Um jantar de negócio é uma opção bastante comum e muito utilizada com a finalidade de gerar uma maior leveza em reuniões profissionais. Entretanto, não se deve tratar esses encontros com ares de informalidade, pelo contrário.

Há algumas regras essenciais para evitar que seu jantar corporativo – e até mesmo seus negócios – tenham resultados diferentes dos imaginados.

Confira também em nosso blog: Dicas de etiqueta para construir uma imagem profissional

Guia: como elaborar e implementar o processo de vendas

Elaborando e tirando o processo de vendas do papel para colocá-lo em prática

Como se sair bem em um jantar de negócio

Um grande erro em que muitos recaem é considerar um jantar corporativo como apenas uma refeição ou um evento informal. Esse tipo de compromisso não somente auxiliará a criar um melhor relacionamento entre os convidados, como também pode ser decisivo no fechamento de negociações.

Por isso, desde o planejamento até a participação no jantar, é preciso levar em consideração etapas e detalhes muito importantes – que, muitas vezes, podem ser esquecidos pelos organizadores.

Preparações importantes

Antes do jantar, faça a mesma lição de casa que faz ao se preparar para uma reunião de vendas: conheça o mercado, suas soluções, o cliente, sua empresa e as até as preferências pessoais dele.

Relembre esses detalhes: O passo a passo para uma reunião de vendas vencedora

1- Domine os assuntos

Primeiramente, estude muito bem os assuntos a serem abordados durante o jantar corporativo e garanta que se lembrará de tudo. Para ajudar, antes do compromisso, vale escrever em um papel todos os pontos que devem ser levantados nas conversas.

Mas atenção: jamais leve suas anotações com você.

2- Qual local escolher?

Antes de definir o local do jantar, é essencial procurar saber se há restrições alimentícias no grupo – tanto por opção pessoal, quanto por influências culturais.

Levar um empresário de origem indiana para comer carne bovina ou um vegetariano a uma churrascaria arruinaria a experiência.

Além disso, opte por gastronomias menos “exóticas”, com sabores muito particulares. Evite ainda um menu com muitos pratos difíceis de comer, como alimentos com excesso de molhos (que podem sujar a roupa) ou muito apimentados e condimentados.

Procure ainda por restaurantes mais tranquilos e silenciosos, para que a conversa não seja atrapalhada. O anfitrião, ainda, deve ser o responsável por fazer as reservas das mesas com antecedência.

3- O que vestir?

Dê preferência a roupas mais clássicas, sem peças que possam ser consideradas extravagantes ou coloridas demais. É preferível ainda tomar muito cuidado com excessos de perfume e maquiagem.

Existem outros eventos em que é possível se relacionar com clientes, veja mais aqui: O guia completo do networking

Qual a maneira correta de se comportar?

Chegado o momento do compromisso corporativo, é necessário atentar-se a diversas regras de comportamento e etiqueta. Assim, através dessas dicas fundamentais, você evitará passar uma imagem negativa e alcançará o sucesso esperado em seu jantar.

1- Pontualidade

É imprescindível que se chegue no horário estipulado, mas, caso ocorra um imprevisto, ligue avisando seu atraso.

2- Como cumprimentar?

De acordo a etiqueta, em um jantar de negócio, deve-se cumprimentar todos com um aperto de mãos. Preferencialmente, ainda, o anfitrião ou a pessoa que possui o cargo mais alto deve ser o primeiro a estender a mão.

3- Levante-se ao ser apresentado

Quando for apresentado a outra pessoa, jamais permaneça sentado. Mas, caso seja pego de surpresa e não consiga se levantar imediatamente, incline o corpo para a frente, demonstrando sua intenção de se colocar em pé.

jantar de negócio

Levante-se ao cumprimentar as pessoas

4- Bebidas

Na hora de escolher um vinho, por exemplo, não tenha medo de pedir por indicações do sommelier. E, caso o convidado não seja da mesma região onde a empresa se localiza, pode ser uma boa opção pedir por um vinho regional.

Além disso, seja você mesmo: não tente exagerar demonstrando conhecimentos sobre a bebida. Tal atitude pode ser muito cansativa para seu convidado e soar falsa.

E cuidado! É muito importante não cometer excessos – prefira não passar da primeira taça de qualquer bebida alcoólica.

5- Como estabelecer um clima agradável?

Para estabelecer um rapport, ou seja, criar certa conexão com a outra pessoa durante um jantar de negócio, o segredo é buscar pontos em comum entre vocês.

Procure iniciar conversas sobre assuntos pelos quais sabe que a pessoa se interessa. Por exemplo, se o convidado é fã de futebol ou aprecia artes.
Apenas tenha cuidado e não tente parecer dominar um assunto que não conhece tão bem assim. Ao invés de criar um elo, pode parecer que você está forçando uma conexão.

Acompanhar notícias recentes e citá-las também pode ser uma forma de levantar questões diferentes, evitando falar apenas de assuntos relacionadas às negociações.

Mas evite temas muito polêmicos, que possam levar a opiniões muito extremas ou gerar algum desconforto entre os convidados.

Veja mais dicas: Técnicas de rapport em vendas que trazem excelentes resultados

6- Agradeça, mas não seja repetitivo

Evite falar “obrigado” por muitas vezes. Agradeça, mas sem ser extremamente repetitivo. Após o jantar corporativo, envie uma mensagem (e-mail) de agradecimento, preferencialmente até 24 horas depois do evento.

7- Evite apontar com os dedos

Caso precise apontar em alguma direção, prefira fazer o gesto com as mãos abertas e dedos juntos. Evite utilizar o dedo indicador, pois o movimento passa a impressão de agressividade.

8-Seja atencioso

Mostre-se atencioso, olhe nos olhos das outras pessoas e sorria. Você pode seguir a ordem de assuntos juntamente com as refeições. Introduzir os temas durante a entrada, desenvolvê-los quando o prato principal for servido e finalizá-lo no momento das sobremesas.

9- Evite dispositivos eletrônicos

Os celulares devem permanecer guardados e não sobre a mesa – ficar mexendo no aparelho então, nem pensar! Coloque o telefone em modo silencioso, mas, caso precise atender a uma ligação importante, peça licença e se levante da mesa.

10- Responsabilidade da conta

A responsabilidade de pagar a conta sempre é do anfitrião, mesmo que o convidado se ofereça para ajudar. E, ainda, nunca deve ser comentado o valor pago. E caso você seja o convidado do jantar, evite pedir por pratos muito caros.

Ao se comportar adequadamente, respeitando a essas regras, o jantar de negócios poderá ser muito mais agradável e, sobretudo, positivo para seus negócios.

Atente-se aos detalhes e saiba transformar esse compromisso de trabalho em uma ótima oportunidade para criar relações profissionais e obter os resultados esperados.

Melhorar o relacionamento entre seus colaboradores é tão importante quanto estreitar relações com clientes, veja mais: 8 atividades de team building que vão motivar e integrar suas equipes

Um bom jantar de negócio pode ser uma excelente oportunidade de conquistar cliente com o perfil mais indicado para seu negócio. Baixe nosso e-book gratuito e descubra como otimizar essas ações: Guia como ganhar tempo vendendo aos clientes ideais