Já não é nenhum segredo que as redes sociais ajudam a impulsionar os negócios, melhoram o relacionamento com o público e podem contribuir para aumentar as vendas. É daí que surgiu o conceito de Social Selling.

Quer saber do que se trata essa estratégia, suas vantagens e como ela pode contribuir para aprimorar o seu resultado no ambiente online? Então, continue a leitura e amplie seus conhecimentos agora mesmo!

O que é o Social Selling?

Social Selling é um conjunto de boas práticas adotadas na gestão de redes sociais. O objetivo é construir e fortalecer a sua marca, melhorar o relacionamento com o público, oferecer ideias e soluções. Como consequência, consegue-se gerar mais vendas e aumentar o faturamento.

O Guia da Prospecção

Como gerar leads qualificados e prontos para comprar

Todavia, é importante reforçar a necessidade de um planejamento. Publicar conteúdos aleatórios ou focar apenas em vender não é o melhor caminho para alcançar os resultados esperados.

Quais são os pilares dessa estratégia?

A estratégia de Social Selling precisa ser bem estruturada para que se consiga alcançar o resultado desejado nas redes. A seguir, mostramos quais são os três pilares que você precisa considerar.

Planejamento

Qualquer ação ou estratégia que você queira implementar em seu negócio, independentemente da natureza dela, requer um planejamento. É por meio dele que se define quais são os objetivos esperados e as ações que serão implementadas para se chegar até eles.

Parte do trabalho de planejamento também envolve conhecer o perfil de cliente que você quer atender, definindo suas características, preferências, hobbies e hábitos de consumo, por exemplo.

Também é importante conhecer o seu mercado de atuação e tudo que diz respeito a ele, como os principais concorrentes e as estratégias que eles adotam. Dessa forma, fica mais fácil ter informações suficientes para tomar decisões acertadas.

Conhecimento das redes sociais

Você precisa entender como cada rede social funciona, uma vez que elas têm propostas diferentes.

Enquanto o LinkedIn é mais voltado para questões profissionais e de negócios, o foco no Instagram são fotos e vídeos e o Facebook permite publicar textos longos, por exemplo.

Além disso, busque conhecer o público que está presente em cada uma delas, pois eles podem ser diferentes. Isso significa que os conteúdos publicados em cada uma delas podem (e devem) ser diferentes também.

Monitoramento

Como saber se a sua estratégia está dando certo?

Para entender se seu planejamento de Social Selling está sendo bem-sucedido na prática, é necessário acompanhar de perto os resultados alcançados.

Por isso, não deixe de acompanhar as métricas que as redes sociais proporcionam para os perfis. Por meio delas, é possível identificar informações como:

  • O tipo de publicação que gera mais engajamento;
  • Os melhores dias e horários para publicar;
  • Quem é o público que acompanha suas páginas (localização, idade, gênero).

Com isso, fica mais fácil saber quais ações têm mais chances de atrair a atenção dos usuários e quais delas não têm muito apelo (e, portanto, precisam ser repensadas).

Como começar o Social Selling?

Para implementar o Social Selling e obter bons resultados, é preciso atentar para as boas práticas que a estratégia requer. Para ajudar você nessa missão, listamos algumas dicas relevantes. Veja quais são elas nos próximos tópicos.

Escolha as redes sociais onde estará presente

Aqui, quantidade não é sinônimo de qualidade.

É melhor você direcionar seus esforços para uma ou duas redes onde o seu público está concentrado do que trabalhar em várias plataformas e não ter o resultado esperado.

Portanto, confira com cuidado quais redes fazem sentido para o seu negócio e invista nelas. Estude sobre como os algoritmos funcionam e quais são os melhores caminhos para ter um bom relacionamento com o seu público. 

Aproveite conversas relevantes para o seu nicho de atuação

Viu algum assunto que viralizou ou algum meme que bombou nas redes sociais? Se fizer sentido para o seu ramo de atuação e a comunicação que você adota com o público, aproveite os assuntos que estão em alta.

Você pode explorar essas situações e fazer promoções temáticas, atraindo a atenção de clientes em potencial, por exemplo. Só não deixe de avaliar se esse tipo de comunicação é adequada e tem potencial para ser bem aceita pelos seus seguidores.

Interaja com o seu público

Ter um bom relacionamento com os seus seguidores é essencial para encantá-los e aumentar as chances de eles se tornarem clientes. Para isso, não basta ter perfis nas redes e fazer publicações que têm um bom alcance.

É importante interagir nos comentários, respondendo seguidores e estreitando a comunicação. Também é essencial dar uma atenção especial para as mensagens privadas, que têm uma conversa um a um.

Não foque apenas em conteúdos de vendas

Publique conteúdos interessantes e educativos, que vão além de tentar vender seus produtos ou serviços a todo custo. Eles são importantes, mas não se esqueça que o foco das redes sociais é sempre o relacionamento.

Então, publique dicas, tutoriais, curiosidades, entre outros assuntos ligados à sua área de atuação. A ideia é criar posts que ajudem a gerar mais autoridade para a sua marca e manter a sua audiência engajada com os seus perfis.

A regra de Pareto pode ajudar a entender melhor como fazer essa divisão. Seguindo a lógica, 80% dos seus conteúdos devem ser sobre assuntos diversos e apenas 20% são direcionados para promover os produtos ou serviços.

Apresente o dia a dia

Em geral, o público gosta de conhecer o que está por trás de uma empresa, visualizando a forma de trabalho e identificando quem são as pessoas responsáveis. Isso cria uma aproximação maior, o que ajuda a fortalecer o relacionamento.

Quando se trata de redes sociais, vale a pena deixar os perfis um pouco mais pessoais. Assim, tira aquela sensação de frieza que a internet transmite e permite que os seguidores se sintam mais próximos da marca. Os perfis da Netflix são um bom exemplo de como isso funciona na prática.

O Social Selling é uma excelente estratégia para quem quer vender ainda mais pela internet e também para aqueles que pretendem extrapolar os limites da loja física. Se for bem pensada, a estratégia pode trazer excelentes resultados, tanto para ter um público engajado quanto para o faturamento da sua empresa.

Agora que você sabe mais a respeito do assunto, não deixe de criar um plano de ação que leve em consideração os pilares dessa estratégia, documente todos os detalhes, prepare sua equipe para a otimização dos processos internos e boas vendas!

Este artigo foi escrita pelo Bume, uma plataforma de gestão, marketing e venda nas redes sociais. A empresa ajuda desde pequenos a grandes negócios, autônomos e influenciadores a monetizarem seus conteúdos e a impulsionar resultados.