Tocar seus negócios em tempo de crise não é fácil, mas não tome atitudes desesperadas

A crise está chegando! Corram para as montanhas! Salvem as mulheres e crianças primeiro!

Não, não é bem isso que você deve fazer nos negócios em tempos de crise. Deixar-se levar pelo emocional e começar a tomar providências sem planejamento ou embasamento em fatos não vai levar a nada. Não confie em boatos e tente conversar com outros empresários, pessoas em que você confia e sabe que têm a devida competência.

Kit de Planilhas de Vendas

3 planilhas para te ajudar a planejar a sua rotina comercial

Em tempos de crise as pessoas acabam se agarrando a chavões antigos e frases feitas que nem sempre correspondem à melhor estratégia para sua empresa enfrentar a turbulência. Pare, pense, olhe, estude, planeje e aja com segurança.

Uma dica? Dê uma olhada nesta postagem: Definição de análise SWOT: como vender mais com uma matriz.

Para ajudar você a superar este tempo de crise nos negócios, criamos uma lista de 8 atitudes que podem pôr sua empresa a perder, caso sejam aplicadas sem fundamento e por motivos mais emocionais que racionais. Fique atento!

Quer fugir da crise? Que tal conseguir cada vez mais clientes? Baixe nosso e-book: O Guia da Prospecção – Como gerar leads qualificados e prontos para comprar.

negócios em tempos de crise

Não tome atitudes desesperadas em tempos de crise

Lista: o que não fazer nos negócios em tempo de crise

1. Não, nem toda crise é uma oportunidade

O que poucos sabem é que esta famosa frase: toda crise é uma oportunidade, que dizem ser o retrato de um ideograma chinês, não é verdadeira. A tradução é um pouco forçada e foi tornada popular por nada menos que John F. Kennedy, sim, o presidente americano.

Acontece que na boca de Kennedy tudo soava maravilhoso e certo. Ele empregava a frase para defender seus próprios interesses e possivelmente sabia que a tradução era forçada.

Crises podem apresentar oportunidade? Sim, claro! Mas isso não é uma lei universal, tome cuidado se quiser seguir essa linha de negócios em tempos de crise.

2. Não corte na carne

– Do jeito que as coisas andam… a solução será cortar na carne!

E lá vai o empresário vender ativos, diminuir treinamentos, comprar de fornecedores mais baratos e promover demissões. Algumas dessas atitudes podem ser necessárias em momentos de crise nos negócios? É, às vezes são necessárias. Mas aja com critério. A primeira dica: demitir custa caro, faça as contas direitinho porque vai ser uma bolada em verbas rescisórias. E mais: todo seu investimento em treinamentos e motivação da equipe será destruído em uma só tacada. Corte a gordura, não a carne!

3. Não seja o inovador destemido

Isso é o que você deveria ter sido antes da crise começar… parte da inovação bem-sucedida é saber prever o que vai acontecer com os negócios em tempo de crise, mas antes da crise se instalar. Aí, sem que seus concorrentes percebam, você inova, muda, faz diferente, planeja com antecedência e quando a crise  chegar, pronto: já tem um plano preparado para ser aplicado, um plano mais do que revisado e com alternativas de contingência.

É claro que você não deve ficar inerte e sem iniciativa na hora em que os negócios chegam em uma crise, apenas não reinvente a roda em busca de soluções mágicas: seja inovador, mas com os pés no chão.

Inspire-se nesta frase: não se muda de barco no meio da tempestade!

4. Não! Não é melhor demitir um alto salário que muitos pequenos

Altos salários geralmente remuneram líderes. E esse cara vale muito para sua empresa… Na hora em que está muito difícil de conduzir o barco você vai se livrar de um dos timoneiros? Não, não parece sensato.

negócios em tempos de crise

Tenha um atitude positiva durante a crise

5. Não procure desculpas na crise

Não se deixe levar pelo pessimismo. Crises vêm e vão e você tem a obrigação de tentar se superar em todas elas. Nunca diga que será impossível reverter o quadro, que a culpa é do governo, dos impostos, da inflação, dos juros ou dos astros. Alguns desses fatores realmente influenciam negativamente sua empresa, mas estão afetando igualmente a todos. Depois que os tempos de negócios em crise passarem, muitos terão sobrevivido e se orgulharão disso. Faça parte desse grupo!

6. Não leve seus problemas para casa

Já basta uma crise econômica, não crie uma outra crise pessoal em casa. Não se trata de dourar a pílula ou de tapar o sol com a peneira. Apenas não atazane amigos e familiares com lamentações. Isso, com certeza, não vai resolver absolutamente nada! Procure apoio e dê apoio. É um momento de união de forças, não de dispersão de pessimismo.

7. Não deixe de investir em marketing e publicidade.

É muito comum ver empresas considerarem os gastos com propaganda os primeiros a serem sacrificados. Mas pense assim: negócios em tempo de crise costumam vender menos. Então você resolve combater a falta de vendas cortando exatamente nos dois departamentos responsáveis por aumentar as vendas? Aparecer para seus clientes e ser sempre lembrado é muito importante. Não deixe um concorrente tomar seu território e ocupar o espaço que você conquistou na mente do consumidor com muito esforço e trabalho duro.

8. Não apele para linhas de crédito com juros abusivos

negócio em tempo de crise

Saiba escolher a o crédito adequado para seu negócio

Cartão de crédito e cheque especial não podem sustentar seu capital de giro. É preciso usar as modalidades de financiamento adequadas. Antes da situação chegar a esse ponto é necessário tomar uma atitude. É por isso que o empresário deve estar sempre um passo à frente, antecipar tendências e se preparar para as mudanças, com planejamento e estratégia. Estudar corretamente a forma adequada de financiar sua empresa deve fazer parte de qualquer plano de negócios.

O brasileiro está acostumado a passar por adversidades econômicas (confira a palestra do economista Ricardo Amorim no evento RD Summit). Ao tocar seu negócio em tempo de crise, seja coerente e pense antes de agir. Procure conselhos. Às vezes, unir forças com um concorrente pode até ser um caminho para encontrar a solução: mais vale uma empresa em duas mãos, que duas empresas voando

Pense positivo! Conheça algumas atitudes que podem fazer a diferença neste ano: Qual o segredo do sucesso? São 16, comece o ano com eles!