Muita informação e cases do mercado: confira os destaques das palestras do RD Summit 2016 e comece por Ricardo Jordão, “rainmaker que ensina você a fazer o número sem vender a alma”

Se você já leu nosso post de abertura do RD Summit 2016, evento organizado pela Resultados Digitais, deve estar curioso para saber sobre o rolou por lá. Afinal, com as ideias levantadas pelos palestrantes e pela plateia, é possível ter insights importantíssimos para seu negócio.

Por isso não vamos perder tempo! Confira os assuntos abordados na palestra de Ricardo Jordão, responsável pelo BizRevolution, site que apresenta diversos conteúdos interessantes relacionados a vendas.

As melhores palestras do RD Summit 2016 @Divulgação

As melhores palestras do RD Summit 2016 @Divulgação

Guia: como elaborar e implementar o processo de vendas

Elaborando e tirando o processo de vendas do papel para colocá-lo em prática

Jordão começou sua palestra “Como um hacker de vendas vai salvar o emprego dos marketeiros do inbound marketing” com uma dinâmica para mexer com a plateia, pedindo para que cada participante chacoalhasse o colega ao lado. “Na vida a gente precisa levar chacoalhão, cara! Sentir e sair da apatia. Vendas e Marketing são emoção e todas as emoções são válidas”, disse com seu jeitão enérgico.

Em seguida, Ricardo Jordão perguntou: “Quem é vendedor aqui?”. A maioria dos participantes era formada por vendedores. Ainda assim, uma outra parte da audiência vinha das áreas de Marketing, Administração e até Finanças.

“Quem não levantou a mão está demitido”, reagiu o palestrante explicando que todos somos vendedores – de ideias, de projetos e até de nossa imagem. “A empresa em que você trabalha tem dois lados: a solução e o problema. A solução é vender, trazer cliente e reter cliente; O problema é despesa, e quem não levantou a mão é despesa, portanto está demitido”, brincou.

De acordo com Jordão, para se ter voz ativa em uma empresa é preciso trazer dinheiro – o que pode acontecer por meio de ideias que poupem gastos, novos clientes prospectados, troca de fornecedores, um atendimento excepcional aos clientes que favoreça a fidelização. “Coloque na cabeça que o cara que traz dinheiro para a empresa pode tudo. Ele dá ideias para o chefe e é ouvido”, comentou.

Nosso time de vendas segue o Ricardo e gosta muito do trabalho dele! Estamos aqui para aprender e também para levar uma mensagem de incentivo para a equipe toda – Lazaro Vergani Filho, diretor comercial da Onix Security

O trabalho integrado de Marketing e Vendas

Conforme mencionamos no post CRM e Inbound Marketing: 4 razões para integrá-lo, Marketing e Vendas possuem objetivos comuns: atrair e manter clientes, atender suas demandas com eficiência e fazer com que essas ações se reflitam no sucesso das vendas e nos resultados financeiros.

E a grande vantagem do inbound marketing para o time de vendas é que todo o processo para atrair clientes e prepará-los para a compra fica sob responsabilidade do marketing, restando a vendas focar no que realmente é sua função, fechar as vendas.

Profissionais de Marketing e Vendas devem caminhar juntos!

Profissionais de Marketing e Vendas devem caminhar juntos!

De nada adianta criar inúmeras ações em parceria, mas não medir os resultados. Aproveite para conhecer os principais indicadores de vendas e marketing!

Em sua palestra, Jordão deu um exemplo de como essa parceria pode ser importante para a decisão de compra de um possível cliente. Imagine que um prospect diz ao vendedor que não vai comprar porque vai fechar com a concorrente e que achou o sistema dessa empresa concorrente mais interessante. Nesse momento, o vendedor de sua empresa poderia enviar para o prospect um material comparativo entre o seu sistema e o concorrente. “Adivinha quem poderia elaborar esse material detalhado, com imagens e gráficos interessantes e com informação realmente relevante para o decisor da compra? O profissional de marketing. Entendeu? Informação leva o cliente a decidir”, esclareceu.

De acordo com o especialista, não adianta fazer o mesmo que todos no mercado já fazem. O profissional de marketing deve trabalhar lado a lado com o vendedor para produzir exatamente aquilo que fará seus leads se tornarem clientes. Para que assim, quando o vendedor sair para uma reunião, ele possa estar munido com todas as informações que o cliente solicitar.

Faça algo diferente!

Faça algo único e importante para sua base!

Importante | Segundo o relatório Estado de Inbound Marketing no Brasil, de 2015, da empresa Hubspot, o Inbound Marketing está se tornando muito mais conhecido no Brasil e, atualmente, 58% de nossas empresas já usam algum elemento de inbound. Porém, muitas vezes, não a metodologia completa. A pesquisa ainda destaca que nosso percentual ainda é muito menor do que, por exemplo, a América do Norte, em que o levantamento em 2014 da Hubspot mostrou que 84% das empresas utilizam inbound, mas que podemos dizer com confiança que o Brasil está começando a reconhecer o valor desse tipo de ação.

Jordão ainda deu uma última dica importante para os profissionais de vendas. “Vocês precisam se preparar”. Conforme detalhou o palestrante, em uma conversa com Marcel Herrmann Telles, fundador da Ambev, o empresário mencionou que muitas pessoas chegavam a ele para oferecendo serviços sem uma proposta de negócio, ou seja, sem real valor.

Confira também nosso artigo 5 passos para conquistar clientes e vender mais

Em Nova York, o empresário recebeu uma ligação diferente das que recebia no Brasil. “Sr. Telles, fiquei 72 dias na porta de sua fábrica em Cincinnati [EUA] e descobri que o carregamento do engradado de 12 cervejas na doca A, às 7h da manhã, leva 12 minutos. Eu tenho uma proposta para reduzir de 12 para 6 minutos, estou em Nova Iorque e gostaria de alguns minutos para falarmos”. O que aconteceu, segundo Jordão, foi que Telles recebeu o profissional, pois se interessou pela proposta, que trazia valor para seu negócio.

Moral da história: entenda tudo sobre seu cliente. Pesquise sobre as características da empresa, o que ela busca, seu mercado, identifique suas fraquezas e como fazer para melhorar até mesmo aquilo que já vai bem, como atuam seus concorrentes e também seus consumidores.

Se você tiver as soluções que seu cliente busca, ele com certeza lhe dará atenção e estará aberto para sua proposta!