Nem todo mundo têm facilidade para escrever e-mails comerciais.

Às vezes parece que faltam palavras e, principalmente, argumentos convincentes para tratar com o cliente. E isso é completamente normal.

Guia: como ser mais produtivo e eficiente em vendas

Aproveitando e organizando o relacionamento com seus clientes para vender mais e melhor

Porém, é fundamental que o vendedor que reconhece essa fraqueza tente reverter esse quadro. Para isso, deve pesquisar as melhores técnicas de redação de e-mails comerciais e praticar o máximo que puder.

Pensando nisso, selecionamos 6 modelos de agendamento de visita comercial por e-mail. Esses modelos foram baseados nos princípios de persuasão de Robert A. Cialdini.

Você os conhece?

Neste post, além saber mais sobre os princípios de Cialdini, você vai descobrir como fazer agendamento de visita comercial por e-mail de forma extremamente persuasiva.

Quer outras dicas sobre como escrever e-mails comerciais? Então, confira esta apresentação criada pela equipe do Agendor:

Leia também: Como vender por email: aprenda a ter foco no email marketing de vendas

Os 6 princípios da persuasão de Cialdini

Cialdini é um renomado psicólogo que se notabilizou para o grande público ao escrever o livro “As Armas da Persuasão“.

Nessa obra, Robert Cialdini se baseou em diversas pesquisas e estudos e definiu 6 princípios que, segundo suas conclusões, norteiam o processo de tomada de decisão das pessoas.

Por isso, ao usá-los em seus agendamentos de visita comercial por e-mail, podem ser extremamente persuasivos.

Quais são os 6 princípios de Cialdini? Veja:

  1. Autoridade
  2. Reciprocidade
  3. Comprometimento e coerência
  4. Prova social
  5. Afinidade
  6. Escassez

Confira, a seguir, como usá-los em seus e-mails!

Confira também em nosso blog: Os 10 erros mais comuns na redação de um email de vendas

6 modelos de agendamento de visita comercial por e-mail seguindo os princípios de Cialdini

1. Autoridade

Diz Cialdini:

“Quando há uma figura de autoridade, é maior a probabilidade de as pessoas agirem de forma obediente, mesmo se essa autoridade for ilegítima.”

É claro que, como um vendedor consultivo, você não deve se valer de nenhuma autoridade ilegítima.

Use o princípio da autoridade quando, em suas conversas anteriores com o cliente, perceber que ele é uma pessoa bastante regrada e formal.

Você pode citar alguma lei que precisa ser seguida ou órgão de fiscalização. Mas lembre-se: sempre seja sincero no que diz! Essa é apenas uma forma de reforçar seu convite com argumentos convincentes.

Veja um exemplo de e-mail desse tipo:

Prezado Ferreira,

Como vai?

Conforme nossa conversa telefônica de ontem, estou agendando a visita para apresentar a solução de nossa empresa.

Gostaria de lembrar que nosso sistema é totalmente seguro e segue todas as determinações do Banco Central para o uso em instituições de crédito imobiliário.

Assim, estarei aí terça-feira, às 15h, como você havia solicitado em nossa conversa anterior.

Grande abraço!

2. Reciprocidade

Segundo Cialdini:

“A reciprocidade é tão generalizada que, após um estudo amplo, Alvin Gouldner (1960), em parceria com outros sociólogos, relatou que todas as sociedades seguem essa regra.”

Nesse caso, você deve mostrar ao cliente que fez algo por ele e, assim, ele se sentirá na “obrigação” de retribuir.

Veja como usar esse princípio em um agendamento de visita comercial por e-mail:

Sr. Adalberto,

Tudo bem?

Foi com muito prazer que o recebi em nossas instalações, semana passada. Espero que a visita à fábrica tenha sido tão agradável para o senhor como foi para mim. E que tenha esclarecido todas as suas dúvidas em relação à qualidade de nosso processo produtivo.

Gostaria de retribuir essa visita comparecendo ao seu escritório às 15h dessa terça-feira. Essa data é conveniente para o senhor?

Aguardo seu contato,

Forte abraço!

