É inegável que o comportamento do consumidor mudou ao longo dos últimos anos. Não só ele migrou para o online, mas também passou a utilizar uma quantidade maior de informações para tomar a decisão de fechar a compra - inclusive, sem precisar da ajuda de um vendedor em algumas etapas do processo.

Um reflexo disso é o aumento das vendas low touch, que tornaram-se mais frequentes nos dias de hoje. Através dela, o cliente faz todo o processo por conta própria, desde o descobrimento da solução até o fechamento do contrato. 

Neste sentido, encontrar o produto ou serviço de que precisa na internet, a apenas alguns cliques de distância, reduz a necessidade de contato com vendedores ou representantes comerciais da empresa. 

Essa agilidade traz inúmeros benefícios para quem busca eficiência de venda. Todo negócio tem produtos que, praticamente, se vendem sozinhos - ou que podem ser adquiridos por autocontratação.

Assim, a necessidade de algum representante fazer o esforço de venda é dispensada. 

Com uma boa ferramenta de gestão de fluxos de vendas, aliada a uma plataforma de automatização de cobranças, todo o processo fica simples de ser gerido, além de eliminar erros ou inconsistências que podem fazer um negócio perder dinheiro. Ou seja, cada movimentação fica disponível para acompanhamento sem precisar se equipes dedicadas para focar nesse processo. 

Neste post, vamos falar como a utilização desses dois tipos de ferramentas, aliadas às vendas low touch, são essenciais para otimizar o faturamento da sua empresa, gerando altas taxas de conversão. Boa leitura! 

O que são vendas low touch?

Existem diversas técnicas de venda, cada uma ideal para um tipo de cliente ou produto. Desde o início do comércio, as vendas presenciais dominavam. Com o avanço da tecnologia e após meses de distanciamento social, esse método tornou-se cada vez mais raro. Uma nova realidade permite que vendas low touch ganhem mais espaço. Mas, o que isso significa? 

Em tradução livre do inglês, low touch significa “pouco contato”. Aplicado às vendas, isso significa uma compra sem o contato de um vendedor, o cliente faz tudo sozinho. Nesse caso, o marketing ganha papel fundamental, pois é ele que vai educar o consumidor para tomar a decisão de compra. 

As vendas low touch dão mais autonomia ao cliente, que normalmente está buscando rapidez e solução de alguma necessidade imediata. Por isso, esse modelo é comum na internet e, certamente, você o faz todas as vezes que compra em um e-commerce, por exemplo. Basta acessar a página e fazer a compra com o meio de pagamento de sua preferência. 

E as vendas high touch?

Se você pensou que vendas high touch são o inverso, então acertou. Vamos entender suas aplicações. Normalmente esse modelo é usado para venda de produtos com um ticket médio mais alto, por isso costuma ser comum em negócios B2B. O que significa que é comum ter um vendedor acompanhando todo o processo de compra, o que pode torná-lo mais longo. 

Produtos de maior valor agregado não costumam ser comprados por impulso, principalmente por empresas, onde muitas pessoas se envolvem no processo de decisão. O acompanhamento de um vendedor se torna necessário para que não haja atritos ou dúvidas até que a compra seja realizada. Mesmo que o potencial cliente tenha um baixo conhecimento do produto, ele ainda é considerado importante, pois será educado ao longo do processo. 

Seja na internet ou ao vivo, veja nossas dicas para conquistar mais clientes:

10 estrategias para conquistar mais clientes

Como a automatização impulsiona as vendas low touch?

A automatização traz, acima de tudo, eficiência no recebimento e gestão de pagamentos. Além de permitir oferecer os principais meios de pagamentos aos consumidores. Apenas uma infraestrutura completa entrega um checkout seguro e com os principais meios de pagamento, permitindo que os clientes façam a compra online tranquilamente. Seja voltado para o mercado B2B (empresa vendendo para empresa) ou B2C (empresa vendendo para pessoa física). 

Um negócio só tem a ganhar com a organização dos seus processos, confiando tarefas às tecnologias de automatização. A equipe comercial pode focar em vendas estratégicas e o time financeiro pode estar no controle de cada movimentação, sem riscos de erros. Tanto as vendas low touch quanto as high touch só têm a se beneficiar com um sistema de vendas mais eficiente. 

