« Início Estratégias de vendas Ferramentas Produtividade Novas ideias Dicas de CRM Cases de CRM Atualizações do Agendor

Planilha de Custos de Serviços: preencha e aperte enter!

Escrito por
Fernanda Balieiro

Chega de contas intermináveis e perda de tempo: baixe nossa Planilha de Custos de Serviços pronta para usar!

O dia a dia de empreendedores, gerentes de vendas e integrantes de equipes comerciais é cheio de atividades dinâmicas e urgentes. Prospectar clientes, fazer visitas, estar em dia com o follow-up, estudar o mercado, preparar apresentações, definir argumentações de vendas e muito mais.

É por isso que na hora de montar orçamentos mais detalhados ou definir os custos de um serviço, muitos profissionais de vendas acabam postergando a tarefa.

Mas e se você tivesse à disposição uma Planilha de Custos de Serviços prontinha para usar?

Pois é… pensando em ajudá-lo a ganhar tempo e aumentar sua produtividade, preparamos essa planilha! Basta preencher alguns dados e os custos aparecem lá, para você usar na hora, inclusive com sugestão de preço. Confira!

Baixe agora sua Planilha de Custos de Serviços:

BAIXAR PLANILHA

planilha de custos de serviços

Automatize os cálculos com nossa planilha de custos de serviços

Administrar um negócio é uma atividade complexa, nesta postagem anterior, apresentamos mais dicas de como gerir um empreendimento: Como controlar e administrar corretamente sua empresa.

Aprenda a calcular e usar a planilha de custos de serviços

Uma planilha como esta é uma ferramenta de produtividade que pode ajudá-lo bastante a administrar o financeiro de uma empresa, agilizando seus processos.

Mas meramente preencher os campos da tabela de custos de serviços, não é uma boa ideia. É sempre importante entender os conceitos por trás disso e certificar-se de que são os ideais para sua empresa.

Vamos lá conferir o passo a passo para usar a planilha de custos de serviços?

Custos Fixos e Custos Variáveis

  • Os Custos Fixos de uma empresa são aqueles que não variam em função do volume de prestação de serviços.

Assim, aluguéis, despesas de segurança, contabilidade e jurídicas, internet, telefonia, eletricidade, água (entre outras), na maioria das vezes, são Custos Fixos, que devem ser rateados para cada serviço prestado.

Para isso, somam-se todos os Custos Fixos de um período de 12 meses e divide-se pela Receita Bruta desse período, isto é, todos os recebimentos da empresa em função dos serviços prestados a clientes.

Este quociente é multiplicado por 100 para se apurar a percentagem de Custo Fixo que cada serviço deve embutir em seus custos.

Por exemplo: Se a empresa tem Custos Fixos de R$ 37.000 e Receita Bruta de Vendas de R$ 100.000, a divisão dá 0,37, multiplicado por 100, o resultado é de 37%.

Mas fique tranquilo, a planilha vai fazer automaticamente essas contas para você, basta preencher os campos indicados.

  • Custos Variáveis são aqueles que, como o nome diz, variam em função da produção dos serviços prestados e, neste caso, devem ser determinados especificamente como Custos Variáveis Diretos sobre cada serviço.

Custos Variáveis Diretos sobre os serviços

São divididos em dois tipos:

Custos de Materiais (e outros) específicos deste serviço:

Peças, componentes, transporte, hospedagem, licenças de softwares etc.

Custos Variáveis de Mão de Obra Direta sobre os serviços:

Neste caso, existem duas metodologias. Por isso, criamos duas abas na planilha de custos de serviços, uma para cada método. Assim, você pode escolher o mais adequado para sua empresa.

No primeiro (usado em empresas com muitos funcionários, serviços bastante semelhantes e que empregam diversos profissionais de mesmo nível de forma complexa e difícil de definir o custo das horas alocadas em cada serviço, como em hotéis e companhias de seguro, por exemplo), é feito um rateio do custo médio das horas de trabalho de sua empresa.

No segundo, quando é possível determinar com precisão quantas horas de cada profissional de diferentes níveis salariais especificamente foram usadas naquele serviço, faz-se a soma dessas horas.

No entanto, neste segundo caso, deve-se acrescentar aos Custos Fixos, todos os salários não relacionados diretamente a prestação do serviço, como RH, Marketing, Equipes de Manutenção Interna, Financeiro e outros.

É por isso que muitas empresas optam pelo método anterior, muito mais ágil e rápido de definir assertivamente os custos de um serviço.

Mas fique tranquilo pois está tudo muito bem explicado lá na planilha. Basta somar esses dois custos para se obter o Custo Unitário do Serviço.

planilha de custos de serviços

Um serviço de terraplanagem exige cálculos complexos para definir seu custo

Custos Variáveis de Venda

É a percentagem de impostos, comissões e outros custos que podem variar sobre a venda.

Por exemplo: se você paga, no total, 10,45% de imposto sobre a nota fiscal e dá uma comissão de 4,55% aos seus vendedores, o Custo Variável de Venda será de 15%.

Clique aqui e aproveite para ver como montar uma proposta comercial de serviços perfeita!

Cálculo da Taxa de Marcação

A Taxa de Marcação é um fator que será multiplicado pelo Custo Unitário do Serviço para que o preço final garanta a remuneração dos Custos Fixos (cuja taxa de participação em cada serviço foi calculada no primeiro passo), os Custos Variáveis de Venda (calculados logo acima) e a Margem de Lucro.

Em outras palavras, a Taxa de Marcação vai definir o preço de venda do serviço.

Mas fique atento: muitos empreendedores acreditam que uma boa estratégia para aumentar a rentabilidade da empresa é colocar uma alta margem de lucro. Nem sempre isso dá certo. Portanto, analise os preços dos concorrentes e posicione sua marca em um nível de preço compatível com os benefícios que os clientes percebem em sua solução.

Por fim, é preciso somar esses três percentuais, subtrair de 100% e dividir 100 pelo resultado para se obter a Taxa de Marcação.

Preço de Venda

Basta multiplicar a Taxa de Marcação pelo Custo Unitário do Serviço.

Assim, se foi apurado um Custo Unitário de Serviço de R$ 1.000, por exemplo, com uma participação de Custo Fixo de 37%, mais um Custo Variável de Vendas de 15% e uma Margem de Lucro desejada de 15%, a Taxa de Marcação ficaria:

100% – 67% = 33%

100/33 = 3,03 = taxa de marcação

Dessa forma, o Preço do Serviço seria de R$ 1.000 X 3,03, o que resultaria em R$ 3.030,00.

planilha de custos de serviços

Documente precisamente os materiais e horas de trabalho empregadas em cada serviço

Importância de calcular custos de serviços adequadamente

Muitas empresas nem se dão conta que estão tendo prejuízos ao vender um serviço. Fazem uma “conta de padaria”, acrescentam 20% e acham que estão tendo lucro, mas se esquecem, geralmente, dos Custos Fixos,  dos Impostos e dos salários de funcionários que não participam diretamente da prestação de serviço.

Não caia nessa armadilha: use nossa Planilha de Custos de Serviços gratuita e calcule rapidamente o preço mais adequado para vender seus serviços!

Funil de Vendas do Agendor Coloque em prática essas dicas com nossa plataforma de aprimoramento em vendas Teste por 14 dias grátis!

Ferramentas de vendas e CRM



Artigos relacionados

Venda com todo seu potencial!

Experimente por 14 dias grátis