Você está precisando de um musica para relaxar e trabalhar? Nossas dicas podem ajudar

O tipo certo de música pode relaxar a sua mente, aprimorar o seu foco, afogar suas distrações e lhe dar a energia necessária para matar a sua lista de afazeres.

Se você ainda tem dúvida que a música realmente pode deixa-lo mais produtivo, a resposta mais provável está em algum lugar entre “ouvir Mozart faz de você um gênio” e “basta ter calma e trabalhar”.

Guia: como ser mais produtivo e eficiente em vendas

Aproveitando e organizando o relacionamento com seus clientes para vender mais e melhor

Veja como escolher música para o ambiente de trabalho ficar menos estressante e mais produtivo.

4 dicas de como conseguir musicas para trabalhar concentrado e relaxado

O estudo mais frequentemente cita para essa questão da música sobre a nossa mente envolve o chamado efeito Mozart. Ele sugere que ouvir certos tipos de obras clássicas do artista aumentam o raciocínio espacial-temporal.

Além disso, é creditado ao efeito Mozart a capacidade de pensar fora da caixa para pessoas ficarem criativas e buscarem soluções mais abstratas para problemas lógicos.

Esse efeito tem sido exagerado e excessivamente superestimado. Além disso, é fortemente refutado. Mas isso não significa que uma grande lista de reprodução de músicas não possa ser criada e fomentar a sua produtividade.

Em um estudo feito por pesquisadores da Universidade de Illinois, foi descoberto que ouvir música em todos os tipos de trabalho aumenta a produtividade no trabalho em até 6,3%.

Por outro lado, um estudo feito pelo site americano MetaFilter, 56 funcionários que trabalham com TI foram mais produtivos quando não havia nenhuma música tocando em relação ao mesmo tempo com música.

Portanto, a resposta à pergunta se as músicas para trabalhar podem ser mais produtivas é “depende”. Depende, se o seu espaço de trabalho é barulhento o suficiente para que o ruído bom ou a música seja melhor do que a cacofonia natural.

Embora muitas das respostas finais para os estudos sobre o papel da música para se concentrar não sejam definitivas, o consenso geral parece ser que as pessoas podem aumentar sua produtividade com as músicas.

Se isso soa como uma boa notícia para você, aqui estão algumas sugestões sobre quais músicas podem ser consideradas úteis para o seu trabalho.

músicas para trabalhar

Músicas para melhorar a concentração no trabalho

Opção #1: a rota clássica

A instrumentação ornamentada e a composição da música clássica barroca recebe muita atenção para seus possíveis efeitos de expansão da mente. São muito citadas como um tipo e boa música para concentração no trabalho.

Um estudo recrutou 8 radiologistas para trabalharem normalmente enquanto ouviam músicas do período barroco. A maioria deles reportaram uma melhoria no humor e na produtividade.

David Allen, o blogueiro à frente do Getting Things Done aponta que a sua produtividade dá saltos quando passa o dia ouvindo Vivaldi, Bach e outras melodias barrocas que melhoram seu humor ao longo do dia.

Para ele, essas músicas para trabalhar acabam sendo ótimas ferramentas para que ele enfrente tarefas chatas, como uma revisão semanal.

A vantagem nisso tudo é que as músicas clássicas são fáceis de serem encontradas hoje em dia.

A Wikipedia, por exemplo, tem centenas de arquivos licenciados e gratuitos, e sites de busca de domínio público, como o Musopen oferece uma grande variedade de opções.

Por outro lado, se você não gosta tanto assim de música clássica, experimente ouvir o Vitamin String Quartet, que abrange músicas pop no quarteto de cordas.

Não é o mesmo estilo de arranjo como a música clássica tradicional, mas o trabalho do quarteto é ótimo para tornar a música pop menos irritante. Aqui está um pequeno exemplo do trabalho deles.

Opção #2: a rota ambiental

O rótulo de música ambiente tem sido aplicado muito amplamente para tornar a coisa toda confusa demais.

Ainda assim, em sua essência, toda música ambiente é projetada para não saltar em seu rosto, mas ainda manter o seu cérebro envolvido em um nível subconsciente mais baixo.

Pioneiros como Brian Eno desenvolveram a música ambiente como uma experiência em composição, nos permitindo que algoritmos, aleatoriedade, sintetizadores e tudo pareça limpo para substituir os componentes da música pop.

Essas são boas alternativas de música para se concentrar.

Uma variante moderna, como chillout, e seus derivados, como downtime, ambiente house, e IDM (Intelligent Dance Music) surgiram de uma necessidade de dançarinos fazerem uma pausa em suas performances e recuperar o fôlego.

Como a música ambiente original, muito do que é projetado para relaxar a mente e a deixar vagar proporciona uma estimulação suficiente para se fixar como inspiração.

Se você quiser começar com músicas para trabalhar, o Music for Airports, pode ser uma ótima maneira de experimentar a música ambiente em suas tarefas do dia-a-dia.

Apesar de tudo, esse CD foi planejado para aeroportos reais, para deixar os passageiros à vontade em uma situação estressante, muitas vezes antes de entrar em um avião – que é o maior medo de muitas pessoas.

Opção #3: a rota dos ruídos

Se a música é muito perturbadora para você, mas seus colegas, barulhos de máquinas e o clamor geral do seu escritório são ainda mais chatos, os ruídos podem ser uma adição valiosa ao seu repertório.

Geradores de ruído, geralmente agrupados em cores (branco, rosa, marrom ou vermelho) cobrem uma gama de espectro sonoro com som genérico para massacrar ou atenuar as distrações de outros ambientes.

Se você quiser experimentar, pode navegar por sites que trabalham com ruídos, como Coffitivity e o Rainy Cafe, além de aplicativos como ChatterBlocker para encobrir os sons.

Eles recriam diferentes ambientes para preencher as lacunas notáveis ou introduzir outros tipos de sons ambientes em seu mix. Ao invés de usar músicas para trabalhar, você usa esses sons ambientes.

Seu escritório é horrível para trabalhar? Que tal se sentir dentro de uma cafeteria para realizar suas tarefas?

Seu escritório é horrível para trabalhar? Que tal se sentir dentro de uma cafeteria para realizar suas tarefas?

Opção #4: a sua rota

Obviamente nem sempre você estará satisfeito com uma dessas rotas de sons acima e quer escolher algo pessoal como musica no ambiente de trabalho.

Muitas vezes você pode fazer o gênero rock and roll (em seus mais variados tipos, como punk, metal e etc.), e achar que essas músicas fazem você se sentir bem para trabalhar mais.

Ou então você pode ser um fã de jazz, blues, ou até mesmo bossa nova, e não dispensa esse tipo de música em seus fones de ouvido, porque eles lhe abrem a cabeça e fomentam a sua criatividade.

Por fim, você pode até mesmo, ser fã de funk, rap, pagode, ou qualquer outro tipo de música não convencional.

Você tem direito de ouvir o que quiser (do seu fone de ouvido pra dentro), desde que você acredite que está se sentindo bem, e que isso realmente ajude você a ser um profissional mais produtivo e menos procrastinador.

A produtividade é algo subjetivo. Então vale aquilo que funciona pra você, e não aquilo que funciona para os outros. Com certeza, músicas para trabalhar são uma escolha pessoal!

Agora que você já tem a desculpa perfeita para colocar os fones de ouvido e trabalhar com mais produtividade, conta pra gente: qual é o seu estilo de música favorito para ouvir enquanto trabalha?