Confiança no processo comercial

Quando o time de uma empresa pode contar com processos automatizados, fica mais fácil focar em tarefas estratégicas para o crescimento do negócio. Além disso, erros e perdas de dados são reduzidos ao mínimo. Todo o processo de compra e venda passa a ser mais confiável e efetivo. Os esforços das equipes passam a gerar resultados que realmente fazem a diferença. 

Utilizando um software automatizado de gestão de vendas, sua equipe comercial consegue acompanhar o cliente desde o primeiro contato com sua empresa. E ainda, criar um processo personalizado de acordo com o perfil deles, gerando leads mais qualificados. As chances de fechar uma venda são muito maiores quando a abordagem é feita da maneira e na hora certa. O comercial fica ainda mais completo com todas as métricas e KPIs reunidos em relatórios detalhados. 

Redução de tarefas manuais

Planilhas e tarefas repetitivas podem ficar no passado quando tudo é colocado na mão de uma infraestrutura completa que cuida da parte burocrática para você. Dados são consolidados em apenas um lugar e ainda é possível fazer programação de cobranças e pagamentos. Aquele tipo de tarefa que uma equipe poderia perder horas realizando, é colocado no automático e fica disponível para direcionar estratégias de venda. 

A automatização pode ir além, abrangendo também todo o processo antes do fechamento de vendas. Um bom software de vendas consegue se integrar aos principais sistemas que você já utiliza na sua empresa, reunindo organizadamente em um único lugar todos os dados e informações que seu time de comercial precisa no dia a dia. É possível criar lembretes, notificações, base de leads e clientes, além de oferecer insumos para a equipe de marketing que fará a primeira atração do futuro comprador. 

Previsibilidade de receita

A partir do momento em que fica claro se a compra foi paga, cancelada ou se ainda está pendente, é possível ter na ponta do lápis quanto uma empresa vai receber no final do mês. Uma boa infraestrutura de pagamentos ainda permite que seja feita a antecipação desses recebíveis, cobrindo imprevistos ou emergências que possam surgir ao longo do caminho. 

Mais opções de pagamentos

O consumidor busca estar no controle de suas compras pela internet e isso passa, principalmente, pelos pagamentos. Apesar dos brasileiros ainda terem forte preferência pelos boletos bancários, os demais meios ganham cada vez mais espaço. Oferecer o maior número de opções garante a liberdade de escolher o que melhor se adequa ao momento de compra de cada cliente. Nenhuma venda é perdida por falta de algum meio de pagamento no checkout. 

Uma plataforma de pagamentos completa entrega, de forma nativa, desde boleto até cartão de crédito e o novíssimo Pix. Tudo integrado a um sistema de gestão financeira para melhorar a performance do seu time comercial. 

Confira as vantagens do controle de clientes e vendas:

As 5 vantagens do controle de clientes e vendas

Otimizando as vendas low touch

Vender pela internet tornou-se ainda mais fácil com as tecnologias que estão disponíveis para as empresas. A automatização de recebíveis é uma mão na roda para otimizar os processos, reduzir custos de operação e deixar que as equipes trabalhem com eficiência. 

As vendas low touch demandam que os negócios online criem estratégias assertivas para conquistar e educar o cliente para que ele, por conta própria, faça suas compras com o menor número possível de obstáculos. Isso passa principalmente pela oferta de meios de pagamentos no checkout de maneira segura e com todas as opções do mercado. 

Esse tipo de venda costuma trazer uma movimentação financeira grande, por isso, conte com uma infraestrutura de pagamentos para automatizar esses recebíveis. Assim, seu financeiro fica em ordem e livre de erros que possam causar prejuízos a longo prazo. Pronto para saber mais sobre como alavancar as vendas do seu negócio com uma gestão impecável? Confira esse material que separamos para você. 

Este conteúdo foi escrito pela Iugu, uma plataforma de cobranças que veio para descomplicar as transações financeiras das empresas.

Continue aprendendo: acesse nosso Guia sobre Indicadores de Vendas e Marketing para impulsionar a performance com as vendas low touch!