atitudes para não se ter em uma apresentação comercial

1. Não estudar sobre o possível cliente

É indiscutível que um profissional que tem um grande tempo de mercado adquire um conhecimento praticamente imensurável. Afinal, foram anos de prática podendo testar diversas estratégias.

Porém, esse vasto conhecimento para um profissional que não tem humildade para continuar aprendendo pode ser muito perigoso. Afinal, conhecimento nunca é demais, independente da área que você atua.

Mesmo assim é comum escutar a frase que “cliente é tudo igual”. Se você se identificou, está na hora de repensar o seu mindset.

Não adianta preparar um discurso que não condiz com a realidade de quem você está tentando prospectar. Separe um tempo para estudar a fundo a rotina, problemas e motivações que esse possível cliente possa ter para oferecer algo alinhado e valioso a todos esses pontos.

2. Não ter uma boa didática

Não saber explicar ao transmitir uma mensagem é um erro gravíssimo. Além de não passar confiança, você ainda pode aparentar não ter conhecimento suficiente e até mesmo comprometer uma solução válida por ela não parecer boa o bastante.

Para que isso não aconteça evite termos complexos e técnicos leve sempre em conta o nível de conhecimento de quem está assistindo , pense em um storytelling, planeje o tempo disponível e pratique, várias vezes.

Criar um mapa mental pode ajudar a organizar de forma mais simples as suas ideias. Com ele é possível conectar ideias, estabelecer relações entre elas e ainda desenvolver conceitos, tudo de forma visual.

Assim, fica mais fácil para você entender como deve transmitir e explicar tudo que precisa, além de poder usar o mapa mental na sua apresentação para torná-la mais didática.

Para isso, leve em conta quais informações são realmente necessárias e qual  nível de profundidade você pode atingir com esse público.

Caso opte por usar uma apresentação em formato de slides, nada de ficar lendo palavra por palavra. Use-a de forma estratégica para apenas destacar algumas informações.

Ao longo de sua apresentação faça perguntas para confirmar se o seu raciocínio está sendo claro. Escute e reflita. Não é necessário, nem recomendável, falar o primeiro pensamento que vier à cabeça.

Lembre-se de ser objetivo e uma dica: personalize o seu discurso de acordo com a sua audiência.

3. Não fazer ajustes no template escolhido

Você não precisa ser design para fazer um slide bonito. Com ajuda de ferramentas, como a Venngage, você consegue criar uma apresentação impactante em poucos minutos.

Além disso, não custa lembrar que não se deve criar um número grande de slides, acrescentar textos muito longos, usar cores e fontes que possam dificultar a leitura, adicionar imagens com baixa qualidade e até mesmo aquele link de vídeo que não carrega ou que tem uma qualidade de áudio impossível de ouvir.

Cada slide precisa ter um propósito, se não faz sentido apenas apague.

A sua apresentação pode ajudar ou até mesmo atrapalhar a atenção de quem está assistindo. Portanto, pense de forma estratégica e construa algo que possa colaborar para encantar a sua audiência.

4. Não criar um relacionamento com a sua audiência

Não acredite que apenas conhecer o público com quem está falando é o suficiente. É preciso dar um passo a mais e criar uma relação de empatia, também conhecida pelo nome de rapport.

Esse tipo de estratégia faz com que esse possível cliente perceba que está sendo escutado e por isso, se sinta melhor. Dessa forma, ele estará mais apto a prestar atenção em você e, claro, na sua apresentação.

Simples atitudes como sorrir e falar o nome da pessoa podem ajudar a criar esse tipo de conexão. Ao fazer isso, você transmite um certo cuidado, ganha a confiança de quem está interagindo, podendo até mesmo impactar de forma positiva nas objeções que essa pessoa possa vir a ter.

5. Não abrir espaço para perguntas

É importante ouvir o que as outras pessoas tem a dizer, especialmente quando você precisa entender o que elas acharam para saber quais os próximos passos precisa dar.

Ter dúvidas após uma apresentação é algo muito comum e que não significa que o que foi apresentado não foi claro. Receber questionamentos podem demonstrar interesse ou mesmo serem apenas testes para ver como será a sua reação e o quão preparado você está.

Portanto, treine para esse momento. Pense quais assuntos podem gerar mais dúvidas, elabore algumas respostas e esteja aberto para receber críticas, lembrando de não levá-las para o lado pessoal.

Apoie-se nas perguntas para explorar algo que pode ter sido explicado de forma breve. Aproveite também para demonstrar o nível do seu conhecimento. Criar um espaço de debate é uma ótima maneira de conhecer o seu público mais a fundo e mesmo descobrir pontos de melhorias para as próximas apresentações.

Com estas 5 dicas você estará mais preparado para a sua próxima apresentação comercial. Colocando-as em prática, se esforçando para realizar um bom trabalho, mantendo a calma e estando em busca de constante melhorias, não há dúvidas que você apresentará algo de extrema qualidade com grandes chances de atrair novos clientes.

Agora você já sabe o que não fazer e como evitar comportamentos que podem comprometer o objetivo da sua apresentação. Mas se mesmo assim, ainda sente que precisa uma ajudinha extra, confira: 21 dicas para criar uma apresentação comercial matadora.

Guest post escrito pela equipe da Venngage.