Segurança e vigilância

Saiba como empresas do segmento de segurança e vigilância estão utilizando o Agendor para otimizar o seu desempenho comercial

Antes do Agendor, tínhamos uma certa dificuldade em centralizar informações como cadastros de clientes, negócios em andamento, visitas realizadas e precisávamos de um mapeamento dos resultados e produtividade dos vendedores. Como não tinha nenhum CRM, operava tudo com planilhas do Excel e era difícil trabalhar esses dados.

Com o Agendor, passamos a ter informações mais rápidas sobre os clientes trabalhados, em que estágio do processo de vendas cada negócio se encontrava e pude ter mais controle sobre as atividades de cada vendedor, as propostas sendo enviadas, reuniões feitas, além de poder obter relatórios imediatos de performance e resultados.

Com isso, tivemos uma evolução no nosso processo de vendas, maior foco em negócios que eram mais interessantes para a empresa, o que aumentou nossa captação de clientes e também de fechamento de negócios.

Alexandre Ferreira

“Hoje, temos mais controle sobre o número exato de negócios em andamento”

Não tínhamos muito controle sobre as informações de negócios que estavam em andamento e isso deixava a rotina comercial mais difícil.

Com o Agendor, essa rotina mudou. As atividades ficam mais claras para todos, temos os históricos de visitas, negociações… tudo é colocado na ferramenta.

Hoje, temos mais controle sobre o número exato de negócios em andamento e o Agendor ainda nos ajuda na previsão de vendas de cada mês.

Gisele Coqueiro

Relações Públicas

A maior diferença que o Agendor propiciou para nós foi o app nos celulares. Antes, enfrentava alguns problemas com agendamento de tarefa dos vendedores. Com o Agendor, esses agendamentos ficaram muito mais simples, e é mais fácil acompanhar as negociações.

Os vendedores hoje utilizam o app e fazem uso da rota de clientes. É ótimo, os endereços vem todos certos e isso facilita as visitas.

A gestão ainda utiliza os relatórios, o que também melhorou o controle dos negócios da equipe.

Sidneya Dias