como se dar bem no trabalho

Como se dar bem no trabalho: 5 erros que você não sabe que está cometendo em sua carreira

Errar é humano. Agora, depois de conhecer esses erros, não há desculpa para continuar errando: aprenda como se dar bem no trabalho!

Independente de você ser vendedor, gerente comercial, gerente de RH ou outra profissão, nós temos algo em comum: nós estamos tentando fazer o melhor que podemos em nossas carreiras.

Ninguém está em uma empresa para fazer fofocas sobre os chefes, deixar de cumprir prazos ou fazer qualquer coisa para colocar em risco empregos e carreiras.

Nós podemos facilmente evitar as armadilhas profissionais que conhecemos, mas porque muitas vezes não fazemos isso?

Para não cair nessa armadilha, basta ter conhecimento de que essas práticas, que muitas vezes cometemos naturalmente são pequenos erros.

A pergunta que fica é: como se dar bem no trabalho? Será que estamos cometendo alguns desses erros? Conheça 5 erros que você pode estar praticando sem saber que podem acabar estragando a sua carreira.

como se dar bem no trabalho

Você já parou para pensar que pode estar cometendo erros em sua carreira?

Veja também: Conflitos no trabalho em equipe? Saiba como eliminá-los!

Como se dar bem no trabalho: evite erros que você nem sabe que está cometendo

Muitos focam em fazer o melhor, mas não tem como se dar bem no trabalho sem evitar alguns erros básicos que muitos de nós cometemos.

#1. Se manter off-line

Sabendo que os canais de mídias sociais como Twitter, Facebook e até mesmo o LinkedIn estão repletos de oportunidades para cometermos erros prejudiciais à nossas carreiras, é compreensível que muitos profissionais queiram se desligar desses canais.

Mas esse é o movimento errado a se fazer. A maioria dos recrutadores vasculham fontes online para obter informações adicionais sobre os candidatos. Então podemos também concluir que as empresas fazem isso com os vendedores de outras empresas, uma vez que vasculhar os perfis das pessoas já se tornou um hábito.

As informações online positivas sobre as empresas e profissionais melhoram as suas perspectivas de vender mais e até mesmo arrumar um emprego.

Como os perfis de profissionais nas mídias sociais são uns dos primeiros resultados de busca quando procuramos pelo nome de profissionais, é lógico que as pessoas vão querer ser bem representadas.

Por isso, apenas ter o perfil ativo não é o suficiente. As pessoas querem uma dinâmica e uma frequência de presença. Sem isso, não tem como se dar bem no trabalho: seja ativo nas redes, mas com bom-senso!

Isso significa usar esses canais para promover a si mesmo como um profissional confiável e competente.

Você trabalhou em projetos de clientes? Compartilhe isso. Você encontrou uma informação relevante do seu mercado? Compartilhe nas mídias sociais e nos grupos.

Assim quando seus clientes, ou recrutadores observarem, encontrarão um profissional produtivo e envolvente.

#2. Os vínculos com os colegas de trabalho

Obviamente, é sempre uma ótima ideia participar de hapy hours, trabalhos voluntários e outras formas de reunião em grupo, porque essas pessoas são as pessoas que você passa mais de 40 horas por semana.

Mas o contato e a ligação torna-se um problema quando você se torna muito próximo de alguns colegas de trabalho e de outros não.

É um erro alinhar-se com uma pessoa.  Embora seja tentador se aproximar de uma pessoa, quando você faz isso, você se separa de todas as outras pessoas.

Então, o que acontece quando ocorrem mudanças de pessoal, alguém é demitido, ou você precisa de apoio de pessoas que não estão dentro do seu grupo ou círculo de intimidade?

Que saber como se dar bem no trabalho e continuar se relacionando bem com os colegas?

Ora, para não ficar muito íntimo de algumas pessoas e esquecer das outras, é bom praticarmos algumas medidas simples para manter as coisas amigáveis com toda a equipe: vá almoçar com grupos diferentes de pessoas e sente-se com pessoas com as quais você não tem tanto contato durante o dia.