3. Comprometimento e coerência

Este princípio diz que:

“Deveríamos reconhecer que, na maioria das circunstâncias, a coerência é valorizada e versátil.”

Assim, as pessoas tendem a ratificar comportamentos recorrentes, principalmente quando foram propostos por elas. Ninguém quer parecer contraditório. Se afirmou algo, tende a cumprir a palavra.

Veja como esse pedido pode ser usado em um e-mail para marcar uma visita:

Marisa, tudo bom com você?

Quanto aos detalhes daquela proposta, como você mesma disse, esse tipo de negócio é melhor discutir olho no olho, em uma vista pessoal. Por isso, gostaria de passar aí para acertamos a negociação nessa terça-feira, às 15h.

Tudo bem para você?

Abraços!

Que achou desses modelos de de agendamento de visita comercial por e-mail, apresentados até agora? Quer algumas orientações sobre outros aspectos de um e-mail, principalmente quando se trata de um e-mail marketing?

Então, confira estas dicas de como criar um e-mail que atenda às necessidades de sua estratégia de marketing digital:

agendamento de visita comercial por e-mail

Fonte: NFe.io

4. Prova social

Veja o que diz esse princípio:

“Decidimos o que é correto descobrindo o que as outras pessoas acham que é correto.”

Pode parecer difícil usar esse princípio em vendas B2B. Mas, na verdade, as empresas costumam seguir as “grandes” do mercado. Alias, o benchmarking não deixa de ser uma confirmação disso.

Veja neste exemplo:

Cara Maria Fernanda,

Como vai?

Dando prosseguimento ao que tratamos em nossa última reunião, queria agendar a visita para apresentar com mais detalhes nosso software de gestão de Recursos Humanos.

Aproveito para te enviar esta reportagem (em anexo) que mostra que 8 das 10 melhores empresas para se trabalhar no Brasil usam nossa solução.

Podemos no reunir nesta terça-ferira, às 15h?

Abraço!

5. Afinidade

Cialdini afirma que:

“Somos mais propensos a sermos influenciados pelas pessoas que gostamos.”

Muitos empresários e gestores corporativos têm alguns “ídolos” empresariais, exemplos que gostam se seguir. Alguns do mais conhecidos são Bill Gates, Mark Zuckerberg, Elon Musk e tantos outros.

Se você detectar isso em seu cliente, essa pode ser uma forma de tornar seu agendamento de visita comercial por e-mail mais persuasivo.

Confira:

Dr. Tavares,

Em nossa última conversa, o senhor ficou em dúvida se a solução de gestão da informação e do conhecimento da minha empresa seria mesmo relevante para seu negócio. Assim, combinamos de marcar uma reunião para discutir o assunto.

Nesse contexto, gostaria de lembrá-lo de uma frase de Bill Gates, empreendedor que tanto admira: A maneira como você coleta, gerencia e utiliza as informações determina se você vai vencer ou perder.

Então, reunião confirmada para esta terça-feira, às 15h?

Grande abraço!

6. Escassez

Confira este princípio:

“Menos é melhor e perda é pior.”

Esse princípio mostra que quando as coisas são raras, ou estão acabando, são mais valorizadas. E o medo de perder a chance de adquiri-las pode levar as pessoas a tomarem uma decisão.

Veja como usar isso em agendamento de visita comercial por e-mail:

Beatriz, como vão as coisas?

Olha, preciso marcar a reunião ainda esta semana, de preferência nesta terça-feira. Como te falei, selecionamos alguns de nossos melhores clientes para experimentar esse lançamento com exclusividade.

Ainda restam alguns lotes, mas precisamos bater o martelo o quanto antes.

Às 15h dessa terça é bom para você?

Abraço!

Saiba mais: Conquistando clientes por email: Tudo o que você precisa saber sobre cold email

Veja mais alguma dicas de como usar e-mail em vendas:

O que achou desses modelos de agendamento de visita comercial por e-mail? Já havia usado alguma dessas técnicas de persuasão? Conte para a gente nos comentários!

Aproveite e baixe nosso e-book gratuito com dicas de como superar objeções: Como o Agendor pode ajudar você a vencer objeções durante suas negociações