Entenda o que é e como a metodologia Aidala pode ser útil para dar direcionamento às ações de vendas e marketing de sua empresa

Para aumentar o volume de vendas de qualquer tipo de negócio, muitos empresários e gestores recorrem ao uso de diferentes procedimentos, protocolos e padrões de abordagem e atendimento ao cliente.

No entanto, poucos desses artifícios são voltados para o planejamento de vendas e marketing.

Kit de Planilhas de Vendas

3 planilhas para te ajudar a planejar a sua rotina comercial

Muito divulgada nos livros de publicidade e propaganda, a metodologia Aidala mostra-se bastante eficiente para esse tipo de demanda.

Por isso, o post de hoje é dedicado a esclarecer sua ideia principal e como ela pode provocar uma transformação positiva nas vendas de sua empresa.

Confira a metodologia Aidala!

O que é a Aidala?

Podemos classificar a Aidala como uma espécie de checklist baseada em diferentes estágios de convencimento e retenção de clientes.

Direcionada por dois critérios de posicionamento de marca (o perfil do cliente desejado e como o negócio deve ser percebido por seu público-alvo), a ferramenta é simples e se apresenta no formato de uma planilha com três colunas:

  • Etapas;
  • Ps priorizados na etapa;
  • Decisões e ações a serem executadas.
Modelo de Aidala criado pelo Movimento Empreenda

Modelo de Aidala criado pelo Movimento Empreenda

Em que consiste a ferramenta?

A sigla AIDALA descreve os estágios a serem cumpridos nos processos de vendas e marketing de produtos e serviços:

  • A – Ação ou como chamar a atenção do maior número de potenciais clientes
  • I – Interesse ou como fazer com que essas pessoas realmente se interessem pelos produtos ou serviços
  • D – Desejo ou o que é necessário para que as pessoas queiram comprar
  • A – O que fazer para facilitar a aquisição das mercadorias por parte dos clientes
  • L – Quais são os fatores que manterão a lealdade do cliente
  • A – Apóstolo ou como transformar o cliente em defensor e divulgador da marca

Cada letra destaca acima simboliza uma etapa a ser analisada a partir dos 4 Ps, (Produto, Preço, Praça, Promoções) e quais deles deverão ser priorizados.

Importante lembrar que existe um campo na Aidala  em que deverão constar quais serão as ações e decisões executadas pela empresa em cada etapa a partir dos “Ps” escolhidos.

Por exemplo:

Na etapa de Ação (como chamar a atenção do maior número possível de clientes em potencial), podem ser escolhidos todos os 4 Ps e serem descritas decisões sobre:

  • Embalagens atraentes;
  • Qual a possibilidade de facilitar as condições de pagamento;
  • Quais serão as ações realizadas no ponto de vendas para atrair o público;
  • Quais serão as bases das campanhas de marketing.

E como isso pode fazer com que as vendas aumentem?

A metodologia Aidala serve como uma orientação a respeito do direcionamento do planejamento da sua estratégia de abordagem do potencial cliente, até a fase em que este já está fidelizado e passa a auxiliar na divulgação de seus produtos e serviços.

Isso é feito com foco em pontos específicos e muito estruturados, que lhe permitem ter uma visão ampla sobre o que deverá ser feito para que cada fase da prospecção e retenção de clientes tenha sucesso.

Aidala

Transforme o cliente em defensor e divulgador da marca

A Aidala coloca o vendedor no caminho certo para vender mais, a partir de sua própria visão a respeito da empresa.

A metodologia o incentiva a analisar um grande número de possibilidades e realizar um trabalho específico e eficaz sobre cada uma delas.

O resultado disso são campanhas com mais retorno, apresentação de produtos e serviços com grandes diferenciais competitivos sobre a concorrência, mais clientes satisfeitos (que ainda ajudam a divulgar a marca) e, consequentemente, maior lucratividade.

Gostou do nosso post de hoje? Você também poderá se interessar pelo nosso artigo “Tudo que você não deve fazer nos negócios em tempo de crise”.

Conheça outras maneiras de acompanhar o cliente durante a jornada de compra, baixe nosso e-book gratuito: O Funil de Vendas na Prática