« Início Estratégias de vendas Ferramentas Produtividade Novas ideias Dicas de CRM Cases de CRM Atualizações do Agendor

ERP: o que é e para que serve (um guia completo)

Escrito por
Douglas da Silva

Como funcionam as coisas na sua empresa? Existem diversas áreas, cada uma responsável por determinados processos, ou tudo é gerenciado por uma pessoa só?

Uma empresa, por menor que seja, costuma ser dividida em áreas de atuação. E mesmo em uma empresa individual ou micro, gerenciada por uma única pessoa, sempre haverá uma partição das tarefas, mesmo que apenas para o empreendedor conseguir se organizar melhor.

Independentemente do tamanho da organização onde atua, uma coisa é certa: hoje a tecnologia e o uso de ferramentas de gestão são fundamentais para a operação de qualquer negócio.

O Guia definitivo para integrar vendas e implantação

Descubra como ter uma gestão de projetos focada no cliente

Nesse contexto, as empresas acabam usando diferentes sistemas e até planilhas compartilhadas para gerenciar processos, armazenar e trocar informações.

Assim, influenciadas pela tão bem-vinda proliferação dos softwares SaaS (baseados na nuvem e oferecidos com um serviço pago mensalmente), as empresas contam com sistemas diferentes para cada área.

Um programa para controle financeiro, outro para CRM, uma terceiro para automação de marketing, algumas planilhas compartilhadas na nuvem para certos processos e assim por diante.

No final, as informações estão dispersas e as áreas não falam entre si.

Como solucionar esse problema?

Adote um sistema ERP, um sistema de gestão integrada.

Neste post, você vai descobrir o sistema ERP, o que é e para que serve.

ERP: o que é e para que serve?

Ao contrário do que muitos pensam, ERP não é a marca de uma ferramenta de gestão empresarial.

ERP, em inglês, corresponde à expressão Enterprise Resources Planning.

E o que significa ERP em português? A sigla pode ser traduzida como Planejamento dos Recursos da Empresa.

A verdade é que esse nome esclarece muito pouco sobre o ERP, o que é e para que serve.

Podemos dizer, de forma direta, que um ERP é uma sistema computacional que gerencia todas as informações do negócio de forma integrada.

O objetivo é que os gestores tenham visão e controle sobre todos os recursos empregados na empresa, para gerenciá-los da melhor forma. Daí o nome: Planejamento dos Recursos da Empresa.

Mas é preciso entrar em mais detalhes para entender, de verdade, um ERP, o que é e para que serve.

Veja, a seguir, as principais características de um sistema ERP.

Principais características de um sistema ERP

A melhor forma de entender este tipo de sistema, o que é e para que serve, é conhecer suas características.

Confira tudo o que alguns dos melhores ERP do mercado podem oferecer à sua empresa:

1- Integração de todas as áreas do negócio

Imagine que você é o gerente financeiro de uma empresa e precisa das informações de faturamento mensal.

O que seria mais ágil e produtivo:

  • A) Entrar em contato com o departamento de vendas, solicitar permissão para conhecer esses dados e aguardar que eles sejam enviados por e-mail ou outra mídia ou
  • B) Simplesmente entrar no sistema ERP e colher esses dados na hora?

Ficou clara para você essa característica de um sistema ERP? E isso vale para informações de qualquer área, do RH aos estoques, da produção ao jurídico.

2- Atualização em tempo real

Outra grande vantagem de um ERP é que as informações colocadas no sistema estão disponíveis para todos, imediatamente.

Assim, se o gestor financeiro que mencionamos acima estiver fazendo um relatório com os dados que colheu pela manhã e, ao final do dia, quiser apresentar algo ainda mais atualizado, tudo que tiver sido computado nesse período estará a sua disposição.

Assim, os dados são sempre recentes e mais confiáveis.

3- Fonte mais confiável de informações

Quando uma empresa usa diversos sistemas e até planilhas, muitas vezes as informações de uma área não batem com as das outras.

Isso pode acontecer porque há um duplo controle, porque os dados não estão atualizados ou porque são usados diferentes critérios de medição.

Quem usa um ERP não corre esse risco, porque tudo está integrado.

Mas calma! Ainda temos mais vantagens do ERP para te mostrar!

4- Definição, gestão de indicadores de desempenho e melhoria contínua

Sem dúvida uma das principais funções de um ERP é ajudar todos os níveis da empresa a acompanharem seus indicadores de desempenho.

Assim, desde o nível operacional, passando pelo tático-gerencial até chegar ao estratégico, todos sabem se estão dentro das metas e objetivos do negócio. E se não estiverem, tomam rapidamente as providências necessárias para melhorar os processos.

Com isso, a melhoria contínua se torna uma realidade, graças ao ERP!

5- Visão holística do negócio

Por fim, o ERP fornece à alta direção da empresa uma visão macro de tudo que está acontecendo. Assim, as decisões estratégicas podem ser tomadas com mais agilidade e assertividade.

Além disso, o planejamento estratégico será muito mais rico e certeiro.

Talvez você até esteja se perguntando: mas quanto custa um sistema ERP?

Na verdade, dependendo do sistema ERP escolhido, ele pode ser bastante acessível, como é o caso dos SaaS. Outros, mais complexos, demandam estudos aprofundados do negócio, customização e treinamentos.

Tudo vai depender do porte de sua empresa. Mas, uma coisa é certa: um sistema ERP sempre será benéfico para qualquer negócio.

Este post foi escrito pela equipe da Nfe.io, um sistema de emissão e controle de notas fiscais que automatiza tarefas chatas e faz sua empresa ganhar tempo, performance e diminuir custos.

Funil de Vendas do Agendor Coloque em prática essas dicas com nossa plataforma de aprimoramento em vendas Teste por 14 dias grátis!

Ferramentas de vendas e CRM



Artigos relacionados

Venda com todo seu potencial!

Experimente por 14 dias grátis