Quanto mais alto você estiver na organização, lembre-se que precisa ser mais atento e prudente. E lembre-se: ter aliados é extremamente importante, porque as pessoas sempre irão desafiar você.

como se dar bem no trabalho

Cuidado ao criar laços com seus colegas de trabalho. Tente ser sempre imparcial.

Saiba mais: 7 sinais que você está em um ambiente de trabalho invejável

#3. Cuidado com os extras

Quando uma pessoa procura emprego, ela precisa olhar para ela mesma pelos olhos de um candidato. E, um empregador não gosta de um funcionário que faz extras, uma vez que isso é uma distração de uma posição primária.

Por isso, algumas empresas não vão gostar de saber de um freela, um bico ou extra na parte da noite.

A mesma coisa acontece com um vendedor, que não pode ir à uma reunião com o cliente às 19h porque precisa pegar em outro trabalho.

Portanto, cuidado ao aceitar trabalhos após o seu horário, seja para complementar a sua renda, seja para aprender mais sobre uma determinada competência ou confiança.

Para um vendedor, encontrar um trabalho extra pode estragar a relação com o cliente, pode fazer com que ele perca o foco na sua meta, pode diminuir o desempenho por conta do cansaço e, as ressalvas não param por aí.

Isso não vai ser bom nem para você, nem para a sua empresa e, por conta disso você poderá ter problemas futuros.

#4. Basear-se em uma lista de prós e contras

Quase todos nós já fizemos listas de prós e contras de projetos, trabalhos e, até mesmo prospects. Muitas vezes isso é um reflexo e colocamos no papel todas as razões pelas quais devemos ou não assumir um novo empreendimento, para tomar uma decisão racional.

Mas racional não é tudo que uma decisão precisa ser. Se você está tendo um mau pressentimento de uma determinada tarefa, um buraco no estômago e uma sensação de um ambiente de trabalho perigoso, você nunca deve ignorar isso.

Se você está com um mau pressentimento, é hora de ir mais fundo. Vá além e tranquilize-se buscando informações que comprovam o seu pressentimento ou que tranquilizem você. Afinal, como se dar bem no trabalho sentindo-se inseguro?

Depois disso, você estará muito mais preparado para tomar a sua decisão do que apenas fazendo uma lista de pontos positivos e negativos. Investigue a fundo e escute a sua intuição. Isso é de suma importância.

como se dar bem no trabalho

Nem todas as nossas decisões podem ser divididas em prós e contras.

#5. Estando perpetuamente disponível

O trabalho é uma corrida contra o tempo. O tempo é o nosso bem mais precioso que podemos doar para alguém. Por isso, as empresas e os clientes vão medir o seu desempenho pelo tempo: quanto tempo você passa fora da sua mesa, atende telefone, quanto tempo está se dedicando aos clientes e etc.

As pessoas cometem o erro de estarem sempre disponíveis porque não sabem como dizer não. Elas acham que a pessoa que eles estão dizendo não vai ficar brava com ela e, isso vai afetar seu relacionamento.

Mas, nem sempre é assim. Não tem como se dar bem no trabalho sem aprender a dizer não.

Se você está perpetuamente disponível e buscando quebrar o ciclo, comece com um sim condicional. Isso significa que, ao receber uma delegação você pode responder que adoraria ajudar depois de terminar o que está fazendo.

Obviamente ninguém está incentivando que você pare de trabalhar, já que muitas vezes você terá que dizer o sim imediatamente.

Fuja desses erros e aumente a sua produtividade

Nós, inconscientemente estamos com nossos hábitos enraizados e, muitas vezes, acabamos fazendo um ato automatizado e consequentemente cometemos erros.

Ao combatermos esses hábitos imperceptíveis acabamos melhorando nossa produtividade e estamos aptos para nos tornarmos sempre profissionais melhores e mais bem qualificados, evitando cometermos os mesmos erros.

Dessa maneira, nos aproximamos de nos tornar profissionais mais habilidosos e cometemos menos erros inconscientes. Siga essas dicas e, com certeza, você vai encontrar uma maneira de como se dar bem no trabalho.

como se dar bem no trabalho

Erros que você não sabe que está cometendo em sua carreira

Confira mais dicas de como se dar bem no trabalho baixando nosso e-book gratuito: Desafios do profissional de vendas